Você está lendo...
Scooter elétrico Voltz EV1 tem assinatura com mensalidade de R$ 620
Lançamentos

Scooter elétrico Voltz EV1 tem assinatura com mensalidade de R$ 620

Em parceria com a Unidas, Voltz abre assinatura da scooter EV1 com três opções de mensalidade; modelo está disponível em São Paulo e Recife

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

15 de mar, 2022 · 6 minutos de leitura.

scooters elétricas
Scooter Voltz EV1 Sport chegou ao Brasil em 2021 e tem até 180 km de autonomia
Crédito:Divulgação/Voltz

O carro por assinatura ganhou força no Brasil em 2021. No entanto, a alta no preço dos combustíveis dificultou a vida do consumidor brasileiro, que está procurando economizar no final do mês. Pois bem, agora, em contraponto aos veículos a combustão, as motos elétricas chegaram nos serviços de assinatura. Ou melhor, os scooters.

A Unidas, empresa especializada em locação de veículos, firmou uma parceria com a Voltz Motors para oferecer, em seu portfólio, a scooter Voltz EV1. O modelo já consta na plataforma da locadora com três opções de planos mensais. De início, são 50 unidades disponíveis para pronta entrega em São Paulo e Recife, onde tem produção.

''Essa parceria evidencia que, cada vez mais, a Voltz tem se consolidado como o principal player brasileiro de mobilidade elétrica em duas rodas. Além disso, mostra o crescente interesse das empresas e da sociedade em migrarem para os veículos elétricos que, inegavelmente, já representam o futuro do transporte'', disse Renato Villar, CEO da Voltz Motors.


Mensalidades partem de R$ 620

scooters elétricos assinatura
Divulgação/Voltz

O scooter elétrico está disponível em planos de assinatura com 18, 24 e 30 meses e quatro opções de quilometragem: 500 km, 1000 km, 1500 km e 2000 km mensais. Além disso, há também duas configurações, com uma ou duas baterias. As autonomias são de 100 km ou 180 km. Na primeira versão, o valor parte de R$ 620. Ele engloba um período de 30 meses e 500 km/mês. Mas, pode chegar a R$ 910 com franquia de 18 meses e 2000 km.

Já na segunda configuração, com duas baterias, os valores sobem. Nessa versão, o plano mais barato sai a partir de R$ 729. O mais caro, com 18 meses e 2000 km, alcança a faixa dos R$ 1.070. Vale lembrar que a assinatura inclui despesas como manutenção, seguro, assistência 24 horas, recarga nas estações de carregamento das lojas Unidas e documentação completa (emplacamento, licenciamento e IPVA). Portanto, o condutor arca com contas diárias, como o ''abastecimento'' em casa, multas, entre outros.




De acordo com Breno Davis, Head de Frotas da Unidas ''a chegada dos scooters elétricos ao portfólio representa uma opção de mobilidade sustentável e econômica, uma vez que os custos com recarga são de apenas R$ 6 por mês, contra quase R$ 300 mensais de um veículo à combustão''. Essa conta, no entanto, vai depender do uso e distância.

Confira a tabela de assinatura:

Voltz - 1 bateria

  • 18 meses: De R$ 829.90 a R$ 909.90
  • 24 meses: De R$ 699.90 a R$ 799.90
  • 30 meses: De R$ 619,90 a R$ 729.90

Voltz - 2 baterias


  • 18 meses: De R$ 999.90 a R$ 1.069,90
  • 24 meses: De R$ 829.900 a R$ 939.90
  • 30 meses: De R$ 729.90 a R$ 849.90

Como é a EV1?

A EV1 Sport chegou ao Brasil no início de 2021 e foi o primeiro modelo da Voltz no mercado nacional. A scooter, feita em Recife (PE), tem potência máxima de 3000W, que permite chegar aos 75 km/h de velocidade. O modelo possui, ao todo, três modos de condução. O primeiro é considerado mais econômico, limitando a velocidade média a 35 km/h. Já o modo 2 roda na faixa de 55 km/h, e o modo 3 a 75 km/h.

Divulgação/Voltz

De acordo com a startup, o scooter na versão com apenas uma bateria acelera de 0 a 60 km em até 12 segundos. O carregamento completo é alcançado após 5 horas, conectada a uma tomada comum de 110V ou 220V. No pacote, a EV1 vem junto com uma entrada USB, conexão Bluetooth, chave presencial e emparelhamento com smartphone.


Já a estrutura comporta um conjunto ótico full LED e um painel digital que permite que o condutor visualize informações como velocidade, capacidade de bateria, quilometragem, entre outros. A motocicleta tem preço a partir de R$ 14.990. Contudo, caso o condutor opte por duas baterias, há um acréscimo de R$ 3.800. Assim, o preço sobe para R$ 18.790.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se