Você está lendo...
Carros elétricos: veja lista dos modelos mais esperados para 2022
Lançamentos

Carros elétricos: veja lista dos modelos mais esperados para 2022

Listamos os principais veículos elétricos confirmados para o Brasil em 2022, como os VW ID.3 e ID.4, o novo Chevrolet Bolt e o BYD Tan EV

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

04 de jan, 2022 · 14 minutos de leitura.

elétricos
Em 2021, cerca de 6,6 milhões de unidades de carros elétricos foram vendidas no mundo
Crédito:Pixabay/Divulgação

Os veículos elétricos já começam a ser vistos com alguma frequência no Brasil. Sobretudo, essa presença é mais comum nas grandes cidades. Porém, a infraestrutura ainda restrita e o alto preço limitam as vendas. Assim, o Nissan Leaf, modelo 100% elétrico mais emplacado do País, teve apenas 439 unidades vendidas em 2021. Para comparação, a Fiat Strada, que liderou o topo do ranking, somou mais de 100 mil vendas no mesmo período. Seja como for, o cronograma de estreias para 2022 é intenso.

Isso porque desde o dia 1º de janeiro estão valendo as novas regras de controle de emissões por veículos. Assim, várias marcas se preparam para estrear no segmento no País. Outras, por sua vez, vão ampliar a oferta de produtos eletrificados. O Jornal do Carro listou algumas das novidades que já estão confirmadas para o mercado brasileiro. Confira:

Volkswagen ID.3

Elétricos Volkswagen
Volkswagen/Divulgação

Nossa lista começa com um modelo que promete revolucionar o segmento de veículos eletrificados do Brasil. Com estreia prevista entre o fim deste ano e o inicio de 2023, o Volkswagen ID.3 é um hatch. O modelo, que em outros mercados tem preço relativamente acessível, promete ser uma espécie de "novo carro do povo".

O ID.3 tem baterias de 58 kWh sob o assoalho. Assim com em outros carros elétricos, isso melhora o aproveitamento do espaço interno e, de quebra, a estabilidade, graças ao centro de gravidade mais baixo. Posicionado na transversal e no eixo traseiro, o motor tem potência equivalente a 204 cv. O torque é de cerca de 31,6 mkgf. Segundo a Volkswagen, a autonomia é de até 426 km no ciclo WLTP.

Volkswagen ID.4

Elétricos Volkswagen
Volkswagen/Divulgação

Porém, os planos da VW não param por aí. Depois do ID.3, virá o SUV ID.4. Com o mesmo motor 100% elétrico do hatch, o modelo deverá concorrer com BMW i3, Volvo XC40 e companhia. A plataforma dos dois modelos é a MEB, voltada a veiculos elétricos. O ID.4 tem itens como ar-condicionado de três zonas e central multimídia com tela de 12 polegadas.

Renault Kwid ZE

elétricos
Dacia/Divulgação

Seja como for, no quesito popularidade o elétrico que pode virar o mais vendido do Brasil é o Renault Kwid ZE. Confirmado para 2022, deverá ser o carro do tipo mais em conta do mercado. Trata-se da versão elétrica do subcompacto bem conhecido dos brasileiros. No momento, o veículo movido a eletricidade mais barato do País é o JAC E-JS1. Importado da China, o hatch da JAC tem preço sugerido de R$ 164.900.


Aliás, o Kwid ZE também virá ao Brasil importado da China. Porém, deverá ter algumas diferenças visuais em relação ao Renault vendido no mercado chinês. Contudo, o motor elétrico, que gera 44 cv de potência e 12,1 mkgf de torque, não muda. De acordo com a marca, o carrinho chega a 104 km/h e tem autonomia em torno de 200 km. As baterias são de 27,4 kWh.

Volvo C40 Recharge

Volvo C40 Recharge
Volvo/Divulgação

Outra novidade que chegará ao Brasil no comecinho de 2022 é o Volvo C40 Recharge. O SUV com estilo de cupê será o segundo modelo 100% elétrico da Volvo a desembarcar no País. O primeiro foi o XC40 Recharge Pure Electric.


Nesse sentido, exceto pelo visual da coluna "B" para trás, o novato é igual ao modelo lançado no Brasil em 2021. Portanto, também tem dois motores elétricos, sendo um em cada eixo. No total, a potência é de 408 cv e o torque, de 67,3 mkgf. Para acelerar de 0 a 100 km/h, o modelo da Volvo precisa de apenas 4,7 segundos. Assim como no "irmão", a autonomia chega a 420 km. O mérito é das baterias de 78 kWh.

Chevrolet Bolt EV

Chevrolet Bolt
Chevrolet/Divulgação

Da GM, o destaque é o Bolt EV renovado. O modelo, aliás, não chegou ainda por causa de atraso ocasionado pela falta de chips e de um recall por risco de incêndio. Em agosto, a GM abriu pré-venda de 20 unidades do modelo no Brasil. Embora o preço sugerido fosse de R$ 317 mil, ou R$ 50 mil a mais que o antecessor, o lote se esgotou em 24 horas.


Segundo a marca, essa unidades seriam entregues em setembro de 2021. Porém, com o atraso na produção o novo prazo é até o fim do primeiro trimestre de 2022. O Bolt EV traz mais equipamentos e atualização no visual. Assim, foram redesenhados grade dianteira, faróis, lanternas traseiras, cabine e até as rodas. Porém, o motor elétrico, que gera o equivalente a 203 cv de potência e 36,7 mkgf de torque, foi mantido.

No Brasil, os compradores dos 20 primeiros Bolt ganharam carregadores wallbox instalados. Por fim, esses proprietários têm direito ao serviço de conectividade OnStar. Bem como a um ano grátis de wi-fi nativo e pacote Protect & Connect. O Bolt EUV, como é chamada a versão SUV do modelo, deve desembarcar no País até o fim de 2022.

BYD Tan EV

BYD Tan
BYD/Divulgação

A BYD, que já atuava no Brasil no segmento de ônibus e comerciais leves elétricos, também venderá automóveis. Nesse sentido, deu início às reservas do Tan EV. O SUV feito na China chega no primeiro trimestre de 2022. Porém, os preços não foram divulgados. De acordo com a marca, a tabela deverá ficar entre R$ 400 mil e R$ 500 mil. Assim, se a programação for mesmo mantida, o Tan EV será o primeiro SUV elétrico de sete lugares vendido no mercado brasileiro.

De acordo com a BYD, o carro tem pacote de baterias de 86,4 kWh. Como resultado, pode rodar até 472 km entre as recargas. Segundo a marca, em estações de corrente contínua de 110 kW, dá para repor 80% das baterias em cerca de 30 minutos. O carro tem dois motores elétricos, um em cada eixo. Portanto, a tração é integral. Conforme a fabricante, a potência total é equivalente a 517 cv e o torque é de 69,3 mkgf.

BYD Han EV

BYD
BYD/Divulgação

Também da BYD, o sedã Han EV ´´e outro modelo 100% elétrico que logo estará à venda no Brasil. Assim como seu irmão SUV, o modelo inédito se destaca pela ampla lista de itens de série. Nesse sentido, traz vários itens de luxo, conforto e, também, de segurança. Bem como dois motores elétricos, um em cada eixo.

Porém, diferentemente do SUV a potência é 4,65% menor. Ou seja, de cerca de 493 cv. Por sua vez, o torque também é de 69,3 mkgf. Na prática, o sedã pode acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos. De acordo com a marca, a autonomia pode chegar a 550 km. Seja como for, a BYD não confirmou a data exata de estreia do carro no País. Informou apenas que será em 2022.

Ford Mustang Mach-E

elétricos
Ford/Divulgação

Desde a primeira apresentação do Mustang Mach-E, a Ford deixou claro que seu SUV inédito seria um carro global. Assim, sua vinda ao Brasil já estava certa e deveria ter ocorrido em 2022. Porém, com a pandemia o projeto acabou sendo adiado. Feito no México, o modelo tem versões com motores elétricos com potências entre 260 cv e 487 cv. Neste último, o toque máximo é de impressionantes 87,7 mkgf.

Por ora, não há informações sobre qual versão deve ser vendida no País. Porém, com base na estratégia que a marca vem adotando, o mais provável é que seja a de topo da linha. Foi assim com o SUV Bronco e a picape Maverick. Além do próprio cupê Mustang, que recentemente veio na configuração Mach 1. De acordo com a marca, a autonomia do SUV elétrico Mustang Mach-E pode ultrapassar os 600 km.

JAC E-J7

elétricos
JAC/Divulgação

Por cerca de um ano, a JAC vem oferecendo o E-JS1, tabelado a R$ 164.900. Ou seja, trata-se do carro elétrico mais barato do País. Porém, agora a marca chinesa vai ampliar seu portfólio de automóveis a eletricidade à venda no País. Dessa forma, promete lançar o E-J7. O fastback elétrico está em fase de pré-venda, com preço sugerido de R$ 259.900. Segundo a importadora, as primeiras unidades do modelo feito em parceria com a Volkswagen começam a ser entregues em março.

Em relação às dimensões, a novidade tem 4,77 metros de comprimento e 2,76 m de distância entre os eixos. De acordo com a JAC, o motor elétrico do E-J7 gera cerca de 192 cv de potência e 34,7 mkgf de torque. Além disso, suas baterias têm capacidade máxima de 50,1 kWh. Assim, garantem autonomia de até 402 km.

BMW iX

elétricos
BMW/Divulgação

Uma das várias promessas da BMW para o Brasil em 2022 é o iX. O SUV tem dois motores elétricos que, juntos, geram potência equivalente a 523 cv. De acordo com a marca bávara, o novo carro deve começar a chegar às lojas do País no primeiro trimestre desta ano.

Feito em Dingolfing, na Alemanha, onde também são produzidas suas baterias, o iX começou a ser fabricado em julho. Segundo a BMW, o SUV tem tração nas quatro rodas, graças aos motores elétricos, sendo um em cada eixo. Como resultado, acelera de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos. A velocidade máxima é de 200 km/h. Além disso, com as baterias de 106 kWh a autonomia pode chegar a 500 km, de acordo com a marca alemã.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se