Volkswagen vence processo sobre autoria de design do Fusca

O processo contra a Volkswagen foi aberto pela filha de um funcionário, mas uma corte alemã julgou o caso improcedente

Volkswagen Fusca
No Brasil, o modelo foi produzido até 1996 Crédito: Volkswagen/Divulgação

A Volkswagen ganhou um processo sobre direito autoral, que estava sendo movido pela filha de Erwin Komenda. No processo, a requerente pedia indenização, alegando que seu pai havia ajudado na concepção do estilo do Fusca original.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

 

A filha de Komenda pediu 5 milhões de euros, o que equivale a cerca de R$ 19 milhões. Ela argumentou que mesmo os novos modelos incorporavam elementos do Fusca original, o que feria o estatuto de limitações. Por isso, sua reclamação referia-se apenas aos modelos produzidos a partir de 2014.

+ Fusca elétrico foi rifado nos EUA

+ Modelo nacional celebrou seis décadas

+ Fusca 66 foi restaurado na fábrica

A Corte de Brunswick, na Alemanha, examinou os desenhos de Komenda para o modelo original e concluiu que eles eram similares a outros automóveis daquele período.

Fusca original é assinado por Ferdinand Porsche

O julgamento também concluiu que a requerente não foi capaz de provar que seu pai teve participação no design do Volkswagen KdF, modelo no qual o Fusca original foi baseado. O KdF, produzido em 1938, foi projetado por Ferdinand Porsche.

O austríaco Erwin Komenda trabalhou com Ferdinand Porsche nos anos 30. Após a Segunda Guerra Mundial, ingressou na Porsche. Ele morreu em 1966.

A produção do Fusca de terceira geração (foto abaixo) deverá ser encerrada no mês que vem, no México. Somando todas as gerações, o Fusca já tem quase 80 anos de produção, período em que foram vendidos mais de 22 milhões de unidades.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas