Você está lendo...
Carro elétrico parte de R$ 140 mil no Brasil, veja os dez mais baratos
Mercado

Carro elétrico parte de R$ 140 mil no Brasil, veja os dez mais baratos

Em pré-venda, Caoa Chery iCar é o carro elétrico mais acessível e supera Kwid E-Tech; lista tem modelos de Fiat, JAC, Nissan, Mini e Peugeot

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

22 de jun, 2022 · 12 minutos de leitura.

carro elétrico
Mercado de carros elétricos começa a ganhar opções mais acessíveis no Brasil, mas preços ainda são altos
Crédito:Montagem/Jornal do Carro

Logo em janeiro, o Jornal do Carro antecipou que 2022 seria mais um ano de recordes de vendas de carros elétricos. Apesar dos preços ainda fora da realidade do País, o mercado brasileiro recebeu bem esses veículos, e os lançamentos não param de chegar. A Caoa Chery, por exemplo, acaba de lançar o iCar, seu hatch elétrico de entrada. Ele chega como o mais acessível, por R$ 139.990. Ou seja, os preço desses modelos tende a baratear com o tempo.

Embora represente pouco mais de 1% dos emplacamentos, o carro elétrico já faz parte da realidade do Brasil. Atualmente, é possível comprar um veículo alimentado por baterias pelo mesmo valor médio de um SUV compacto. O Caoa Chery iCar e o Renault Kwid E-Tech, por exemplo, custam menos que a versão de topo de linha do Chevrolet Tracker, que alcança os R$ 150 mil. Confira abaixo a lista dos 10 carros elétricos mais baratos à venda no País.


1) Caoa Chery iCar ? R$ 139.990

O pequeno hatch elétrico da marca sino-brasileira está em pré-venda e chega às concessionárias ainda neste mês com o status de carro elétrico mais barato do País. Por R$ 139.990, o iCar desembarca mais em conta que o Renault Kwid E-Tech. Assim como outros rivais, leva só quatro adultos e tem como destaque a tela central de 10,25" no painel. Entretanto, suas dimensões são bem reduzidas. Tem 3,20 metros de comprimento e 2,15 m de entre-eixos.

Caoa Chery iCar
Caoa Chery/Divulgação

Todavia, o modelo promete fôlego no trânsito. Tem motor elétrico com 61 cv de potência e 15,3 mkgf de torque, e um pacote de baterias de 30,8 kWh. Com a carga completa, tem até 282 km de autonomia. Segundo a Caoa Chery, o hatch leva só 36 minutos para recarregar por completo em estações de carga rápida. Já em carregadores de parede (Wallbox), requer 5 horas para encher as baterias. Por fim, em tomadas comuns, a recarga leva 11 horas.




2) Renault Kwid E-Tech - R$ 146.990

Lançado em maio no Brasil, o Kwid E-Tech estava prometido pela Renault desde o fim de 2021. Com preço de R$ 142.990 na pré-venda, o hatch esgotou o primeiro lote de 750 unidades. Por isso, já subiu de preço para R$ 146.990. O visual não traz surpresas, afinal, é quase idêntico ao do Kwid flex. Mas ele traz um motor elétrico de 65 cv e 11,5 mkgf de torque máximo. As dimensões são as mesmas, com 3,68 m de comprimento e 2,42 m de entre-eixos.

Renault Kwid elétrico
DIOGO DE OLIVEIRA/ESTADÃO

Cabe destacar que o Renault Kwid E-Tech chegou importado da China como carro elétrico mais barato do Brasil. Entretanto, recebeu um aumento de R$ 4.000.


3) JAC E-JS1 ? R$ 159.900

Outro modelo que veio como o carro elétrico mais barato do País é o JAC E-JS1. O subcompacto chegou em novembro de 2021. Ele é feito na pela Si Hao, joint venture formada pela JAC Motors e pela Volkswagen. O hatch tem motor de 61 cv de potência e torque de 15,3 mkgf de torque, e traz uma bateria livre de cobalto, com capacidade de 30 kWh. Assim, acelera de zero a 100 km/h em 13 segundos. Entre os itens de série, destaque para o interior moderno. O painel uma tela de 10 polegadas para central multimídia (10") e outra de 6" para o quadro de instrumentos.

4) Renault Zoe ? R$ 239.990

Outro Renault na lista dos elétricos mais acessíveis é Zoe. O hatch chegou no País em abril de 2021, com estética revisada e novas baterias de 52 kWh. Seu motor elétrico gera 135 cv e 25 mkgf, que o permite chegar aos 100 km/h em 9,5 segundos. A autonomia com carga cheia chega a 385 km. Sua lista de equipamentos é bem completa. Tem ar-condicionado digital e tela central com 7" e espelhamento Apple CarPlay e Android Auto, por exemplo.


elétrico
Diogo de Oliveira/Jornal do Carro

5) Mini Cooper S E - R$ 249.990

Com motor elétrico de 184 cv e 27,53 mkgf de torque, e aceleração de zero a 100 km/h em 7,3 segundos, o Cooper S E também chegou a pouco tempo no Brasil. Suas baterias de 42 kWh de capacidade fornecem até 234 km de autonomia. Por dentro, o Mini Cooper elétrico tem quadro de instrumentos digital com 5", bem como uma tela de 8" no centro do painel. Há assistentes eletrônicos de condução, head-up display, ar-condicionado de duas zonas e conexão com internet para atualizar notícias, informações de clima e trânsito, além de locais de recarga das baterias em tempo real. Ele também oferece monitoramento 24 horas.

Mini Cooper elétrico
Diogo de Oliveira/Estadão

6) Fiat 500e - R$ 255.990

O simpático Fiat 500 voltou ao mercado, entretanto, desta vez, como modelo elétrico. Cem por cento renovado, o 500e, a princípio, agora tem motor elétrico de 118 cv e 22,4 mkgf. Acelera até os 100 km/h em 9 segundos, de acordo com a Fiat. Sua autonomia pode render até 320 km, com carga completa nas baterias - de 42 kWh.

elétrico
Fiat/Divulgação

Criado com base na plataforma Mini BEV, a releitura do Cinquecento tem soluções como três modos de condução e tela central de 10" que engloba série de recursos, como o controle do ar da cabine, por exemplo. Conexão por aplicativo e até maçaneta elétrica completam a lista.


7) JAC E-JS4 - R$ 256.900

O SUV elétrico da JAC aterrissou no Brasil há quase um ano. Na ocasião, a meta do Grupo SHC, que representa a fabricante chinesa por aqui, era vender 50 unidades por mês. Como atributos, o motor de 150 cv e 34,7 mkgf, capazes de levá-lo aos 100 km/h em 7,5 segundos.

elétrico
Vagner Aquino/Jornal do Carro

As baterias de fosfato de ferro-lithium (que impedem a interferência de temperaturas externas nos módulos) têm 55 kWh de capacidade máxima de recarga e rendem ao E-JS4 autonomia total de 420 km. Na lista, central multimídia de 10,25" com câmeras de ré e 360 graus e ar-condicionado (automático e digital) com comandos touch.


8) JAC E-J7 - R$ 259.900

Arrancadas vigorosas e visual ousado são as principais armas do JAC E-J7 contra rivais como Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. Com preço paralelo aos rivais, o chinês oferece o plus da motorização elétrica. Ou seja, desmistifica que carro elétrico tem que ser mais caro. E não faz feio frente à trinca de alemães. Com potência de 193 cv e 34,7 mkgf, tem a vantagem do torque imediato e torna-se mais forte. Precisa, portanto, de apenas 5,9 segundos para fazer de 0 a 100 km/h.

JAC e-J7 elétrico
JAC/Divulgação

Com dedos do Grupo Volkswagen (na parte dinâmica de chassi), o modelo tem belo visual e boa lista de equipamentos. Destacam-se: painel de instrumentos digital (10,25"), tela central (13") em formato vertical com conexão Apple CarPlay e Android Auto (por fio), além de bancos revestidos com couro e monitoramento de pressão de pneus.


9) Peugeot 208 e-GT - R$ 276.990

Nada menos que R$ 32.000 mais caro do que na época do lançamento, há 9 meses, o Peugeot 208 e-GT ainda figura a lista dos 10 elétricos mais baratos do Brasil. Destaque para o visual arrojado (como na versão a combustão). Tem motor elétrico de 136 cv e chega aos 100 km/h em 8,3 segundos. Entretanto, quem ajuda nessa missão é o torque de 26,5 mkgf.

Peugeot 208 e-GT
Stellantis/Divulgação

Alimentado por bateria de 50 kWh, tem modos de condução (Eco, Drive e Sport), além do B-Mode, que é o modo de frenagem regenerativa e permite condução por apenas um pedal. Com isso, pode rodar até 400 km com apenas uma recarga.


10) Nissan Leaf - R$ 293.790

Em números, o Nissan Leaf é o carro elétrico mais vendido no mundo - e o primeiro comercializado em larga escala. Dentre suas vantagens, além do preço dentro da média para o segmento, tem motor elétrico com 149 cv e 32,6 mkgf de torque. Suas baterias de íons de lítio (40 kWh) dão autonomia máxima de 389 km.

econômicos
Nissan/Divulgação

Dentre os itens de série, oferece tela central com 7", ar-condicionado e a tecnologia e-Pedal. Por meio dela, é possível acelerar e frear o carro apenas comandando o pedal da direita.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Caoa Chery Tiggo 5X PRO 22/23
Oferta exclusiva

Caoa Chery Tiggo 5X PRO 22/23