Hilix SRX Plus
Toyota/divulgação

Toyota Hilux SRX Plus é nova versão mais cara da picape; veja o preço

Feita para ficar abaixo da topo de linha GR-Sport, nova Hilux SRX Plus tem melhorias na suspensão, visual mais parrudo, mas ainda á sóbria

Por Rodrigo Tavares 10 de nov, 2023 · 5m de leitura.

A Toyota Hilux, picape média da marca japonesa, acaba de ter uma nova versão anunciada. Trata-se da SRX Plus, última opção antes da esportiva GR-Sport, e traz modificações em relação ao resto da linha. Os interessados na nova versão, que chega já no final deste mês, já podem fazer suas reservas no site da montadora.

Toyota Hilux SRX Plus une luxo com esportividade da GR-Sport e custa menos

Externamente, o que chama a atenção na picape são as molduras no para-lamas, bem como o santo-antônio, pintado na cor do carro, algo já visto na versão topo de linha GR-Sport. Segundo a marca, a peça tem função aerodinâmica e reduz ruídos e vibrações, por exemplo.


Apesar das novidades, o visual no geral ainda é sóbrio, para não canibalizar vendas com a versão esportiva, acima na tabela. Também diferente da versão Conquest, o para-choque dianteiro não tem um visual mais esportivo, por exemplo. A marca aposta no mesmo visual da SRX, com a grade em contorno cromado.

Aerofólio na cor da picape é novidade (Toyota/divulgação)

Entretanto, há novidades no conjunto estrutural. A SRX Plus tem eixos alargados em 140 mm na dianteira e 155 mm na traseira, e amortecedores de tubo duplo, com 3 mm a mais de diâmetro. Os amortecedores traseiros foram reposicionados para fora do chassi, e a SRX Plus é 20 mm mais alta que a SRX normal, resultando em um ângulo de ataque 1 grau maior. Algumas dessas modificações já apareceram na GR-Sport 2023, no entanto.


Motor da Toyota Hilux SRX Plus permanece o 2.8 turbodiesel

Toyota/divulgação

Por dentro, a central multimídia tem 9 polegadas, sensível ao toque e com conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, sem fio. Não há imagens sobre o painel de instrumento, o que cabe presumir que se trata o mesmo do restante da linha, entretanto. Sob o capô, no entanto, está o 2.8 16V turbodiesel de 204 cv de potência e torque de 50,9 mkgf, que trabalha com a transmissão automática de seis marchas. Há também o bloqueio do diferencial traseiro.

Toyota/Divulgação

Dentre os itens de série, estão os freios a disco nas quatro rodas (diferente da Conquest, que tinha tambor atrás), assistentes de subida e descida, sete airbags, e o sistema Toyota Safety Sense, com sistema de pré-colisão frontal com frenagem de emergência. Além disso, há também alerta de mudança de faixa e controle de cruzeiro adaptativo.

Assim, a picape vem com cinco anos de garantia, sem limite de quilometragem (sob uso particular), ou 100 mil km (sob uso comercial), o que ocorrer primeiro. Por fim, o modelo chega ao mercado com seis opções de cores. São elas: Cinza Granito, Prata Névoa, Preto Atitude, Branco Polar, Vermelho Volcano e Branco Lunar, ao preço de R$ 334.890. Entretanto, a versão topo de linha da picape, GR-Sport, custa R$ 372.890.

O Jornal do Carro também está no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Renault Kardian é o próximo rival de Fiat Pulse e VW Nivus

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.