Você está lendo...
Elon Musk anuncia que a Tesla já vendeu toda a produção do 1º semestre
Notícias

Elon Musk anuncia que a Tesla já vendeu toda a produção do 1º semestre

Montadora de Elon Musk fabricou 185 mil veículos no 1º trimestre e deverá montar mais 200 mil carros elétricos até o fim de junho

Emily Nery, para o Jornal do Carro

11 de mai, 2021 · 5 minutos de leitura.

Elon Musk pede maior taxação e impostos a combustíveisElon Musk/ Crédito: Reuters
Crédito:

Após apresentar o Saturday Night Live, do canal NBC, e ver o foguete Falcon 9 da SpaceX chegar à Estação Espacial norte-americana, Elon Musk tem mais um ótimo motivo para sorrir. Os carros elétricos da Tesla que serão feitos até o fim de junho já estão vendidos. Isto incluiu os recém-atualizados Model X e Model S, bem como o Model 3 e o Model Y.

Informações de dentro a empresa californiana afirmam que Elon Musk comunicou aos funcionários que a toda a produção até o final de junho está encomendada. O CEO disse que "normalmente, a procura cai no primeiro trimestre", mas que, na contramão das expectativas, houve uma "mudança real na percepção do cliente sobre os veículos elétricos".

De acordo com o portal Electrek, espera-se que a fabricante atinja um recorde na produção e faça mais 200 mil veículos ainda em 2021.


Cabine do novo Model S terá aparelhamento para jogar Cyberpunk 2077 e The Witcher 3 Reprodução/Twitter

Tesla imune à pandemia

No último trimestre, a Tesla atingiu um patamar nunca antes visto por uma montadora de carros elétricos. A fabricante chegou a produzir 185 mil unidades, indo na contramão da escassez global de microchips e, consequentemente, da crise de abastecimento do componente.

Mesmo com a pandemia e seus impactos na indústria automobilística, a Tesla esperava uma alta nas vendas do Model S e do Model X, já que a dupla passou por um facelift e ganhou tecnologias, como a nova geração do Autopilot. Porém, pouquíssimas unidades dos modelos foram produzidas.


No entanto, foi inesperado ver a contínua procura pelo modelo de entrada Model 3 e pelo crossover Model Y.

Para conseguir entregar todos os modelos a tempo, a Tesla promete contar com o fôlego de seus outros polos de produção. A "gigafabric", fábrica gigantesca localizada em Xangai, vai aumentar a produção do Model Y.



Quase meio milhão de carros em 2020

Mesmo em meio à pandemia e com meses de lockdown, a Tesla entregou 499.550 veículos em 2020. Todavia, por 450 unidades a montadora falhou na meta de vendas no ano. Mesmo assim,  a norte-americana aumentou em 36% suas vendas globais em comparação a 2019.


Incentivo para elétricos

Um das principais mudanças do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, é o pacote de leis chamado Green (em tradução livre, "Crescimento de Energia Renovável e Eficiência Agora").

Idealizado pelo Partido Democrata, de Biden, as regras preveem, entre outras medidas, um aumento do limite de créditos fiscais para montadoras que atingirem a meta de entregar 600 mil carros elétricos por ano.

Tesla Model 3 Perfomance
Tesla Model 3 pode ficar ainda mais competitivo caso o incentivo a carros elétricos vigore. Elon Musk pede para outros países adotarem medidas semelhantes Divulgação/Tesla

Nesse sentido, os primeiros 200 mil carros elétricos vendidos por uma fabricante têm direito à isenção de até US$ 7.500 ( R$ 38 mil na conversão direta). Depois que ultrapassarem essa marca, o crédito cai para US$ 7 mil (R$ 36 mil) até a montadora chegar às 600 mil unidades vendidas.

Caso aprovada, a medida beneficiaria sobretudo a Tesla, que poderá vender o Model 3 por U$ 30 mil (cerca de R$ 156 mil sem taxas).

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se