assinatura
Divulgação/Jaguar

JLR pode ter carros feitos sobre base da Exeed, marca da Chery

Grupo JLR e Chery mantém profundos laços na China, e estratégia pode acelerar o processo de eletrificação da Jaguar, primeira a utilizar a base

Por Rodrigo Tavares 17 de abr, 2024 · 3m de leitura.

O grupo Jaguar Land Rover (JLR) pretende se tornar totalmente elétrico até 2030, e para isso, poderá usar a base dos modelos da Exeed, marca de luxo da Chery. Segundo a mídia chinesa,o grupo de marcas usará plataformas híbridas e elétricas a bateria introduzidas pela Exeed, acelerando a eletrificação da JLR.

Segundo o site 36kr, a Jaguar será a primeira marca a utilizar a plataforma elétrica da Exeed, e pode lançar seu primeiro modelo nessa base ainda no segundo semestre deste ano, por exemplo. Ainda que um porta-voz da Chery tenha negado que um acordo entre as marcas tenha sido feito, o presidente da montadora chinesa, Yin Tongyue, disse que duas marcas europeias de luxo querem usar sua plataforma, sem dizer quais eram.

JRL e Chery mantém joint-venture na China

Modelo de entre-eixos alongado fez sucesso no mercado chinês (JLR/Divulgação)

Não é novidade a interação entre a JLR e a Chery. As marcas têm conexões profundas com a China, e desde 2012 operam uma joint-venture de 50:50. Por lá, produziram-se os modelos Range Rover Evoque, o Land Rover Discovery Sport e o Jaguar XFL (com entre-eixos alongado), por exemplo.

A JLR caminha para tornar-se totalmente elétrica até 2030, e no ano passado dividiu-se em marcas independentes, sendo elas Range Rover, Discovery, Defender e Jaguar. Ainda não dá para dizer se os modelos JLR com plataforma Exeed estarão disponíveis fora do mercado local chinês, no entanto.

Exeed/Divulgação
Exeed/Divulgação

Seja como for, caso o acordo se desenrole, não seria a primeira vez que algo desse tipo acontece na China. A Volkswagen está investindo US$ 700 milhões para adquirir uma participação de 4,99% na Xpeng. Assim, trabalhará com a montadora para desenvolver dois modelos elétricos para o mercado local. Além disso, a Stellantis também está investindo US$ 1,5 bilhão na Leapmotor, para garantir uma participação de 20%, por exemplo.

O Jornal do Carro também está no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Renault Duster Iconic Plus: o que muda na linha 2024 do SUV

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.