Você está lendo...
Fiat Pulse: Veja todos os preços, equipamentos e versões do novo SUV
Mercado

Fiat Pulse: Veja todos os preços, equipamentos e versões do novo SUV

Com preço a partir de R$ 79.990, Fiat Pulse quer conquistar clientela de SUVs pelo conteúdo de série, com Wi-Fi a bordo e frenagem automática

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

23 de out, 2021 · 8 minutos de leitura.

Fiat
Fiat Pulse Drive com câmbio CVT parte de R$ 89.990
Crédito:Fiat/Divulgação

O novo Fiat Pulse já está nas 521 concessionárias da marca no Brasil. Com preços a partir de R$ 79.990, o SUV projetado e produzido no Brasil surpreendeu pelo preço competitivo, afinal, tem sido raro ver um SUV abaixo dos R$ 100 mil atualmente. Embora a Fiat fale em 18 rivais, seu maior concorrente será o Volkswagen Nivus. E, no futuro próximo, aparecerão outros rivais, como o novo Citroën C3, por exemplo.

A marca não fala em estimativas de vendas e nem mesmo revelou números esperados do mix de versões. Entretanto, na coletiva com jornalistas, os executivos da marca italiana deixaram escapar que as versões topo de linha devem ter aceitação maior - ou seja, a Fiat espera vender mais as versões com câmbio automático CVT e motor 1.0 turbo flex.


Como é a mecânica?

Além de trazer novas nomenclaturas de versões, a Fiat divide a gama do Pulse com motores aspirado e turbo. As duas primeiras configurações trazem o 1.3 flexível, já presente nas picapes Strada e Toro, por exemplo. O motor gera até 109 cv de potência e 14,2 mkgf de torque com etanol. Já com gasolina, os números caem para, respectivamente, 101 cv e 13,7 mkgf. O 1.3 está disponível com câmbio manual de cinco marchas ou com o novo câmbio automático CVT que simula sete marchas.

Fiat/Divulgação

Nos modelos mais caros, o Pulse é equipado o inédito motor 1.0 turbo flexível, que é indicado pelo número "200" (em menção ao torque, em Nm). O novo motor tricilíndrico com turbo reúne tecnologias como injeção direta de combustível e comando variável de válvulas para, dessa forma, tornar-se o SUV compacto mais potente do mercado.


Nesse sentido, produz 130 cv de potência máxima com etanol (128 cv com gasolina) e 20,4 mkgf de torque - com ambos os combustíveis. O torque do motor da Stellantis é exatamente igual ao 1.0 TSI, da Volkswagen. Entretanto, é entregue mais cedo, às 1.750 rotações, enquanto nos rivais Nivus e T-Cross, o torque surge inteiro aos 2.000 giros.

Fiat Pulse
Fiat/Divulgação

Confira a tabela de preços e versões:

  • Pulse Drive 1.3 flex Manual - R$ 79.990
  • Pulse Drive 1.3 flex CVT - R$ 89.990
  • Drive 1.0 Turbo flex CVT - R$ 98.990
  • Audace 1.0 Turbo flex CVT - R$ 107.990
  • Impetus 1.0 Turbo flex CVT - R$ 115.990

Listas de equipamentos

Assim como o preço atraente e a maior potência do segmento, o novo SUV da Fiat quer fazer bonito também no conteúdo. Desde a versão de entrada (R$ 79.990), tem itens como direção elétrica, controles de estabilidade e de tração, faróis iluminados por LEDs, quatro airbags, sistema de som e ar-condicionado automático e digital.


Fiat Pulse
Fiat/Divulgação

Além disso, tem volante multifuncional com regulagem de altura, computador de bordo, assistente partida em rampa, travas elétricas e controlador de velocidade. O banco do motorista tem regulagem de altura e há barras longitudinais no teto. As rodas em liga leve têm 16 polegadas. A central multimídia (tela de 8,4") vem com Apple Car Play e Android Auto - sem fio - comandos de voz e Bluetooth. Há duas portas USB na frente e uma na parte de trás.

No novo Pulse Drive 1.3 automático (R$ 89.990) adiciona-se, evidentemente, o câmbio CVT, mais console central com apoio de braço e o botão "Sport" no volante. Na estética, tem maçanetas e retrovisores externos na cor da carroceria. Entre os opcionais, só pelo Pack Plus (com câmera de ré, carregador de celular wireless, partida remota com chave e pintura bicolor), a Fiat cobra R$ 4.300.




Drive CVT

A terceira opção da lista (Drive 1.0 Turbo flex CVT, de R$ 98.990) vem com o novo motor Turbo 200 de 130 cv. Os equipamentos são os mesmos da versão 1.3 CVT. Contudo, como opcionais, há dois pacotes. O Pack Plus II (R$ 6.740) e o Pack Connect Me (R$ 3.150), que, dentre os itens, reúne desde rodas de 17" em tom escurecido a bancos revestidos com couro e sistema de navegação integrado à multimídia.

A partir da versão intermediária Audace (R$ 107.990), o Pulse apresenta várias diferenças em relação ao Drive. Na lista, o modelo sai de fábrica com câmera de ré (com linhas dinâmicas), carregador wireless para smartphones e partida remota via chave. Tem borboletas para mudança de marcha atrás do volante e rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas. E traz de série o ADAS, com frenagem autônoma de emergência, alerta de saída de faixa e comutação automática de farol alto.

Fiat Pulse
Fiat/Divulgação

Por fim, a versão topo de linha Impetus (R$ 115.990) acrescenta bancos revestidos com couro e painel de instrumentos de 7" totalmente digital. Retrovisores externos com rebatimento elétrico, sistema de navegação GPS embarcado e teto bicolor também são de série. Nele, o volante tem regularem de altura e profundidade, e a central multimídia vem com tela de 10,1" e tem Apple Car Play e Android Auto wireless.

O Pack Connect Me é o único opcional e custa R$ 2.650. Trata-se do pacote de serviços conectados que oferece hotspot de Wi-Fi 4G com conexão da operadora Tim. A Fiat ainda não informou o valor da mensalidade que será cobrada posteriormente. O serviço tem central de atendimento dedicada, botão SOS e conectividade com smartphones pelo aplicativo MyUconnect, que permite dar comandos à distância, como ligar o motor.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Pulse Drive 1.0 Turbo 200
Oferta exclusiva

Fiat Pulse Drive 1.0 Turbo 200