Redação

06/05/2021 - 5 minutos de leitura.

Vendas de usados caem 10,3% em abril

De acordo com dados da Fenabrave, o quarto mês do ano registrou 463,8% de alta sobre as vendas do mesmo período de 2020; acumulado de 2021 cresce 40,3%

vendas
VW Gol é, disparado, o modelo mais vendido do Brasil no mercado de usados e seminovos Crédito: Volkswagen/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

As vendas de veículos usados registraram queda de 10,3% em abril na comparação com março. De acordo com números da Fenabrave, associação que reúne os concessionários do País, foram comercializados 821.159 automóveis e comerciais leves no mês passado. Já o terceiro mês de 2021, todavia, havia registrado 915.537 unidades.

Comparado a abril de 2020, em suma, quando o mercado foi reduzido a pouco mais de 145 mil veículos por causa da paralisação das atividades não essenciais no País – resultado do primeiro impacto gerado pela pandemia do novo coronavírus -, as vendas do mês passado cresceram 463,8%.



Mesmo com restrições de horários, ou fechamento de revendas, ocasionados pelo agravamento da crise de Covid-19, abril, contudo, registrou crescimento também no acumulado do ano. De janeiro a abril, a comercialização de automóveis e comerciais leves usados somou 3.482.171 unidades no Brasil. No mesmo período de 2020, entretanto, o número cai para 2.482.240, segundo dados da entidade.

Vendas de novos x usados

A falta de oferta de modelos zero-km (ocasionada pela escassez de insumos e queda na produção) tem impulsionado a busca do consumidor por modelos seminovos. Com esse desequilíbrio entre disponibilidade e demanda, entretanto, as vendas de veículos usados ficaram em alta – o que explica os números.

vendas
Fiat/Divulgação

Inclusive, alguns modelos vêm passando por supervalorização. Ou seja, empurrado pelo imediatismo da compra, o consumidor acaba pagando mais pelo usado, que sobe de preço. Um exemplo é, portanto, a Fiat Strada Volcano zero-km, que parte de R$ 92.109. Entretanto, uma busca rápida pela internet mostra que alguns exemplares seminovos saem por quase R$ 94 mil, nas mesmas configurações.

Gol é o primeiro da lista

Por falar em Strada, no mercado de seminovos, todavia, a picape da Fiat está longe de repetir o feito da liderança obtida no segmento de novos. Em quarto lugar, vendeu pouco mais de 1/3 do primeiro colocado, o Volkswagen Gol, que, a princípio, registrou 63.408 unidades em abril. Na sequência, em síntese, vêm os Fiat Palio e Uno, com, respectivamente, 38.273 e 36.339 vendas. A lista dos 25 automóveis e comerciais leves usados mais vendidos de abril, você confere abaixo.

vendas
Divulgação/Volkswagen

Em relação às marcas, a lista relembra o mercado de zero-km de décadas passadas com VW, GM, Fiat e Ford, a princípio, formando o grupo das “quatro grandes”. Em síntese, a participação do quarteto ficou em, respectivamente, 20,6%, 19,5%, 19,3% e 9,9%. Na quinta posição, portanto, a Toyota registra 5,2% de market share.

Confira a lista dos 25 automóveis e comerciais leves mais vendidos de abril:

  1. Volkswagen Gol – 63.408
  2. Fiat Palio – 38.273
  3. Fiat Uno – 36.339
  4. Strada – 24.947
  5. Chevrolet Celta – 22.652
  6. Chevrolet Onix – 20.186
  7. Volkswagen Fox – 19.493
  8. Toyota Corolla – 19.028
  9. Volkswagen Saveiro – 18.538
  10. Ford Ka – 18.154
  11. Ford Fiesta – 17.401
  12. Chevrolet Corsa – 17.037
  13. Fiat Siena – 16.627
  14. Hyundai HB20 – 14.547
  15. Honda Civic – 14.223
  16. Chevrolet Classic – 13.926
  17. Chevrolet S10 – 13.343
  18. Renault Sandero – 13.194
  19. Chevrolet Prisma – 11.908
  20. Ford EcoSport – 11.692
  21. Volkswagen Voyage – 11.593
  22. Toyota Hilux – 10.558
  23. Honda Fit – 9.426
  24. Chevrolet Montana – 7.509
  25. Citroën C3 – 6.552

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais