Você está lendo...
Ford Mustang Dark Horse tem o V8 mais potente da história do carro
Mercado

Ford Mustang Dark Horse tem o V8 mais potente da história do carro

Mustang Dark Horse tem motor Coyote V8 5.0 de quarta geração desenvolvido pela Ford Performance, que gera 500 cv e 57,8 mkgf

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

07 de jan, 2023 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

Mustang
Visual inclui faróis escurecidos, grade pintada em preto brilhante e emblema do cavalo voltado para a frente
Crédito:Ford/Divulgação

A Ford acaba de revelar detalhes do novo Mustang 2024, ou seja, a sétima geração do esportivo. A estreia vai ser no segundo semestre, nos Estados Unidos. Com avanços em soluções tecnológicas, o principal destaque é a inédita versão Dark Horse. Trata-se da primeira série de alto desempenho da linha em 21 anos. Anteriormente, esse título era do Mustang Bullitt, de 2001.

Mustang
Ford/Divulgação

De acordo com a Ford, está é versão mais potente da história, sem contar os Shelby. O Mustang Dark Horse tem motor Coyote V8 5.0 de quarta geração. Conforme a marca, são 500 cv de potência e 57,8 mkgf de torque. Assim, a empresa informa que o carro é "especialmente projetado para ser uma nova referência em desempenho, tanto nas ruas quanto nas pistas."

Publicidade


Desenvolvido pela Ford Performance, o motor tem, em síntese, atualizações que incluem virabrequim com sistema de balanço exclusivo e bielas forjadas. Algo usado pela primeira vez no Ford Mustang Shelby GT500. Assim, pode suportar o aumento da pressão e da velocidade de funcionamento dos pistões.

Tem também acelerador de corpo duplo e eixos de comando de válvulas reforçados. Isso, a princípio, garante durabilidade nas pistas, com operação mais próxima da linha vermelha de 7.500 rpm.



Câmbio manual ou automático

Ademais, o Mustang Dark Horse tem câmbio manual de seis marchas. Há, ainda, a opção de transmissão automática de 10 velocidades. No visual, inclui faróis escurecidos, grade pintada em preto brilhante e o primeiro emblema do cavalo voltado para a frente. Traz também aprimoramentos na aerodinâmica, no ajuste do chassi e na suspensão. Tem, por fim, freios Brembo de seis pistões com sistema de resfriamento. E ainda dá para acelerar o motor por controle remoto.


A princípio, o pacote "Performance Pack" oferece recursos adicionais para as pistas. Dentre eles, diferencial traseiro Torsen, suspensão ativa MagneRide e rodas e pneus traseiros mais largos. Já o "Performance Electronic Parking Brake", todavia, traz freio eletrônico inédito que libera a capacidade de derrapagem traseira do Mustang para drift.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião