Você está lendo...
Honda inicia pré-venda do novo HR-V no Brasil; preço parte de R$ 142.500
Lançamentos

Honda inicia pré-venda do novo HR-V no Brasil; preço parte de R$ 142.500

Nova geração do Honda HR-V muda por completo e aposta em motores 1.5 flex aspirado e turbo para brigar com SUVs compactos e médios

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

02 de ago, 2022 · 8 minutos de leitura.

Honda HR-V
Novo Honda HR-V chega ao mercado brasileiro com quatro versões de acabamento, com opções de motor 1.5 flex e 1.5 turbo
Crédito:Divulgação/Honda

Depois de apresentar o novo HR-V no Brasil, a Honda dá início à pré-venda da nova geração do SUV no País. Desta vez, o utilitário vem disputar tanto com SUVs compactos, como Hyundai Creta, Jeep Renegade e VW T-Cross, quanto com os médios, como Jeep Compass e Toyota Corolla Cross. Para isso, foi completamente remodelado e trocou plataforma e motores. Nas versões de entrada, traz o 1.5 flex de quatro cilindros e injeção direta, que estreou no novo City. E no topo, terá o 1.5 turbo em versão flex. Os preços vão de R$ 142 mil até salgados R$ 185 mil na versão Touring. Veja:

  • EX (1.5 flex): R$ 142.500
  • EXL (1.5 flex): R$ 149.990
  • Advance (1.5 turbo): R$ 176.800
  • Touring (1.5 turbo): R$ 184.500

O motor 1.5 flex aspirado entrega 126 cv de potência e torques máximos de 15,8 mkgf (E) e 15,5 mkgf (G). Já o 1.5 turbo flex ainda não teve os dados de desempenho revelados. Isso porque as versões de topo do novo HR-V - como a Touring, que mostramos no vídeo abaixo - só será entregue a partir de outubro. Assim, a pré-venda neste início é das versões de entrada EX e EXL. Estas trocam o antigo 1.8 flex pelo novo 1.5 flex da linha City.


Para quem achou ruim, essa troca veio para cumprir os novos limites de emissões do Proconve L7. Embora menos potente, o new HR-V chega como um dos SUVs compactos mais econômicos segundo o Inmetro. Com o motor 1.5 flex e o câmbio CVT, o SUV faz 8,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol. Já com gasolina, são 12,7 km/l e 13,9 km/l, na ordem.



Novos recursos

Esta terceira geração do HR-V virá recheada de equipamentos modernos. Desde as versões de entrada, por exemplo, o novo HR-V conta com faróis Full LEDs e o pacote Sensing, que reúne assistentes de condução semiautônoma. Assim, traz recursos como frenagem automática de emergência com detecção de pedestres e ciclistas, assistente de permanência em faixa com correção de volante e farol alto com ajuste automático.

Outra novidade no SUV é o controle de descida em rampas (HDC), que atua no acelerador e no freio a velocidades de até 20 km/h, enquanto o motorista mantém o foco no controle de direção. Além disso, outro sistema inédito no novo HR-V é o controle de cruzeiro adaptativo (ACC), que passa a ter a função "Stop and Go". Ou seja, o sistema é capaz de parar totalmente o SUV e retomar a aceleração em congestionamentos.


Honda HR-V
Divulgação/Honda

Porta-malas diminuiu

Um dos pontos críticos do Honda HR-V 2023 é o porta-malas. Afinal, houve uma redução de 83 litros em relação ao modelo anterior. Dessa forma, a nova geração conta com 354 litros de volume. A Honda alega que, apesar dessa redução expressiva, o novo HR-V continua a cumprir o padrão de antes e acomoda três malas grandes, por exemplo.

Outra notícia ruim vai para quem curte teto solar: o novo HR-V não terá a opção nem nas versões mais caras. De acordo com a Honda, o SUV tem teto de vidro (sem abertura) em outros mercados, porém isso aumentaria o custo do projeto - bem como envolve questões de segurança. Por isso, está descartado para o Brasil. Em compensação, há equipamentos de SUVs médios, como ajuste elétrico do banco do motorista e abertura elétrica da tampa do porta-malas.


Divulgação/Honda

O que traz cada versão?

EX (1.5 flex): além dos faróis Full LED com ajuste automático, a versão de entrada também vai contar com rodas de alumínio de 17 polegadas, câmeras de ré, botão de partida e o pacote Honda Sensing, que traz frenagem automática de emergência, controle de descida em rampa, alerta de saída de faixa com correção no volante e ACC - que passa a ter função "Stop and Go". Além disso, há uma central multimídia de 8 polegadas com conexão para Android Auto e Apple Carplay sem fio, seis portas USB no total, airbags laterais e bancos de tecido. No caso das versões aspiradas, a grade dianteira possui linhas horizontais e um desenho de colmeia na parte inferior.

EXL (1.5 flex): adiciona faróis de neblina em LED, bancos e volante revestidos em couro, paddle-shifts, aletas para mudança de marcha, apoio de braço central na fileira traseira, Smart Entry (chave presencial), retrovisor eletrocrômico e sensor de estacionamento traseiro.


Honda HR-V
Divulgação/Honda

Advance (1.5 turbo): além do motor 1.5 turbo, adiciona o pacote My Honda Connect (estreando os serviços conectados da marca no Brasil), carregador de celular por indução, quadro de instrumentos TFT de alta resolução com tela de 7 polegadas, ar-condicionado digital automático com duas zonas, ponteira dupla de escapamento, sensor de chuva e de estacionamento dianteiro, ponteira dupla de escapamento e câmera no retrovisor direito. Nessa, há também todos os modos de direção, sendo eles: ECON, Normal e Sport. Além disso, a grade possui acabamento em black piano com formato de losangos.

Touring (1.5 turbo): adiciona partida remota do motor, abertura elétrica do porta-malas, banco do motorista com ajuste elétrico, rodas com desenho exclusivo para a versão, molduras externas em preto e lanternas escurecidas.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião