Mercado

Carros de luxo seminovos têm supervalorização de preços em 2021

Puxados pela alta inflação dos veículos 0-km e usados, carros de luxo encareceram acima da média e dispararam de preços desde janeiro

Jady Peroni, Especial para o Jornal do Carro

07 de out, 2021 · 5 minutos de leitura.

mercedes luxo" >
Mercedes-Benz GT 43 AMG foi o carro de luxo mais valorizado entre janeiro e setembro de 2021, com aumento de 60,72%.
Crédito:Divulgação/Mercedes

O mercado automotivo vem passando por reviravoltas desde o início da pandemia da Covid-19. A disparada nos preços dos carros 0-km puxou uma alta cotação dos modelos usados, o que superaqueceu também o mercado de seminovos. Nesse sentido, os veículos de luxo apresentam uma polpuda valorização, o que vai na contramão do senso comum de que comprar carro importado é ''perda de dinheiro''.

De acordo com uma pesquisa da Mobiauto, startup do segmento automotivo, oito marcas premium tiveram uma supervalorização em 2021. A média, entre janeiro e setembro deste ano, é de 17,5% de alta nos valores. Assim, os veículos de luxo estiveram acima da média de valorização global, que ficou em 13,4%.

''No caso dos importados premium, a volatilidade foi ainda maior, pois eles sofreram diretamente os efeitos da elevação do dólar nesse período, e tiveram, então, reajustes mais significativos. Os seminovos só acompanharam o viés de alta'', resume o consultor automotivo e CEO da Mobiauto, Sant Clair Castro Jr.

Volvo
Vagner Aquino/Jornal do Carro

Porsche na liderança

Entre as marcas que tomaram a frente desse crescimento, a Porsche ocupa o primeiro lugar com uma valorização expressiva de 25,3%. Em seguida, vem a inglesa Land Rover, com 17,8%, e a BMW, com 17,3%. Logo depois, Mercedes-Benz, Volvo e Audi aparecem com uma alta de 16%. E, por fim, a lista se encerra com a Lexus, que valorizou 15,6%.

No entanto, no final da lista, a pesquisa também inclui a Jaguar, única marca a crescer abaixo da média mundial, com valorização de 12,8%. Contudo, os pesquisadores consideram o resultado um ''empate técnico'', já que a diferença é só de 0,6%.

Então, salvo exceções no mercado, os clientes que adquiriram modelos 2020 e 2021 dessas marcas vão lucrar, caso vendam seus veículos. Hoje, com o aumento na procura, os valores dos carros de luxo estão inflacionados. Ou seja, a tabela de preços atual de carros premium seminovos está acima do que foi pago da compra do veículo 0-km.

  1. Porsche - 25,3%
  2. Land Rover - 17,8%
  3. BMW - 17,3%
  4. Mercedes-Benz - 16,8%
  5. Volvo - 16,4%
  6. Audi - 16,2%
  7. Lexus - 15,6%
  8. Jaguar - 12,8%  
Porsche 911 Carrera GTS Coupe 2021
Divulgação/Porsche

Modelo da Mercedes puxa aumento de valores

Além de trazer as marcas com os maiores índices de valorização, a pesquisa da Mobiauto aponta os modelos que influenciaram nessa média e estão bem mais caros após o primeiro ano de uso. A Porsche ocupa majoritariamente o "top 10" do ranking, com 5 posições.

Contudo, o carro de luxo que mais valorizou entre janeiro/21 a setembro/21 foi o Mercedes-Benz GT 43 AMG, com um aumento de 60,7%. No começo do ano, o cupê (ano/modelo 2020) custava R$ 498,5 mil. Hoje, o mesmo esportivo alemão tem preço de R$ 800 mil.



Logo depois, do segundo ao quinto lugares, a Porsche marcou presença. O 911 Carrera, nas versões 2020 e 2021, tiveram acréscimo médio de 47%. Em seguida, as duas versões do 718 Cayman ficaram com aumento médio de 46%. E, por último, aparece o Macan 2.0 turbo, com 44,52% de crescimento e valor estimado de R$ 490 mil.

Continua depois do anúncio

Além destes, modelos da BMW, como o X7 M50i, e da Audi, como o Q7 3.0 V6, também estão entre os carros premium mais valorizados no período, com um aumento de 38,70% e de 36,17%, respectivamente.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se