Notícias

Nova Ford Ranger é flagrada em várias versões e revela mais o design

Fórum tailandês divulga imagem da Ford Ranger em três versões de acabamento; picape será produzida no país asiático além de África do Sul, Argentina e EUA

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

23 de out, 2021 · 4 minutos de leitura.

Ford" >
Ford Ranger 2023 promete, ao menos, três versões de acabamento; central multimídia em formato vertical será destaque em conectividade
Crédito:Ranger6G/Reprodução

A nova Ford Ranger já roda em testes na Tailândia. O flagra veio da publicação Ranger6G e, além da dianteira, a picape mostra suas três possíveis - nada confirmado pela marca - versões de acabamento: XLT, FX4 e Wildtrak. O modelo ainda segue camuflado, mas já é possível notar as linhas da próxima geração, que será feita também nas fábricas da marca na África do Sul, Estados Unidos e Argentina. Esta última, de onde será importada ao Brasil.

A picape terá nova plataforma - com chassi reforçado em relação à geração atual - e também nova identidade. É clara a inspiração na irmã maior F-150. Basta olhar para o capô retão e para a grade dianteira, cortada por uma barra central que invade os faróis, em formato "C". O estilo, entretanto, é o mesmo seguido pela picape compacta Maverick, deixando clara a nova identidade da família.

Ford
Ranger6G/Reprodução

Primeiros detalhes das versões

À direita da foto principal, a versão Wildtrak tem grade dianteira em formato colmeia e apresenta detalhes na cor preta. Os faróis, no entanto, são integralmente iluminados por LEDs. No mais, o modelo topo de linha tem para-choque dianteiro exclusivo e barras longitudinais no teto. As rodas, embora não tenham aparecido na imagem, certamente adotam design diferenciado das demais. Os faróis de neblina são exclusivos em cada uma das versões.



As configurações XLT e FX4 (espécie de pacote de personalização sobre a XLT), nesse sentido, têm faróis mais simples. Já pelo lado de dentro, destaque para itens como Ford Pass e o sistema SYNC4. Entretanto, ainda não se sabe ao certo quais versões oferecerão tais tecnologias. A enorme central multimídia em posição vertical (como na linha Volvo) será um dos destaques do modelo internamente.

Para mais economia, a Ford deve, a princípio, apostar no motor 2.0 turbodiesel de 213 cv - já disponível no furgão Transit. Câmbio automático de 10 marchas e a opção de propulsor turbodiesel com 3,0 litros e 253 cv, em síntese, também fazem parte das apostas. Até o momento, nem mesmo a data de lançamento foi confirmada pela Ford.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Ford Bronco Sport
Oferta exclusiva

Ford Bronco Sport