Você está lendo...
Ford Ranger FX4 aposta no visual aventureiro para desafiar a S10 Z71
Lançamentos

Ford Ranger FX4 aposta no visual aventureiro para desafiar a S10 Z71

Com o já conhecido motor 3.2 turbodiesel de 200 cv, Ranger FX4 chega ao mercado com mudanças robustas no visual; preço parte de R$288.990

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

08 de mar, 2022 · 8 minutos de leitura.

Ranger FX4
Vendas da Ranger FX4 começam hoje (08/03) e primeiras unidades chegam no dia 20 de março
Crédito:Divulgação/FX4

Com a nova geração confirmada para 2023, a Ford Ranger atual já está na reta final de despedida. Mas, a picape média é hoje o modelo mais vendido da marca do oval azul no Brasil. Então, cabe mais uma novidade para clientes e fãs. Tal como o Jornal do Carro antecipou, acaba de chegar às lojas brasileiras a nova Ranger FX4, que traz uma proposta aventureira, no mesmo estilo da arquirrival Chevrolet Z71.

Calçada com pneus todo-terreno e usando acessórios como um grande santantônio na traseira, o modelo desembarca da Argentina apostando no visual e sem alterações mecânicas. Ou seja, tem cabine dupla, tração 4x4 e o motor 3.2 turbodiesel de 200 cv de potência.

Com as primeiras unidades previstas para chegar no dia 20 de março às concessionárias, a Ranger FX4 possui o mesmo preço da versão XLT. Assim, custa R$ 288.990. No entanto, vale dizer que esse valor diz respeito ao modelo equipado, de fábrica, com rodas de 18 polegadas. Além disso, há o opcional de pneus e rodas de aro 17, que salta para R$ 290.990. De acordo com a Ford, os preços já estão ajustados com a redução do IPI.


Como é?

A Ranger FX4 aposta no estilo desbravador. No visual, a picape ganhou uma grade exclusiva, com design mais robusto. Além disso, tem faróis full LEDs com máscaras negras e iluminação diurna (DRL). Nos detalhes externos, economiza nos cromados e traz molduras em preto brilhante, presentes em várias partes como retrovisores, para-choques e caçamba.

Nas laterais, adesivos da sigla FX4 decoram a carroceria. As lanternas também ganharam máscaras negras e, na caçamba, há uma identificação da versão em alto relevo. Da mesma forma, o interior se destaca pelo tom de preto. Contudo, há detalhes em vermelho como, por exemplo, nas costuras dos bancos de couro e no logo FX4 em relevo.


Divulgação/Ford

Entre os acessórios, a FX4 traz um santantônio exclusivo que, segundo a Ford, é funcional. Além dele, há também um novo snorkel e uma caixa organizadora com capacidade de 42 litros na caçamba. A nova versão da Ranger estará disponível em 6 cores, são elas: Cinza Moscou, Prata Geada, Branco Ártico, Preto Gales, Vermelho Bari e Vermelho Toscana.

Um detalhe interessante são as duas opções de pneus, que diferenciam os valores propostos pela marca. O primeiro, de fábrica, é o Pneu ATR com rodas de liga leve de 18 polegadas. De acordo com a Ford, este é 50% on-road e 50% off-road. Já o segundo é opcional, mais caro, é direcionado ao 4x4 pesado, com pneus Pirelli Scorpion AT+ e rodas de 17".




Conectividade

No geral, a FX4 traz itens já disponíveis em outras versões, como é o caso da XLT. Segundo a montadora, são sete airbags, banco de motorista com ajustes elétricos, central multimídia com tela de 8'' e ar-condicionado de duas zonas.

No mais, vale mencionar o Fordpass Connect, que possibilita ao condutor controlar remotamente o veículo por meio de um aplicativo no celular. É possível, por exemplo, travar e destravar as portas, ajustar a temperatura do ar-condicionado ou dar a partida.

Ranger FX4
Divulgação/Ford

Motor de 200 cv

Sem mudanças sob o capô, a Ranger FX4 traz o conhecido motor 3.2 turbodiesel de cinco cilindros em linha disponível nas versões de topo da picape. Ele gera 200 cv de potência a 3.000 rpm e 47,9 mkgf de torque a partir das 2.500 rpm. Da mesma forma, o câmbio será o automático de seis velocidades, com tração 4x4 acionada eletronicamente.

No mais, a picape se destaca pelo potencial de imersão na água, que chega a 80 centímetros. A capacidade de carga é de 1.014 kg (1 tonelada), e o volume da caçamba é de 1.180 litros. Já a capacidade de reboque é de 2.720 kg.

Divulgação/Ford

Nova Ranger vem aí

A nova geração da Ford Ranger já é conhecida desde setembro de 2021. Foi quando a montadora divulgou um vídeo da picape média ainda completamente camuflada em testes de resistência e 4x4. Depois, em novembro, a marca, então, revelou o visual da nova Ranger, que remete ao estilo da F-150, com faróis simétricos em forma de "C".

Para além do design, já se sabe que a nova Ford Ranger terá versão híbrida do tipo plug-in, recarregável em tomadas. Embora vá manter a plataforma atual, a picape receberá aprimoramentos na arquitetura, não apenas para oferecer a mecânica híbrida, mas também para incorporar tecnologias mais modernas de segurança e conectividade.

Por ora, não há detalhes sobre versões e motores. O mais provável é que a Ford mantenha as opções turbodiesel atuais, que atendem sobretudo clientes de zonas rurais, que utilizam o 4x4 com mais frequência. Entretanto, é provável que a marca lance uma versão híbrida plug-in no Brasil. É um movimento inevitável, já que a nova Toyota Hilux, atual líder do segmento, ganhará sistema híbrido a diesel.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Ford Bronco Sport
Oferta exclusiva

Ford Bronco Sport

Deixe sua opinião