Você está lendo...
Chevrolet Monza ganha novo visual com traseira que lembra o Onix Plus
Notícias

Chevrolet Monza ganha novo visual com traseira que lembra o Onix Plus

Reestilização do Chevrolet Monza altera a dianteira do sedã, que ganha as linhas mais modernas da marca; motor 1.5 a gasolina gera 109 cv e vem com câmbio manual

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

12 de jun, 2022 · 4 minutos de leitura.

Monza
Monza foi sucesso de vendas no Brasil entre as décadas de 1980 e 1990
Crédito:Ministério da Indústria e Informação da China/Reprodução

O Chevrolet Monza era um sedã com proposta premium no Brasil. Tanto é que, quando saiu de linha no País, em 1996, foi substituído pelo Vectra. Entretanto, o Monza atual, à venda no México e em mercados asiáticos, tornou-se um sedã mais modesto, ao estilo do antigo Cobalt. Na China, o Monza ganhará uma reestilização, conforme mostram as imagens do departamento de patentes local. A frente é toda nova, mas a traseira lembra o Onix Plus.

Monza
Ministério da Indústria e Informação da China/Reprodução

As imagens do Ministério da Indústria e Informação da China revelam, portanto, a renovação do modelo, feito sobre a plataforma D2XX (a mesma do Cruze) E ele é mesmo parecido com o Onix sedã. Salvo a nomenclatura "Monza" colada na extremidade esquerda da tampa do porta-malas, parecem irmãos. Mas há mudanças no para-choques, refletores e, principalmente, no abrigo da placa, que fica no meio da tampa do porta-malas.




Dianteira

Já quando visto de frente - ponto-chave desta reestilização -, a história é outra. O Chevrolet Monza 2023 tem novos faróis iluminados totalmente com LEDs. O conjunto óptico é mais estreito e a grade tem formato em "X" com preenchimento do tipo colmeia. O conjunto lembra outros modelos da marca, como o novo Blazer, por exemplo. Nas laterais, a princípio, nada muda. Há três novas rodas, retrovisores com capas pretas, aerofólio e teto solar.

Ministério da Indústria e Informação da China/Reprodução

Na China, o sedã de 4,66 metros de comprimento e 2,64 m de entre-eixos - ou seja, bem maior que o Onix Plus, com 4,47 m e 2,60 m, na mesma ordem - usa o motor 1.5 16V para se mover. Informações apontam redução de potência, de 112 cv para 109 cv. Ao contrário do Brasil, onde o câmbio automático tem a preferência, o Monza chega à China com transmissão manual de 6 marchas. Há, contudo, quem aposte que esta seja a última reestilização do modelo, que deve encerrar, definitivamente, sua carreira para dar espaço a novos SUVs.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier