Mercado

SUVs mais vendidos: Renegade e Compass isolados, T-Cross e Tracker voltam à disputa

Avassalador nas vendas em 2021, mercado de SUVs já responde por 41% das vendas totais de veículos 0-km no Brasil; veja o ranking de setembro

Diogo de Oliveira

07 de out, 2021 · 6 minutos de leitura.

SUVs mais vendidos Jeep Compass" >
Jeep Compass foi o SUV mais vendido do mercado brasileiro em setembro, e é o vice-líder no ano, atrás do irmão Renegade
Crédito:Jeep/Divulgação

O mercado brasileiro de SUVs está literalmente dominado pela Jeep. Entre janeiro e setembro, a marca de SUVs do grupo Stellantis emplacou mais de 111 mil unidades da dupla Renegade e Compass. Com um fôlego mensal impiedoso, dificilmente a Jeep perderá a liderança em 2021. Mas GM e Volkswagen esperam um fim de ano melhor para T-Cross e Tracker.

Em 2020, o T-Cross foi o SUV mais vendido do Brasil. Entretanto, neste ano, a escassez de chips fez a marca alemã parar a produção na fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná. Assim, para reduzir o prejuízo, a Volkswagen lançou a versão Sense, que era exclusiva para PCD. E, por isso, tem menos equipamentos - e demanda menos semicondutores.

Volkswagen T-Cross SUVs mais vendidos
Volkswagen/Divulgação

Fim do Fox e prioridade para o T-Cross

Nesta semana, a montadora alemã anunciou - com algum atraso - o fim da produção do Fox. Tal como revelamos no Jornal do Carro, o hatch teve, portanto, sua última unidade produzida no dia 29 de setembro. Na ocasião, funcionários quebraram o protocolo, e, então, publicaram fotos do modelo nas redes sociais. Dessa forma, o Fox se despede para que a fábrica paranaense concentre seus esforços na produção do T-Cross.

Produção dobrada para o Tracker

Do lado da General Motors, a expectativa é de retomar os volumes do Chevrolet Tracker entregues no início de 2021. Em março, a montadora chegou a emplacar 6.410 unidades do SUV feito em São Caetano do Sul (SP). Contudo, a fábrica precisou parar no meio do ano, para preparar a linha de montagem para receber a nova geração da picape Montana.

GM Tracker SUVs mais vendidos
Chevrolet/Divulgação

Para se ter ideia do impacto, com a paralisação em São Caetano do Sul, o Tracker teve só 244 unidades emplacadas em julho. Mas em setembro, o número já subiu para 3.936 unidades. Não por acaso, mesmo com os percalços, o SUV compacto da Chevrolet é o 5º modelo mais vendido do ano na categoria, considerando o acumulado até setembro.



Novo Hyundai Creta para cima dos líderes

No meio dessa disputa está o Hyundai Creta, que acaba de ganhar uma nova geração feita em Piracicaba. O SUV chegou às concessionárias da marca sul-coreana há cerca de duas semanas totalmente repaginado e com um posicionamento de preços maior - vai de R$ 107.490 até R$ 149.990, isso fora de São Paulo, onde parte de R$ 111.190 e alcança R$ 152.290.

Novo Hyundai Creta SUVs mais vendidos
Hyundai/Divulgação

Na disputa com Renegade e Compass, que estão muito à frente nas vendas, o Creta vai contar com o reforço do modelo anterior, que continua em linha com preço na faixa dos R$ 100 mil. Inclusive, o Creta Active foi liberado com isenções para o público PCD, o que pode ajudar o SUV feito em Piracicaba a emplacar mais vendas no País, garantindo seu lugar no pódio de 2021.

Toyota SUVs mais vendidos
Toyota/Divulgação

Corolla Cross também quer subir

Outro modelo que vive um excelente ano é o Corolla Cross. Embora tenha estreado em março, com entregas em abril, o SUV médio da Toyota já é o 9º mais vendido do segmento. Em alguns meses, inclusive, chegou a aparecer entre os 5 mais emplacados. Diante do seu sucesso, a japonesa anunciou em setembro a abertura do terceiro turno em Sorocaba.

Continua depois do anúncio

Entre os SUVs médios, outro que começa a aparecer no ranking é o Volkswagen Taos. O modelo estreou no meio do ano e vem mantendo um volume médio mensal de 1.000 unidades. Ou seja, muito pouco na comparação com Corolla Cross e, sobretudo, com o Jeep Compass, que, em setembro, vendeu seis vezes mais que o rival da marca alemã.

Ranking: SUVs mais vendidos de setembro

  • 1º) Jeep Compass - 6.823
  • 2º) Volkswagen T-Cross - 5.733
  • 3º) Hyundai Creta - 4.550
  • 4º) Jeep Renegade - 4.503
  • 5º) Chevrolet Tracker - 3.936
  • 6º) Honda HR-V - 3.502
  • 7º) Volkswagen Nivus - 3.356
  • 8º) Toyota Corolla Cross - 3.050
  • 9º) Nissan Kicks - 2.903
  • 10º) Citroën C4 Cactus - 1.542
  • 11º) Toyota SW4 - 1.155
  • 12º) Honda WR-V - 1.125
  • 13º) Caoa Chery Tiggo 5X - 1.122
  • 14º) Volkswagen Taos - 1.092
  • 15º) Caoa Chery Tiggo 8 - 1.063

*Dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos)

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se