Primeira Classe Rafaela Borges

Carros com as maiores quedas de vendas

Modelos da Renault e sedã Prisma lideram a lista

Sedã Prisma
Sedã Prisma Projeção é de queda de 24,8% (Foto: JF Diorio/Estadão)

As vendas de carros deverão sofrer queda no mês de maio, na comparação com abril. É o que indicam os resultados prévios de emplacamentos dos 20 modelos mais comercializados do País. Desse grupo, 15 veículos devem registrar redução nas vendas. As maiores quedas estimadas são para Sandero, Kwid e sedã Prisma.

LEIA TAMBÉM

 

Porém, a queda possivelmente não está relacionada à greve dos caminhoneiros. Tomando o carro mais vendido do País, Onix, como base, a média diária de vendas aumentou neste fim de mês.

Na primeira quinzena de maio, o Onix fez média diária de 473 exemplares. Até o dia 20 de abril, esse número aumentou para 491 exemplares.

Somando os emplacamentos dos dias 28 e 29, a média do Onix foi para 551 unidades.

 

VEJA TAMBÉM: AS MAIORES ‘BOMBAS’ AUTOMOTIVAS DO BRASIL

 

Sandero, Kwid e sedã Prisma

Tivemos acesso aos números de vendas entre 1º e 29 de maio. Falta, portanto, apenas mais um dia de emplacamentos para o encerramento do mês (quarta-feira, 30), já que dia 31 é feriado.

No momento, 17 modelos da lista dos 20 mais vendidos estão registrando quedas ante abril. Porém, somamos aos emplacamentos consolidados desses carros mais um dia de vendas (conforme a média diária do mês). Desse modo, é possível ter uma estimativa de quedas mais consistente.

Após a adição de um dia de vendas, o número de modelos em queda caiu para 15. A maior é a observada para o Renault Sandero. A estimativa é de que ele tenha 37,8% de redução nos emplacamentos em maio, na comparação com abril.

O Sandero aparece na 17ª posição do ranking de maio. Em abril, havia sido oitavo. O Kwid, que deve cair da quinta para a 14ª posição (está, neste momento, empatado com a Saveiro), tem queda estimada em 37,2%.

O sedã Prisma conseguiu se manter no grupo dos dez mais vendidos. No momento, é o oitavo colocado, ante a quarta posição de abril.

Porém, o sedã Prisma ainda corre o risco de perder sua posição para a Toro. A picape está apenas 18 exemplares atrás.

A queda estimada para o sedã Prisma ao final de maio é de 24,8%. Outro que deverá ter perda acima de 15% é o Etios, com projeção de 15,6%.

Quedas intermediárias

O grupo dos modelos com quedas entre 10% e 15% inclui os três mais vendidos do País. O Onix deve cair 11,3%, o HB20, 12,1% e o Ka, 14,3%,

Nesse grupo também estão Strada (11,6%), Corolla (14,7%) e Kicks (13,9%).

Os que têm projeção de queda de menos de 10% são Polo (4,3%), Toro (3,3%), Argo (6,5%), Renegade (1,4%), Saveiro (7,5%) e Mobi (6,8%).

Crescimento

Três carros já têm resultados melhores que em abril. Até agora, o Gol cresceu 3,26%, o Compass, 15% e o Virtus, 6,1%.

Com a soma de um dia de vendas, as projeções de crescimento são de 6,8% para o Gol, 19% para o Compass e 9,8% para o Virtus.

HR-V e Creta no momento venderam menos que em abril, mas devem superar o mês passado com a soma dos emplacamentos de 30 de maio. A projeção é de que o Honda cresça 1,3% e o Hyundai, 1,2%.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos