Hairton Ponciano

16.09.2020 | 9:00

Novo Polo Track será fabricado pela VW em Taubaté

Informação de que o Polo Track será feito exclusivamente no Vale do Paraíba veio do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região

polo track
Polo Track é a versão aventureira do hatch, e deverá ter adesivos e molduras nas laterais, além da identificação na porta e suspensão levemente elevada, entre outras pequenas mudanças Crédito: @kdesignag
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A família do Volkswagen Polo irá crescer. O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) informou que fechou acordo com a montadora para a produção de um novo automóvel na planta que a empresa alemã tem na cidade. Trata-se do Polo Track, versão aventureira do hatch, que deverá disputar mercado com modelos como Fiat Argo Trekking e Renault Stepway.

Com isso, a nova plataforma MQB passa a ser utilizada também na cidade localizada no Vale do Paraíba. Atualmente, o Polo é produzido em São Bernardo do Campo, em cinco versões: 1.0 MPI, 1.6 MSI (ambos com motor aspirado), Comfortline 200 TSI, Highline 200 TSI (motor 1.0 turbo) e GTS 250 TSI (1.4 turbo).

Os preços partem de R$ 59.200, para o 1.0 aspirado com câmbio manual. No caso da opção mais cara, a esportiva GTS, a tabela atual pode chegar a R$ 107.190.

Nome Track não é novo

O nome Track já foi utilizado nas versões de visual aventureiro do Gol e do Up!, mas não no Polo. As especulações sobre uma versão aventureira do Polo são antigas, e a ideia não foi sepultada com a chegada do Nivus.

O modelo, que acaba de ser lançado no Brasil e será um modelo global, é mais caro e tem outra proposta. Trata-se uma mistura entre cupê e SUV, que atende a outro tipo de público.

Já o Polo Track seria uma versão incrementada com adereços aventureiros, como mostram as projeções feitas pelo designer automotivo Kleber Silva. O modelo poderá ter suspensão levemente elevada, plásticos nas laterais, talvez pneus de uso misto e algum enfeite interno. E só. O Polo Track será produzido exclusivamente em Taubaté.

polo track
@kdesignag

 

Além do Polo Track, haverá nova versão básica

O acordo prevê ainda a produção de um segundo modelo, identificado como Polo LA K1. A montagem sreia compartilhada entre as duas fábricas, Taubaté e São Bernardo do Campo. Embora seja apenas um código da fabricante, especula-se que esse modelo poderá ser o Polo básico, um modelo mais barato, cuja função seria substituir Up!, Fox e até o Gol.

A Volkswagen tem excesso de oferta no segmento de hatches compactos. Up! e Fox não estão vendendo bem. No acumulado do ano, o Fox aparece na 30ª posição no ranking de vendas. O Up! é apenas o 49º. Dos três, o único que tem vendido bem é o veterano Gol. O hatch é atualmente o carro mais vendido da marca, à frente do próprio Polo.



Com o acordo entre a Volkswagen e o sindicato, a empresa “descongela” o investimento que estava previsto para a fábrica de Taubaté, e garante os empregos até 2025. O sindicato informa também que a participação nos lucros e resultados (PLR), no valor de R$ 12.800, está garantido este ano.

De acordo com o Sindmetau, em agosto a Volkswagen apresentou aos sindicatos das regiões em que têm fábricas – São Bernardo do Campo, São Carlos e Taubaté (todas em São Paulo) e São José dos Pinhais (PR) – uma proposta para adequar a produção diante dos efeitos da pandemia, com redução de 35% do efetivo de funcionários nas quatro plantas.

As reuniões com os funcionários começaram no dia 18 de agosto. A proposta de acordo para preservar empregos e investimentos será apresentada aos trabalhadores para votação. A Volkswagen em Taubaté conta com cerca de 3.100 trabalhadores.

Procurada, a Volkswagen não quis comentar as informações.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais