Você está lendo...
Mercedes-Benz começa a vender potência extra em seus carros elétricos
Notícias

Mercedes-Benz começa a vender potência extra em seus carros elétricos

Atualização é feita a partir da internet 5G do carro mediante pagamento e muda desempenho e até a dirigibilidade dos Mercedes-Benz EQE e EQS

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

30 de nov, 2022 · 3 minutos de leitura.

Publicidade

Mercedes-Benz
Mercedes-Benz EQE pula de 292 cv para 354 cv com pacote opcional
Crédito:EUGÊNIO AUGUSTO BRITO/ESTADÃO

Já faz algum tempo que contamos no Jornal do Carro sobre o novo mercado de compra e venda de funções nos carros. Pois a Mercedes-Benz começou a vender potência em seus veículos elétricos da linha EQ. O serviço usa o chip 5G para baixar atualizações e upgrades que podem deixar, por exemplo, o desempenho dos veículos mais poderoso. Ou mesmo instalar um recurso de segurança ou de conforto para usar durante uma viagem.

Por US$ 1.200 dólares ao ano (pouco mais de R$ 6.400, na conversão direta), a opção de desbloquear o recurso já vem embutida na gama EQE e EQS. Em média, o pacote disponibilizado pela marca reduz em aproximadamente um segundo o tempo de aceleração de zero a 100 km/h nos modelos. Caso deixe de pagar a taxa extra, o serviço desativa automaticamente.



Aceleração e dirigibilidade

Por meio deste upgrade, o cliente pode alterar a aceleração e a dirigibilidade. Por exemplo, além de melhorar a estabilidade em curvas, o EQE 350 4Matic salta de 292 cv para 354 cv. Assim, chega aos 100 km/h em 5,1 segundos, quando o tempo "normal" é de 6 segundos.

Publicidade


No luxuosíssimo EQS 450 4Matic, a potência pula de 360 cv para 448 cv com a assinatura anual de aumento de potência. Assim, o zero a 100 km/h baixa de 5,3 s para 4,5 s. Já o EQS SUV 450 4Matic, por exemplo, por ter peso extra, demora um pouco mais. Assim, precisa de 4,9 segundos para atingir os 100 km/h - ou seja, nove décimos a menos que sem o pacote opcional. Nele, aliás, os números de potência são os mesmos do irmão sedã.

Mercedes-Benz
Mercedes-Benz/Divulgação

Na loja online da Mercedes-Benz dos Estados Unidos, o cliente é informado que o "Aumento de Aceleração" permite aumento da potência máxima do motor de 20% a 24%. O ajuste dos motores, no entanto, dependem da produção original de fábrica.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião