Redação

25/03/2021 - 7 minutos de leitura.

Jeep Compass 2022 terá wi-fi, Alexa e painel gigante de TFT

Por fora, o Jeep Compass muda pouco, porém, é no interior que está seu grande trunfo; acabamento refinado e tecnologia abundante prometem fazer a diferença

Jeep
Jeep Compass muda pouco na linha 2022, mas conteúdo inova Crédito: Jeep/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

O Jeep Compass não só é o SUV mais vendido da categoria, como também é o mais comentado pela crítica. Só de 23 de novembro para cá, quando o modelo 2022 foi apresentado na China, inúmeras notícias já foram publicadas pela imprensa apontando os mais variados assuntos, como visual externo e interno, motorização, tecnologias presentes e por aí vai.

Agora, mais uma vez, é hora de falar de tecnologia. As últimas informações apontam que o Jeep Compass 2022 terá wi-fi, Alexa e painel gigante de TFT. As novas opções de centrais multimídias, no entanto, dão pistas sobre os detalhes do novo SUV da Fiat, atualmente chamado Progetto 363. Sim, aquele que será revelado no final da edição 21 do Big Brother Brasil.

Jeep
Jeep/Divulgação

Por fora, as modificações serão pontuais, com pequenas alterações na grade, para-choque e iluminação (agora, full-LEDs). Mas, do lado de dentro, o Compass promete. Além de linhas mais sóbrias, o SUV, em síntese, terá painel de instrumentos com tela de 10,25 polegadas (full HD, com até 12 configurações diferentes) e central multimídia com 10,1″ ou 8,4″ nas configurações mais baratas. Ambas, no entanto, terão a nova interface Uconnect 5 e vêm com hardware Intel. E o upgrade em tecnologia não para por aí.

Smartphone dita regras

Como, hoje em dia, a vida é praticamente carregada dentro de um smartphone, o Jeep Compass, claro, não poderia deixar a conectividade de fora. Com opção de recarga wireless, os aparelhos terão espelhamento Android Auto e Apple CarPlay e possibilitarão rastreamento do veículo. A parceria entre a FCA e a operadora de telefonia TIM oferecerá pacotes de dados ao hotspot Wi-Fi do carro mediante assinatura, apontam informações.

Jeep
Jeep/Divulgação

Tem, ainda, possibilidade de manter controle detalhado de quilometragem, viagens e consumo. Outra função disponível ao motorista, por fim, é saber, em tempo real, como anda o tanque de combustível, a bateria, a temperatura dos fluidos e a situação dos pneus.

Jeep terá até avaliação de motorista

Já imaginou ser avaliado enquanto dirige? Trata-se de mais uma função do Compass. Por telemetria, o veículo disponibilizará até dados de frenagem realizadas pelo motorista. O intuito, em síntese, é dar dicas de segurança e economia. Vale nota, inclusive. E tem até programa para saber onde o carro foi estacionado.

Em suma, a modernidade é tanta que vai além do carro. Por meio da Amazon Alexa, haverá possibilidade, enfim, de controlar dispositivos conectados via nuvem. Por exemplo, dá para acender as luzes de casa antes de chegar. A noite está quente? Basta mandar, do caminho, que o ar-condicionado do quarto seja acionado.

Jeep
Jeep/Divulgação

Acabamento

Conforme antecipado pelo Jornal do Carro, o volante é novo e as saídas do ar-condicionado, agora, são acopladas à tela central – dependendo da versão de acabamento. Além disso, a Jeep aposta em materiais como alumínio e couro para dar um ar mais sofisticado ao conjunto.

Há quem crave, entretanto, que o Jeep Compass tenha sua apresentação oficial já na semana que vem, no Brasil. Tanto que informações apontam a homologação da tecnologia “Botão do pânico” para o mercado local. Pode ser, inclusive, que o novato já chegue com uma edição especial na gama. A 80th Anniversary que, como sugere a própria denominação, comemoraria os 80 anos da Jeep. Inovações, no entanto, devem ser apenas estéticas, por meio de emblemas colados na cabine – pintada em tom especial de verde.

Outros detalhes

Sensores e câmeras frontais, a princípio, ficam responsáveis por itens como assistência a estacionamento e sistemas de direção autônoma (como reconhecimento de placas de trânsito e piloto automático adaptativo). E, claro, sistemas como partida sem chave, e sensores de luminosidade e chuva estarão presentes. Agora, o porta-malas terá abertura e fechamento automático da tampa. Tudo, depende da configuração.



As motorizações se dividem em flex e diesel. O novo 1.3 GSE turbo promete potência superior a 180 cv na versão flex. O torque é de 27,5 mkgf. No mais, o propulsor tem injeção direta, quatro válvulas por cilindro e é acoplado ao câmbio automático de seis marchas.

No mercado brasileiro, o motor diesel 2.0 turbo deve ter mais de 200 cv. São 40 mkgf. E tem, ainda, concentrado de ureia (Arla 32) para tratamento das emissões, essenciais para adequar o Compass às normas de emissões praticadas no Brasil. A transmissão é automática de nove marchas e a tração é integral.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais