Red Bull/Divulgação

Hipercarro da Red Bull terá V10 aspirado com limite de 15.000 rpm

Voltado inteiramente para a pista, Red Bull RB17 usará motor V10 naturalmente aspirado, mais espaço interno e chega em 2026

Por Rodrigo Tavares 04 de fev, 2024 · 4m de leitura.

Novidades sobre o novo hipercarro da Red Bull são sempre bem-vindas. O RB17 não utilizará um motor V8 biturbo conforme se esperava, mas sim uma unidade bem diferente. Trata-se de um motor V10 com rotação máxima de 15.000 rpm, um valor surpreendentemente alto. Segundo Adrian Newey, a intenção é emular a sensação dos modelos de F1 dos anos 1990.

Durante um episódio do Red Bull podcast, Newey afirmou que o motor V10 naturalmente aspirado será suplementado por outro pequeno motor elétrico, com cerca de 200 cv. O único propósito do motor será fornecer a primeira marcha e a ré, e suavizar a entrega de torque, bem como também a troca das marchas.

Red Bull promete downforce de 1.7 toneladas

A equipe por trás do projeto espera por um peso bruto total de 900 kg, algo impressionante por si só. Entretanto, é preciso considerar o valor máximo de downforce, de 1.7 toneladas. Newey diz que o pico de downforce chega aos 241 km/h, com o seu próprio peso em pressão atingido aos 193 km/h. Ou seja, na diferença de 48 km/h, o modelo ganha 800 kg de downforce.

Para evitar que os pneus se destruam durante tamanha força gerada, a Red Bull firmou uma parceria com a Michellin, e garantiu compostos especiais, feitos especificamente para o modelo. Especula-se que o modelo seja um dos mais aerodinâmicos já feitos, e mais confortável que bólidos de Fórmula 1 e LMP1, por conta da suspensão ativa multifuncional.

O resultado esperado por Newey e sua equipe é a capacidade do RB17 performar voltas feitas por um Fórmula 1. Ainda assim, mesmo com toda a especialização e experiência de um time com histórico de vitórias na categoria, seu modelo para as pistas não será impossível de guiar, sendo “amigável” na condução.

Modelo terá mais espaço interno que Aston Martin Valkyrie

Aston Martin/Divulgação
Aston Martin/Divulgação

Newey afirma que o bólido da Red Bull terá mais espaço para as pernas que o Aston Martin Valkyrie, uma excelente notícia para os mais altos. Bem como os que podem adquirir um dos 49 modelos destinados ao público. Para os dispostos a pagar os milhões pedidos pela exclusividade, a Red Bull oferecerá pacotes com treinamentos. Bem como simuladores, antes de receber o modelo.

Uma prévia do modelo será exibida ainda este ano, com testes que continuarão por 2025. Há chance de exibição durante o Grande Prêmio da Áustria, também em 2025. Por fim, o primeiro modelo final deve aparecer somente em 2026, mais cedo do que o esperado, por exemplo.


O Jornal do Carro também está no Instagram, confira!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Aceleramos o Defender 110 PHEV, que roda 51 km em modo elétrico

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.