Você está lendo...
Motor 1.0 turbo do novo Caoa Chery Tiggo 2 pode ter 120 cv
Notícias

Motor 1.0 turbo do novo Caoa Chery Tiggo 2 pode ter 120 cv

Além de visual repaginado, Tiggo 2 terá novo motor 1.0 turbinado e com alimentação bicombustível; propulsor 1.4 também está a caminho

Vagner Aquino

09 de fev, 2021 · 4 minutos de leitura.

motor
Caoa Chery Tiggo 2 deve chegar em abril ao mercado brasileiro
Crédito:Chery/Divulgação

Nascido como o hatchback Celer (foto abaixo), em 2008, antes mesmo de a Chery passar a ser controlada pela Caoa no Brasil, o Tiggo 2 está de cara nova. Já realidade na China, o modelo roda em testes por aqui. Às revendas, deve chegar em abril. Mas a novidade não se resume apenas à estética. A promessa é que o pseudo-SUV vá além de mera mudança visual (a quarta, diga-se) e ganhe também novo motor turbo.

motor
Chery/Divulgação

O novato, segundo a imprensa internacional, trata-se de um propulsor 1.0 de três cilindros turbo Flex. A família ainda será composta pelo novo 1.4, que tem as mesmas especificações, porém, com quatro cilindros.


O menor deles, com 1.050 cm³, tem comando de válvulas variável na admissão e injeção direta de combustível. Tais credenciais entregam potência máxima (etanol) de 120 cv e 19,2 mkgf de torque. Com gasolina, os números caem para 117 cv e 18,7 mkgf. A intenção é substituir o 1.5 aspirado ofertado atualmente.

O 1.4, todavia, que tem precisamente 1.400 cm³, tem comando variável tanto para as válvulas de admissão quanto para as de escape. Com isso, disponibiliza potência de 165 cv/160 cv, com etanol ou gasolina no tanque, respectivamente. O torque fica em 25,5 mkgf, com o combustível feito da cana de açúcar ou 25,1 mkgf, quando bebe o derivado do petróleo.

motor
Chery/Divulgação

Motor em fase inicial

Informações, no entanto, apontam que o propulsor 1.4 turbo estaria em fase inicial de desenvolvimento. Sua missão, contudo, é substituir o atual 1.5 turbo que equipa modelos como o Tiggo 5X.

A princípio, não há nada confirmado pela fabricante, porém, ao que tudo indica, o motor ? com partida por botão ? trabalha em conjunto com o câmbio CVT, continuamente variável, de sete marchas simuladas. Com isso, todavia, o automático de quatro marchas sai de cena.



Mais sobre o visual do Tiggo 2

Com nova dianteira, que, em suma, inclui para-choque redesenhado, o modelo traz poucas novidades na parte traseira. Tudo continua praticamente igual. A exceção é a disposição das luzes das lanternas e o para-choque, agora com refletores horizontais.


patenteado na Argentina, o novo Tiggo 2, em síntese, tem interior mais sofisticado com painel de instrumentos, saídas de ar-condicionado e central multimídia renovados. Para entretenimento, possui uma tela de 9 polegadas. O Tiggo 2 renovado, por fim, será produzido na fábrica brasileira da Caoa Chery em Jacareí (SP).

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Caoa Chery Tiggo 7 PRO 22/23
Oferta exclusiva

Caoa Chery Tiggo 7 PRO 22/23