Você está lendo...
Brasil foi o sexto maior mercado de carros em 2022, veja o ranking global
Mercado

Brasil foi o sexto maior mercado de carros em 2022, veja o ranking global

Com liderança isolada da China nas vendas globais de carros, ranking mostra avanço da Índia e do Brasil, que subiu duas posições em 2022

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

31 de jan, 2023 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

carros
China vendeu quase o dobro dos EUA, o segundo colocado do pódio
Crédito:Daniel Acker/Bloomberg

No ano passado, o Brasil vendeu pouco mais de 1,9 milhão de carros e comerciais leves, volume quase 1% menor que em 2021. O número está longe de uma década atrás, quando o País viveu seu auge nas vendas, mas foram suficientes para fazer o mercado nacional subir duas posições no ranking mundial e, dessa forma, ocupar a sexta posição.

Apesar da queda de 2% na comparação com 2021, o mercado global de automóveis e comerciais leves novos fechou o ano anterior com 78,49 milhões de unidades. Mas o número vem de dados preliminares de 78 países. Além das vendas, o ranking revela surpresas.

carros
Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Publicidade


A China continua líder isolada do mercado global de carros e vendeu 26,86 milhões de unidades, um aumento de 2% ante 2021. O segundo lugar do pódio também continua com os Estados Unidos, que registraram 13,83 milhões - um recuo expressivo de 8%.

Por fim, na base do pódio aparece a Índia, com 4,37 milhões de unidades. Isso ocorreu graças à alta de 24% nos emplacamentos, afinal, o país se tornou o berço de importantes lançamentos, especialmente SUVs compactos. Desse modo, não apenas superou o Japão (4,17 milhões), como também a Alemanha (2,87 milhões).

Veja abaixo o top 10 e suas variações frente a 2021:

  • 1º) China: 26,86 milhões (+2%)
  • 2º) EUA: 13,83 milhões (-8%)
  • 3º) Índia: 4,37 milhões (+24%)
  • 4º) Japão: 4,17 milhões (-5%)
  • 5º) Alemanha: 2,87 milhões (0%)
  • 6º) Brasil: 1,95 milhão (-1%)
  • 7º) Reino Unido: 1,90 milhão (-5%)
  • 8º) França: 1,87 milhão (-10%)
  • 9º) Coreia do Sul: 1,65 milhão (-2%)
  • 10º) Canadá: 1,55 milhão (-7%)

Vale mencionar que não foi o bom desempenho do mercado brasileiro que fez o País ultrapassar Reino Unido e França - o Brasil ocupou o oitavo lugar em 2021. A dança das cadeiras ocorreu por causa da drástica queda nos dois mercados. Dentre os motivos, há, por exemplo, os reflexos da guerra entre Rússia e Ucrânia, que respingaram em toda a Europa.


vendas
Renault/Divulgação

Por falar em Rússia, este foi o país com a maior queda de vendas de carros dentre todas as nações. Após entraves como a saída de algumas fabricantes locais e a falta de interesse na compra de veículos novos por parte dos russos, o mercado caiu 59% na comparação com 2021. Desse modo, vendeu 677 mil unidades.



O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Deixe sua opinião