Picapes
Drive AU/Reprodução

BYD tem picape híbrida com autonomia de 1.000 km

Picape híbrida plug-in da BYD apareceu antes da hora na Austrália, onde deve ser lançada ainda no primeiro semestre deste ano

Por Rodrigo Tavares 10 de jan, 2024 · 4m de leitura.

Recentemente, rumores deram conta de que a BYD estaria desenvolvendo uma picape média, com cabine dupla. Agora, imagens obtidas pelo site Drive na Austrália flagraram um veículo que, supostamente, seria a nova caminhonete da marca. As imagens apareceram nas redes sociais, e mostram o modelo sem camuflagem.

Ainda segundo a publicação, o modelo estaria previsto para lançamento ainda este ano. Patentes registradas ainda no ano passado na Ásia previam que o modelo estivesse próximo a aparecer, o que de fato aconteceu. Apenas alguns emblemas estavam escondidos, mas pode-se ver muito da picape.

Drive AU/Reprodução

O site Drive dá conta de que a BYD planeja lançar a picape como opção híbrida plug-in, nos mercados da Ásia e Oceania, mas não ficará sozinha. Uma versão totalmente elétrica pode estar nos planos da montadora, mas com um prazo de lançamento ainda maior, previsto só para 2025. 

Pelas fotos não é possível ver o bocal de abastecimento da picape, e nem o espaço para engate do carregador da bateria. Tais aberturas podem estar escondidas por apliques pretos, não visíveis na imagem, ou colocados do lado do passageiro, que não aparece nas fotos, por exemplo.

Drive AU/Reprodução

Também pode-se ver a tela multimídia retangular de aproximadamente 15 polegadas, sensível ao toque. Além disso, o painel de instrumentos também é digital. Descobriu-se que o modelo é uma picape híbrida por conta do painel, que indicava os níveis de combustível e também da saúde da bateria, exibindo autonomia restante de 1.079 km.

Modelo deve chegar ao mercado australiano ainda este ano

Drive AU/Reprodução

Segundo a site australiano, os importadores da BYD no país já contam até com uma expectativa de preço para a picape média, onde as reservas poderão ter início ainda neste semestre. Desta forma, a caminhonete híbrida plug-in da marca chinesa chegará por lá custando menos de 100 mil dólares australianos, o equivalente à cerca de R$ 327 mil, convertendo diretamente.


Comparando com o mercado nacional, onde não se sabe se o modelo fará parte futuramente ou não, ela custaria próximo a modelos rivais a diesel, como a Toyota Hilux, por exemplo. Entretanto, sua maior rival seria a também chinesa GWM Poer, também eletrificada, que será fabricada no Brasil. Outra opção seria a picape JAC Hunter, também híbrida, por exemplo.

O Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Toyota Hilux SRX Plus une luxo com esportividade da GR-Sport e custa menos


Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.