Emily Neri, especial para o JC

15.09.2020 | 14:00

Navio cargueiro movido a vela transportará até 7 mil carros

Enorme embarcação sueca terá 200 metros de comprimento e pretende emitir 90% menos gases poluentes

navio
ILUSTRAÇÃO MOSTRA COMO SERÁ O NOVO NAVIO Crédito: Wallenius Marine/via REUTERS
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Já imaginou um navio cargueiro, destes enormes que vemos atracados em portos, movidos a vento? O grupo de navegação sueco Wallenius RoRo tirou essa ideia do papel. A proposta é pretende lançar comercialmente um navio para transporte de carros movido a vento. A promessa é emitir 90% menos dióxido de carbono (CO²) do que um modelo convencional.

A embarcação, batizada de Oceanbird, será do tipo Ro-Ro (Roll on-Roll off). “Roll on-Roll off”, significa que as cargas entram e saem por conta, ou seja, carros e caminhões, por exemplo. Normalmente, podem armazenar até 4 mil ou 5 mil unidades. eles prometem capacidade de até 7 mil automóveis.

De acordo com o arquiteto Wallenius Marine Carl-Johan Soder, “a tecnologia das velas de asa é bem similar às asas de avião”. Em comunicado, o consórcio afirmou que uma travessia do Atlântico Norte levaria cerca de 12 dias, em velocidade estimada de 10 nós (18,5 km/h).

Isso seria 4 dias a mais do que embarcações Ro-Ro convencionais levam para realizar o mesmo trajeto. O cargueiro também contará com um motor a combustão. A função dele é para operar nos portos, fazer manobras e ser acionado quando o vento estiver muito fraco.

Com lançamento comercial é estimado para 2025, o navio será um gigante do mar. São 200 metros de comprimento, 45 metros de largura e altura máxima de 105 metros. Só as velas terão cerca de 80 metros de altura. Para se ter noção, um dos maiores cargueiros “Ro-Ro”, o MV Tønsberg possui 268 metros e pode transportar até 8 mil veículos.

Modelo pode reduzir as emissões de poluente no transporte marítimo

O preço do navio ainda não foi divulgado, mas a empresa já adiantou que será um pouco mais caro que um Ro-Ro convencional, provavelmente na casa dos milhares de milhões de dólares. As encomendas abrem a partir do próximo ano.

Um acordo firmado na sede da IMO (Organização Marítima Internacional) prevê a redução em 50% das emissões de poluentes do setor marítimo. Atualmente, o transporte marítimo é responsável por 3% da emissão de gases poluentes causadores do efeito estufa no mundo.

A embarcação será produzida pelo grupo de navegação Wallenius RoRo junto ao Instituto Real de Tecnologia da Suécia, à consultoria de navegação SSPA. O projeto também é financiado pela Administração de Transporte Sueca.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais