Você está lendo...
Volkswagen vai produzir carros elétricos no Brasil, mas só depois de 2026
Notícias

Volkswagen vai produzir carros elétricos no Brasil, mas só depois de 2026

CEO da Volkswagen, Thomas Schäfer, declarou que produção de elétricos no Brasil é certa, mas que ainda há espaço para híbrido flex

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

05 de set, 2023 · 5 minutos de leitura.

Publicidade

Volkswagen VW
Volkswagen vai produizir elétricos no País após revelação da plataforma de elétricos MEB+
Crédito:DIOGO DE OLIVEIRA/ESTADÃO

O Salão do Automóvel de Munique, na Alemanha, abre nesta terça-feira (5) ao público com muitas estreias importantes, dentre elas o ID GTI Concept, primeiro modelo elétrico da famosa linha esportiva da Volkswagen. A montadora promoveu um evento fechado para a imprensa antes da abertura do Salão, e o CEO, Thomas Schäfer, declarou que a marca vai produzir carros elétricos no Brasil, mas somente depois de 2026. Segundo o executivo, o foco no Brasil é o híbrido flex.



De acordo com o site Motor1, o executivo afirmou que a hibridização deve durar média de 20 anos. Segundo ele, O Brasil se destaca pela geração de energia limpa, o que não acontece na Europa e Índia, por exemplo. Cabe recordar que a Volkswagen já realizou testes com a tecnologia híbrida leve, mas não ofereceu nenhum produto finalizado no mercado até o momento, o que deve ocorrer em breve - tanto para cá quanto para exportação.

Sobre a produção de veículos elétricos no Brasil, Schäfer - após mencionar a data - explicou que a marca "trabalha na renovação da plataforma de elétricos, a MEB+ (evolução da atual MEB, usada por ID.Buzz e ID.4), bem como componentes, tecnologia de infoentretenimento e baterias". O executivo, todavia, não deixou claro como acontecerá essa produção nacional.

Publicidade


Volkswagen
VW ID.Buzz (Volkswagen/Divulgação)

Modelos e versões também não foram mencionados por Schäfer. Contudo, o CEO confirmou que o ID GTI deverá entrar em vendas no mercado brasileiro quando se tornar um carro de produção. Por enquanto, o único Volkswagen elétrico oferecido no Brasil é o ID.4 (já avaliado pelo Jornal do Carro), mas somente por assinatura.

ID GTI Concept

O primeiro elétrico da linha ID com a sigla esportiva GTI quer manter o legado da linha de esportivos mesmo na era dos carros elétricos. É tanto que o ID GTI Concept aproveita parte do conceito ID.2All a fim de ser uma espécie de versão elétrica do Golf. Dá para notar, por exemplo, pelo formato das colunas C (bem largas). Do lado de dentro, a presença da cor vermelha (assim como na carroceria, para um ar de esportividade) e um painel com ausência quase total de botões e duas grandes telas. Não há informações sobre tamanhos.


Volkswagen ID GTI elétrico
Thomas Schäfer e o ID GTI Concept (Volkswagen/Divulgação)

A Volks não revelou as dimensões do novato. Entretanto, acredita-se que o hatch elétrico tenha cerca de 4,05 metros de comprimento e distância entre-eixos de 2,60 m. O porta-malas deve ter 490 litros.

Por ora, a Volkswagen também não divulgou dados técnicos e de desempenho. Desse modo, acredita-se que o ID GTI conte com tração dianteira e potência além dos 231 cv entregues pelo ID.2All. A autonomia deve superar os 400 km (ciclo global WLTP).


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião