Notícias

SUV chinês da BAIC faz sucesso com visual copiado do Jeep Wrangler

SUV da BAIC com aptidão para o 4x4 é vendido no Paquistão. Modelo chinês tem lateral, rodas, traseira e teto semelhantes aos do Jeep Wrangler

Eugênio Augusto Brito, Especial para o Jornal do Carro

23 de jun, 2021 · 5 minutos de leitura.

Baic BJ40 Plus" >
Baic BJ40 Plus frente
Crédito:Foto: Reprodução/Youtube/PakWheels.com

Se por um lado a China é o segundo mercado global de carros de passeio, com planos inclusive para o Brasil, por outro lado é comum vermos cópias chinesas de modelos famosos, caso desse fac-símile de Jeep Wrangler. O BJ40 Plus é vendido pela chinesa BAIC no Paquistão e consegue “se inspirar” em diferentes carros ao mesmo tempo.

Para o mercado asiático, parece um misto de diferentes utilitários da indiana Mahindra, por conta de proporções e equipamentos específicos. Assim, uma avaliação do BJ40 Plus no Youtube do canal paquistanês PakWheels tem mais de 700 mil visualizações no momento da produção deste texto. Para nós ocidentais, porém, as referências são outras.

Isso porque o chinês BAIC BJ40 copia lateral, coluna C do teto e traseira do Jeep Wrangler, com elementos de outras marcas, como a Suzuki. Até mesmo a opção de se remover parte da estrutura como arco do teto e portas é semelhante ao que temos na configuração Rubicon do Wrangler.

Jeep Wrangler
Foto: Divulgação/Jeep

Também do SUV 4×4 da Jeep vem o estilo das rodas de liga leve, ainda que o modelo chinês tenha caixas de rodas mais largas. Além disso, a grade chega perto da histórica assinatura da Jeep, com suas barras verticais. Porém, a Jeep utiliza sempre sete barras na grade de seus SUVs, enquanto o chinês BAIC BJ40 tem com apenas cinco elementos cromados.

Por sua vez, o design de faróis pega carona em outra marca, a Land Rover, lembrando até mesmo o novo Defender.

BAIC BJ40 Plus
Laterais do BJ40 Plus misturam linhas de Jeep Wrangler e outros SUVs (Divulgação/BAIC)

Alemãs inspiram o interior

Até mesmo a cabine tem sua dose de inspiração em modelos famosos. A tela de instrumentos tem 12,3 polegadas, enquanto a central de entretenimento usa outra tela, sensível ao toque, de 10 polegadas. O arranjo e design de ambas lembra demais os vistos nos carros da BMW. E saídas ventilação são bastante próximas às dos modelos da Mercedes-Benz.

Mecânica digna de off-road

Apesar da cópia de estilo de diversas fabricantes ocidentais, o BJ40 Plus pelo menos parece ter credenciais de SUV off-road real. O motor a gasolina de 2.3 litros tem turbo e injeção direta de combustível, rendendo 250 cv de potência e 35,70 mkgf de torque máximo.

Na comparação com o modelo chinês, o Jeep Wrangler original usa o motor 2.0 turbo com 272 cv e 40,8 mkgf de torque. Gerenciando o motor, o BJ40 Plus tem câmbio automático de seis marchas. No caso do Jeep, temos uma transmissão automática de oito velocidades.



Há ainda opção de motor 2.0 turbo diesel, com câmbio manual de iguais seis marchas. O SUV “cosplay” de Wrangler também oferece bloqueio de diferencial para o off-road, bem como itens como ganchos de reboque montados na dianteira e na traseira.

Continua depois do anúncio

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se