renault kangoo
Divulgação/Renault

Renault Kangoo feito na Argentina vai mudar para ser vendido no Brasil

Renault prepara lançamento do Kangoo argentino no Brasil; furgão multiuso passará por mudanças por conta das leis de emissões brasileiras

Por Jady Peroni 15 de out, 2023 · 5m de leitura.

Após lançar o novo Kangoo E-Tech no Brasil, a Renault confirmou que o furgão feito na Argentina chegará oficialmente ao mercado nacional. Em entrevista ao site Motor1, o diretor industrial da fábrica de Córdoba, Diego Paolini, disse que o modelo chegará no País em breve. Ele ainda comentou que a marca está trabalhando em algumas modificações para o modelo. Um dos motivos para essa adaptação, de acordo com o CEO, é a legislação brasileira que ficou mais rígida em relação aos índices de poluição.

Seja como for, Paolini não confirmou uma data exata para o lançamento do modelo no mercado brasileiro. Cabe lembrar que na Argentina, o modelo foi lançado em 2018 e está disponível em duas configurações, sendo uma comercial e outra para passageiros. Aliás, ele já é exportado para países como México, Colômbia e África. Por fim, diferente do Kangoo E-Tech, versão elétrica que vem da França, o Kangoo feito na Argentina tem como base o Dacia Dokker, modelo romeno.

renault kangoo
Divulgação/Renault

“O Brasil é um dos maiores mercados que temos na América Latina, então faz muito sentido que possamos exportar para o Brasil. Em suma, estamos a trabalhar para adaptar o Kangoo para que possamos cumprir as normas antipoluição. Feito isso, acreditamos que temos uma grande oportunidade de começar a exportar”, disse o CEO na entrevista.

Kangoo terá motor 1.6 flex no Brasil

Sob o capô, o Kangoo oferece duas opções de motorização no mercado argentino. A primeira é 1.6 a gasolina que entrega 114 cv de potência e 15,9 mkgf de troque. Com esse conjunto, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 12,7 segundos e tem velocidade máxima de 166 km/h. O consumo médio, de acordo com a marca, é de 13,1 km/l.

Em seguida, há o 1.5 a diesel com 89 cv e 22,4 mkgf. Nesse caso, o 0 a 100 km/h é feito em 14,1 segundos, a velocidade máxima é de 159 km/h e o consumo é de 20,4 km/l. O câmbio é sempre o manual de 5 marchas independente da versão. No Brasil, entretanto, espera-se que o modelo seja equipado com o motor 1.6 flex. Assim, o principal rival será o Fiat Fiorino.

Divulgação/Renault

Como é o furgão elétrico?

O Renault Kangoo E-Tech estreou no Brasil no começo de outubro. O pequeno furgão elétrico veio substituir a versão Z.E., também a bateria. Entretanto, o novo modelo tem maior autonomia e, segundo a marca francesa, um custo de energia por quilômetro rodado de apenas R$ 0,15. O preço é de R$ 259.990 e todos os 200 exemplares do primeiro lote já estão reservados. Ou seja, mais encomendas só em 2024.


Lançado na Europa há quase três anos, o Renault Kangoo E-Tech traz um motor elétrico de 90 kW (potência equivalente a 120 cv). Ou seja, o dobro da antiga versão Z.E., que tinha 60 cv. Além disso, o furgão tem nova bateria de íons de lítio sob o assoalho com capacidade de 45 kWh. Para comparação, o componente anterior tinha 33 kWh. Dessa forma, alcança autonomia de 210 km na estrada e de 329 km na cidade. Já o ciclo combinado é de 300 km. Veja todos os detalhes.

Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
GWM Ora 03: hatch elétrico chinês é uma boa compra? Conheça
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.