Você está lendo...
Peugeot 208 terá versão de entrada com motor 1.0 Firefly da Fiat
Mercado

Peugeot 208 terá versão de entrada com motor 1.0 Firefly da Fiat

Peugeot prepara versão básica do hatch 208 com motor 1.0 flex e câmbio manual, mesmo conjunto usado pelo Fiat Argo; lançamento será neste mês

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

07 de mai, 2022 · 4 minutos de leitura.

Novo Peugeot 208 mais vendidos
Destaque nas vendas sob gestão da Stellantis, Peugeot 208 terá mecânica de Fiat Argo para buscar o topo do ranking
Crédito:Divulgação/Peugeot

Desde que a FCA se fundiu com a PSA, formando o grupo Stellantis, em janeiro de 2021, a Peugeot está em alta nas vendas no Brasil. Mas ainda é pouco e dá para crescer mais. Para isso, a marca do leão vai intensificar a sinergia do grupo em seus modelos. Assim, prepara o lançamento do 208 com motor 1.0 três cilindros flex Firefly e câmbio manual.

Trata-se do mesmo conjunto mecânico do Fiat Argo em suas versões de entrada. Com a novidade, a francesa espera aumentar de forma expressiva o volume de vendas do hatch compacto, à venda hoje somente com motor 1.6 flex - e na opção elétrica e-208 GT.

Peugeot 208 recall
PEUGEOT/DIVULGAÇÃO

O mesmo conjunto 1.0 Firefly, a princípio, equipará o novo Citroën C3, cujo lançamento ocorrerá neste mês de maio. O hatch com estilo de SUV já está em produção na fábrica da marca em Porto Real (RJ) desde o fim de março. O lançamento estava previsto para abril, mas atrasou.

De volta ao motor 1.0 Firefly, a ideia é que a Peugeot faça a calibração para o 208. Nesse sentido, a potência máxima de 75 cv, entregue no Argo, deve ser um pouco maior. Entretanto, o câmbio será a mesma caixa manual de 5 marchas. Assim, será mais barato que os R$ 74.990 cobrados atualmente na versão Like Essencial 1.6 flex.



Fiat Argo seguro
Fiat/Divulgação

Peugeot já colhe frutos

Sob o guarda-chuva da Stellantis, a Peugeot, que tentava emplacar no Brasil a duras penas, vem decolando aos poucos. Com participação de mercado de 1,07% em abril de 2021, a marca fechou o mês passado com 1,74% das vendas gerais. De acordo com a Fenabrave, associação das concessionárias do País, a marca do leão subiu de 1.752 para 2.370 unidades vendidas. Assim, a francesa passou da 12ª para a 11ª posição do ranking.

A ideia, portanto, é que o motor 1.0 e o câmbio manual alavanquem as vendas do carro chefe da Peugeot. Afinal, a previsão da fabricante consiste em chegar aos 3% de participação no fim deste ano. Para se ter ideia, na comparação com abril de 2021, os emplacamentos do hatch quase dobraram no mesmo mês de 2022. Respectivamente, foi de 991 unidades para 1.736. Já na comparação com março (2.307 vendas), o modelo caiu.

E o motor 1.0 turbo?

Além da versão de entrada, existe a expectativa de a Peugeot disponibilizar também o motor 1.0 turbo flex da Stellantis, disponível, por enquanto, apenas no SUV Fiat Pulse. Ele gera até 130 cv com etanol e um torque de 20,4 mkgf com ambos os combustíveis, e vem acoplado ao câmbio automático CVT que simula sete marchas. Ou seja, o 208 pode ter este conjunto, que é, inclusive, mais interessante que o atual 1.6 flex com câmbio automático.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Toro Endurance Turbo
Oferta exclusiva

Fiat Toro Endurance Turbo