Renault Captur
Abandonados BR/Reprodução

Flagra: novo Renault Captur surge camuflado em testes no Brasil

Renault Captur é flagrado no País, mas modelo é usado apenas como base para testes do novo motor híbrido que equipará SUV nacional

Por Vagner Aquino 11 de jun, 2024 · 4m de leitura.

O Renault Captur nunca fez tanto sucesso por aqui. Mas, agora, a segunda geração do modelo – que roda na Europa – foi flagrada na região de São José dos Pinhais (PR), onde fica a fábrica brasileira da montadora francesa. Isso sinaliza um possível retorno do modelo ao mercado nacional?

O Captur, nas fotos, aparece com pouca camuflagem. Dá para notar, nitidamente, que se trata do crossover, principalmente, pelas lanternas e pelo nome “Captur” em letras maiúsculas na tampa traseira, abaixo do logo da Renault. Mas, não! O carro não retornará ao mercado.

Embora a Renault não dê detalhes sobre o tema, tudo indica que o modelo flagrado e com fotos publicadas pela página Abandonados BR, do Instagram, sirva apenas como base para o novo propulsor que a marca oferecerá por aqui.

Renault Captur
Abandonados BR/Reprodução

Antes de detalhar esse propulsor, vale recordar que o Captur é fabricado em Valladolid (Espanha), e feito com base na plataforma modular CMF-B. Em medidas, tem 4,23 metros de comprimento, 1,80 m de largura, 1,57 m de altura e 2,64 m de entre-eixos. O modelo é, a princípio, gêmeo do Mitsubishi ASX na Europa – por causa da aliança entre as montadoras.

Mecânica

Mecanicamente, o Captur tem várias opções de motores, que vão desde o 1.0 tricilíndrico TCe, usado no Kardian, até opções a diesel, gás e híbridas. E é justamente esta última que se esconde sob o capô do Captur das fotos deste flagra, a E-Tech Full Hybrid. A opção oferece um motor 1.6 aspirado SCe e dois motores elétricos. Um deles, tem 49 cv e outro funciona como gerador. Em números, gera 145 cv de potência e torque de 20,9 mkgf. Tem câmbio automático inteligente (quatro marchas para o motor a gasolina e duas para o elétrico).

Esse motor equipará o novo SUV médio que a Renault fará no Brasil. Até mesmo o próprio Kardian pode ser contemplado, ou mesmo a picape intermediária baseada no conceito Niagara, apresentada no ano passado.

Com a onda dos híbrios leves em alta, a Renault também tem uma opção com essa configuração na manga. Usa, em síntese, um motor 1.3 TCe quatro cilindros turbo (igual o do Duster e da picape Oroch) e um elétrico. Resultado: 155 cv de potência. O câmbio é automático de dupla embreagem.


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.