Lançamentos

C3, HR-V, Strada CVT: veja lançamentos previstos para o começo de 2022

Fabricantes apostam em lançamentos mesmo com vendas menores, dólar alto e paralisações de fábricas; SUVs serão a bola da vez também em 2022

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

28 de out, 2021 · 19 minutos de leitura.

Novo Honda HR-V
Nova geração do Honda HR-V será lançada no Brasil no primeiro trimestre de 2022
Crédito:Honda/Divulgação

Embora as previsões do mercado automotivo estejam longe do ideal rumo ao crescimento - a própria Anfavea já admitiu que há previsão de melhora apenas no segundo semestre de 2022 -, os lançamentos seguem em ritmo acelerado no Brasil. Só neste mês, modelos como Fiat Pulse, Porsche Taycan Cross, Caoa Chery Arizzo 6 Pro, entre outros, chegaram ao País. E a promessa é que o próximo ano siga essa cartilha e seja recheado de novidades já a partir do primeiro semestre.

Situações como dólar alto e falta de chips, de fato, deram uma freada na indústria e elevaram quase que mensalmente os preços dos carros por aqui. Ainda assim, tem bastante montadora cheia de fôlego e esperança para o próximo ano. Um exemplo é a General Motors que, nesta terça-feira (26) lançou a S10 Z71 prometendo mais três lançamentos ainda neste ano. Entretanto, o mais aguardado fica para o ano que vem: a nova Chevrolet Montana.

lançamentos
Sonho Bobbae

Aguardado pelos fãs de picape, o modelo da GM teve apenas o nome revelado. A nova Chevrolet Montana é um segredo guardado a sete chaves pela fabricante. Ainda assim, flagras do modelo foram feitos na Coreia do Sul na semana passada. Ainda sob forte camuflagem, está prevista para chegar ao Brasil apenas em 2023.

Entretanto, o modelo pode, sim, ser antecipado por aqui na intenção de reverter o cenário negativo de vendas da GM. Afinal, por causa da crise dos chips, Onix, Onix Plus e Tracker estão longe dos bons números de outrora. Ou seja, não é de surpreender que a picape seja feita aqui já no ano que vem, afinal, a planta de São Caetano do Sul (SP) está praticamente pronta para fabricar o modelo.

Strada CVT

Ainda no segmento de picapes, mais lançamentos. A Fiat Strada - que é sucesso disparado de vendas frente a concorrência - vai receber mais melhorias. A promessa de unir o motor 1.3 turbo ao câmbio automático CVT que simula sete marchas vai se concretizar até o começo do ano que vem.

O conjunto mecânico (1.3 + CVT) é o mesmo inaugurado no SUV compacto Pulse. Nesse sentido, vai ser a primeira vez que a Strada contará com câmbio automático. A versão topo de linha deve seguir os moldes da irmã maior, Toro, e se chamar Ranch (projeção abaixo).

lançamentos
Kleber Silva/K Design

Vale lembrar que o modelo antigo já teve transmissão automatizada (Dualogic), ou seja, um câmbio manual sem o pedal da embreagem. Mas seu funcionamento péssimo foi, com o passar do tempo, sendo percebido pela clientela. Isso acabou obrigando a Fiat (e outras montadoras que insistiram nessa mecânica) a investir apenas nas caixas automáticas.

Hyundai Santa Cruz

E quem vai chegar na intenção de destronar a Strada no segmento de picapes é a Hyundai Santa Cruz. Com estética bem resolvida, o modelo segue a base e o visual dianteiro do SUV Tucson. O design, em suma, também será seguido pelo SUV Creta na próxima reestilização.

Com boa dose de equipamentos, tem central multimídia com tela de 10" e conectividade Apple CarPlay e Android Auto, além de Hyundai SmartSense (condução semiautônoma). A Santra Cruz começou a ser produzida nos Estados Unidos em junho.

Hyundai Santa Cruz
Hyundai/Divulgação

Para cá, nada foi confirmado. Entretanto, acredita-se que a Santa Cruz desembarque por aqui já no primeiro trimestre do ano que vem. A picape de 4,97 metros de comprimento tem embaixo do capô dianteiro duas opções de motorização. Ambos a gasolina e com 2,5 litros (um aspirado e um turbo), tem potências de, respectivamente, 192 cv e 278 cv.

Citroën C3

Indo para o segmento que mais cresce no Brasil, também não faltam lançamentos. O Citroën C3 é mais um candidato. O modelo deixou a forma de hatch para mergulhar de cabeça no mundo dos SUVs. Revelada no mês passado - após muita especulação - a nova geração do C3 é uma espécie de opção mais barata frente ao C4 Cactus (o único modelo da marca no País atualmente).

Com chegada marcada para o primeiro trimestre de 2022, o modelo produzido em Porto Real (RJ) não teve dados mecânicos revelados. Nesse sentido, especula-se que a motorização seja composta pelas opções 1.0 Firefly e 1.0 GSE turbo (origem Fiat) ou, ainda, o propulsor 1.6 16V flex de 118 cv de potência máxima, que vem do Peugeot 208. Câmbios se dividem entre manual e automático de seis marchas. A mecânica, a princípio, já está no grupo Stellantis, tanto na Fiat quanto na Peugeot.

lançamentos
Citroën/Divulgação
Continua depois do anúncio

Na parte interna, o C3 tem central multimídia de 10" com espelhamento para smartphones (Android Auto e Apple CarPlay). A ideia é que o modelo ofereça 13 opções de customização disponíveis - a cor do teto contrasta com a da carroceria.

City e HR-V

Quem também promete lançamentos para 2022 é a Honda. Uma das poucas a investir em sedãs, a marca trará a nova geração do City ao Brasil no primeiro semestre do ano - e o Civic, na segunda metade do ano. Já à venda no México, o sedã compacto tem motor 1.5 com injeção direta e 119 cv. Por aqui, a promessa é chegar no comecinho de 2022 para encarar Chevrolet Onix Plus, Toyota Yaris e Volkswagen Virtus.

lançamentos
Divulgação/Honda

Ainda sem informações oficiais por aqui - afinal, a Honda não fala em lançamentos futuros -, o City mexicano tem três versões de acabamento e câmbios manual de seis marchas ou o automático CVT.

O motor 1.0 turbo tricilíndrico de até 130 cv e 20,4 mkgf, que está previsto para o Brasil, ficará para depois. De acordo com especulações, provavelmente virá na versão esportiva RS.

Ainda não se sabe o conteúdo local, mas o modelo mexicano tem partida do motor sem chave, câmera no retrovisor direito, controle de cruzeiro automático e tantos outros itens - tudo, a partir da versão base. Na topo de linha, destaque para o ar-condicionado digital e o sistema de entretenimento com tela de 8".

Novo Honda HR-V
Honda/Divulgação

E nem só de sedã viverá a Honda em 2022. O novo HR-V também faz parte da lista de lançamentos e aterrissará em solo brasileiro no ano que vem. Com produção prevista para o início de 2022 em Itirapina (SP), suas vendas começam ainda no primeiro trimestre.

Nesse sentido, o novo Honda HR-V virá totalmente repaginado e vai subir de patamar para encostar no Toyota Corolla Cross. Antes, era concorrente de Jeep Renegade e companhia. Além de manter a atual oferta de motores (1.8 16V flex de 140 cv e 1.5 turbo de 173 cv), o modelo promete versão híbrida e:HEV no portfólio.

Mais SUV

Levando em conta que o Chevrolet Equinox vem enfrentando problemas nos Estados Unidos para abastecer o mercado, o modelo certamente vai atrasar por aqui. Ou seja, vai desfalcar os lançamentos previstos pela GM para este ano e deve ficar para o começo de 2022.

Basicamente, o que muda no Equinox 2022 é o visual e a lista de equipamentos. Entre as novidades, passará a ter central multimídia com internet a bordo. Mas o que chama, de fato, a atenção é o conjunto dianteiro com nova grade e faróis bipartidos. Rodas também diferem e têm detalhes em preto brilhante em nome da esportividade.

SUV Equinox 2022
Chevrolet/Divulgação

Entretanto, o motor deve ser o mesmo do atual Equinox Premier. Trata-se de um 1.5 turbo a gasolina de 172 cv de potência máxima. A tração é AWD.

Pegando carona nessa, quem deve chegar por aqui no ano que vem é o Cruze Sport6 RS. Importado da Argentina, o hatch médio da Chevrolet virá com mudanças estéticas como novos para-choques, novo aerofólio e detalhes escurecidos. Continua intacto o motor 1.4 turbo flex de até 153 cv. O câmbio também continua em única opção: automático de seis marchas.

Compass híbrido

E se o Equinox aposta no visual e mantém a motorização intacta, o Jeep Compass joga em lado totalmente oposto. Renovado neste ano, o modelo ficou devendo apenas a configuração híbrida, que deve ser importada da Europa para cá no início do ano que vem.

Já flagrado no Brasil - em agosto -, o SUV médio deverá ser o primeiro modelo híbrido (plug-in) da linha 4xe no Brasil. Na sequência, a promessa é ter o Renegade 4xe - já como linha 2023. A princípio, o Compass 4xe terá como trunfo o motor 1.3 turbo (a gasolina) aliado a um propulsor elétrico - potência combinada de 240 cv. Como resultado, média de 47 km/l, promete a marca.

De SUV cupê?

Passado o alarde do lançamento do Pulse, a Fiat deve focar agora no seu SUV cupê. Previsto para 2022, o modelo (ainda chamado de Projeto 376), terá desenho próximo ao conceito Fastback, apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018. Nada se sabe até o momento, entretanto, há apostas de uso do motor 1.0 GSE turbo do recém-lançado SUV compacto.

Conceito do Fiat Fastback inspirará visual do novo SUV cupê da marca
Fiat/Divulgação

Por falar em SUV cupê, a Volvo lançará o C40 Recharge no Brasil. Derivado do XC40, trata-se do segundo modelo elétrico da marca sueca por aqui. Com chegada prevista para o comecinho do ano que vem, tem no estilo seu principal destaque, uma vez que seus dois motores elétricos de 408 cv são exatamente iguais aos do irmão SUV. Mesmo com aerodinâmica diferenciada, o desempenho é o mesmo em ambos: 67,3 mkgf de torque e 4,7 segundos até os 100 km/h. A autonomia fica em até 420 km.

?a modelo de luxo

E, ainda sobre lançamentos de SUVs, o grupo Caoa terá nova aposta no Brasil em 2022, a luxuosa Exeed. A ideia é começar pelo SUV LX, que virá da China para, então, bater de frente com os alemães Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA. Para isso, aposta em tecnologias como duas telas digitais de alta resolução com 12,3" cada e até reconhecimento facial. O motor é o mesmo do Caoa Chery Tiggo 8, um 1.6 TGDi a gasolina de 187 cv.

E quem acaba de ser anunciado é o novo Land Rover Range Rover. A quinta geração do jipão de alto luxo apresentada na Inglaterra, no entanto, aterrissará no Brasil já no começo do ano que vem. Um dos principais destaques é a traseira polêmica. Há um nicho na cor preta que envolve a silhueta do modelo e incorpora as lanternas (foto abaixo). Com entre-eixos curto ou longo, tem opções de 4, 5 e 7 assentos.

lançamentos
Land Rover/Divulgação

Em relação à mecânica, o Range Rover tem opções de propulsor V8, turbo, diesel, gasolina, mas o chamariz vai para as versões híbrida e híbrida plug-in. Esta última, P510 PHEV, terá até 510 cv e autonomia de 100 km quando rodar apenas com o motor elétrico.

Kia Niro

Já incluso na lista de eficiência energética e de consumo do Inmetro, o Kia Niro está confirmado para o Brasil. O SUV híbrido deve chegar por aqui já no começo de 2022.

lançamentos
Kia/Divulgação

Na mecânica, o novato conta com motor 1.6 de 105 cv e um elétrico de 44 cv. O câmbio é de dupla embreagem. Terá, como alvo, também o Toyota Corolla Cross.

Elétricos não poderiam ficar de fora

Por fim, os elétricos não poderiam estar de fora da lista de futuros lançamentos. O Volkswagen ID.3 - o veículo zero emissão mais vendido da Europa -, chega no início de 2022, conforme anunciou a própria marca. O hatch tem origem na plataforma modular elétrica (MEB) e três tipos de baterias: 45 kWh, 58 kWh e 77 kWh. As respectivas autonomias são de 352 km, 426 km e 549 km. Em suma, há três tipos de potência: 110 kW (150 cv), 107 kW (146 cv) e 150 kW (204 cv).

Volkswagen ID.3 elétricos
Volkswagen/Divulgação

O Chevrolet Bolt EUV também não demora a chegar ao Brasil. Com 16 centímetros a mais que o modelo hatch (4,30 metros de comprimento), compartilha o mesmo conjunto elétrico. Sua autonomia máxima é de 402 km. Nesse sentido, para se mover, conta com motor elétrico de potência equivalente a 201 cv. Está prometido para o primeiro semestre.

A BYD promete novidades para 2022. Conforme anúncio recente, lançará os SUVs elétricos Tang e Song Plus, e o sedã Han. O primeiro deles, todavia, tem chegada prevista para o início do ano. São, no total, dois motores elétricos (um na frente e outro atrás) com potência equivalente a 496 cv. Tem tração integral e alimentação por baterias de 82,8 kWh que rendem quase 600 km de autonomia.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Caoa Chery Tiggo 8 TXS
Oferta exclusiva

Caoa Chery Tiggo 8 TXS