Rafaela Borges

24.09.2019 | 16:27

SUVs agora são esportivos de verdade

Até a marca de hipecarros Bugatti entrará no segmento de SUVs

Lamborghini Urus SUVs de marcas de esportivos
Urus é o SUV mais rápido do mundo Crédito: José Patricio/Estadão
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Quando a Ford lançou o EcoSport, em 2003, inovou: era um utilitário-esportivo baseado em carro compacto de baixo custo. O sucesso da solução acabou lançando tendência, que levou a concorrência a trabalhar em rivais para o SUV. A reação demorou: os principais oponentes do Eco levaram mais de dez anos para chegar. No segmento de SUVs de marcas especializadas em esportivos, a Porsche desempenhou papel semelhante ao Ford.

Foi a fabricante alemã que deu início – com o Cayenne, em 2002, a uma tendência que gera cada vez mais adeptos: as montadoras especializadas em carros esportivos que aderem ao segmento de SUVs. Depois de Lamborghini e Ferrari (leia mais abaixo), chegou a vez de a fabricante de hipercarros Bugatti anunciar que também terá um utilitário-esportivo em sua linha.

Ou, ao menos, um conceito muito semelhante ao de SUVs. CEO da Bugatti, que assim como Porsche e Lamborghini faz parte do Grupo Volkswagen, Stephan Winkelmann disse que a montadora francesa trabalha em um modelo que será capaz de “rodar no fora de estrada de vez em quando”.

Para a Bloomberg, Winkelmann disse que esse carro terá quatro lugares. Falou ainda que a Bugatti procurar financiamento para viabilizar o modelo, que definiu como “sexy”.

Porsche lança moda no segmento de SUVs

O sucesso do Cayenne foi tão avassalador que não apenas tirou a Porsche do vermelho. Ele também ajudou a marca a ter caixa para cogitar comprar a VW. Posteriormente, a fabricante de esportivos acabaria sendo incorporada ao grupo comandado pela Volks.

Hoje, o SUV grande pioneiro está em sua terceira geração, e já não é o único da linha. A fabricante sediada em Stuttgart (Alemanha) também oferece o Macan, de porte médio.

Já a Lamborghini lançou no ano passado o seu primeiro SUV, o Urus. O modelo, com linhas que trazem muito em comum com a de outros modelos da marca, é um utilitário que, de fato, faz jus à palavra esportivo. Tem motor 4.0 V8 de 650 cv e quase 90 mkgf de torque.

 

Vídeo: Teste e todos os detalhes sobre o Cayenne Coupé

 

O modelo acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e atinge 300 km/h de velocidade máxima. No Brasil, tem preço sugerido de R$ 2,4 milhões.

A base do Urus é a mesma de outros carros do Grupo VW, como o Cayenne, o Audi Q8 (recém-lançado no Brasil) e o Bentley Bentayga (leia detalhes sobre esse modelos abaixo).

Mas nem só no grupo alemão, no qual o compartilhamento de plataformas facilita a entrada de marcas de supercarros no segmento de SUVs, está esse tipo de iniciativa. Após anos e anos de especulação, a Ferrari confirmou que terá também um utilitário-esportivo em sua linha. Até o nome já está definido: Purosangue.

O modelo será o primeiro de produção da Ferrari a trazer quatro portas. Além disso, deverá ter cerca de 5 metros de comprimento, segundo a imprensa europeia. O lançamento mundial do SUV Purosangue está previsto para 2022.

Extremo luxo

Além de fabricantes especializadas em carros esportivos, superesportivos e hipercarros, as marcas de extremo luxo também passaram a atuar no segmento de SUVs. É o caso da aristocrática Rolls-Royce, que em maio do ano passado apresentou o Cullinan.

O modelo, descrito pela marca inglesa do Grupo BMW como o SUV mais luxuoso do mundo, traz um sofisticado painel de madeira e motor V12 de 6,75 litros e 571 cv. Quanto às dimensões, são nada menos que 5,34 metros de comprimento.

 

Bentley Bentayga (Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)

 

Os SUVs também passaram a integrar recentemente as linhas de duas marcas posicionadas entre o extremo luxo e a esportividade. A Bentley apresentou no Salão de Frankfurt (Alemanha) de 2015 o modelo que, até a chegada do Urus, era o mais rápido do segmento.

O Bentayga traz várias versões de motor. A opção topo de linha, Speed, vem com um W12 de 626 cv, capaz de levar o SUV britânico de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos.
Da Maserati, o Levante foi lançado em 2016.

SUVs cupês

Uma vertente do segmento de SUVs de luxo que quer dar uma pegada mais esportiva no visual dos utilitários também surgiu nos últimos anos. Nesse caso, porém, a pioneira não foi a Porsche.

Esses modelos são os SUVs cupês, utilitários que têm coluna C rebaixada, para dar ao desenho um aspecto de cupê. O pioneiro desse grupo foi o BMW X6, que chega ao Brasil no ano que vem em terceira geração.

Cayenne Coupé (Foto: Porsche/Divulgação)

 

A concorrência levou mais de dez anos para alcançar a BMW, e agora os rivais do X6 chegam aos montes. O próprio Urus é um SUV cupê, e a Audi acaba de lançar no Brasil o Q8.

A Mercedes-Benz, no entanto, reagiu antes. Há cerca de três anos, lançou no Brasil o GLE Coupé.

Entre o fim de outubro e o início de novembro, mais um representante do segmento de SUVs cupês chega ao Brasil: o Cayenne Coupé.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais