Maserati
Maserati/Divulgação

Novo Maserati GranTurismo tem opções V6 e elétrico Folgore de 750 cv

Nova geração do esportivo Maserati GranTurismo chega em 2023 nas versões Modena (490 cv), Trofeo (550 cv) e Folgore elétrica com 751 cv

Por Vagner Aquino 09 de out, 2022 · 6m de leitura.

O sobrenome Folgore é uma novidade nos carros da Maserati. Ele acompanhará todos os modelos elétricos da marca italiana de luxo. O plano é ter toda a gama disponível em versões alimentadas por baterias até 2025. Assim, o primeiro passo acaba de ser dado. A montadora do grupo Stellantis acaba de apresentar o GranTurismo. Além de adotar motor V6 em dois níveis de potência, o esportivo ataca com uma versão de emissão zero.

Maserati/Divulgação

A princípio, a Maserati oferecerá o GranTurismo em três diferentes opções: Modena, Trofeo e Folgore. Os dois primeiros trazem o conhecido 3.0 V6 biturbo já visto nos irmãos MC20 e Grecale. Batizado como Nettuno, o motor gera 490 cv de potência e 61,2 mkgf de torque máximo. Este, contudo, é o desempenho na versão Modena. Na Trofeo, são 550 cv e 66,3 mkgf. Ambas utilizam câmbio automático de 8 marchas e têm tração nas quatro rodas.

Originalmente, o GranTurismo tinha tração traseira. Entretanto, cabe dizer que a tecnologia permite enviar até 100% do torque do motor às rodas traseiras ou, então, reparti-lo na proporção 50/50 entre os dois eixos. Com este conjunto mecânico, o esportivo leva 3,9 segundos para acelerar até os 100 km/h na versão Modena. O Trofeo faz a mesma tomada de tempo em 3,5 segundos. A velocidade máxima chega a 302 km/h e 320 km/h, respectivamente. Detalhe: o Maserati mede 4,95 metros de comprimento e pesa 1.795 kg – ou seja, é comprido e pesado.

Folgore

De início, vale explicar que Folgore significa “relâmpago” em italiano. Isto posto, trata-se da versão elétrica do esportivo. No total, são três motores elétricos de 300 kW, potência equivalente a 407 cv. Eles são alimentados por um pacote de baterias de íons de lítio de 92,5 kWh compatível com estações de carregamento rápido de 270 kW.

Maserati/Divulgação

Enquanto um dos motores traciona as rodas dianteiras, os outros dois as rodas do eixo traseiro. A potência máxima do sistema supera os 1.200 cavalos. Entretanto, como os propulsores não atingem o pico de potência ao mesmo tempo, a máxima entregue às rodas é de 751 cv, com um torque impressionante de 137,7 mkgf.

Os números, dessa forma, são suficientes para enviar o GranTurismo Folgore dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,7 segundos. Já a velocidade máxima atinge 320 km/h, assim como no Trofeo. Por fim, o esportivo tem sistema de suspensão a ar ajustável, além de freios da Brembo.


Visual

Visualmente, o GranTurismo faz homenagem aos seus antecessores. A principal mudança está nos faróis verticais. Assim, dá até pensar que se trata de uma reestilização do GranTurismo de 2007. Ou seja, permanece o capô longo, perfil baixo e traseira bem curta. As formas, inclusive, conferem um coeficiente de arrasto (Cx) de 0,26 – e de 0,28 na versão V6.

Maserati
Maserati/Divulgação

O interior do esportivo italiano ainda não foi revelado. Porém, promete luxo, bem como a manutenção dos quatro assentos. Aliás, os bancos dianteiros terão ajuste elétrico de 18 posições, promete a marca. A intenção é que a Maserati comece a entregar o novo GranTurismo no segundo trimestre de 2023. Por isso, os preços ainda não foram divulgados. Mas especulações apontam algo em torno de 200 mil euros para a versão Folgore (R$ 1 milhão, na conversão direta). O irmão conversível, GranCabrio, por sua vez, deve ficar para 2024, trazendo as mesmas mudanças.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.