Notícias

Honda vai aposentar WR-V e lançar novo SUV compacto de até 7 lugares

Com o novo HR-V mais sofisticado e híbrido, Honda trabalha em outro SUV sobre a plataforma do novo City, que estreia no Brasil no fim do ano

Vagner Aquino, Especial para o Jornal do Carro

27 de jul, 2021 · 4 minutos de leitura.

Novo SUV Honda" >
Honda vai desenvolver novo SUV para suceder o WR-V sobre a plataforma da nova geração do City
Crédito:Honda/Divulgação

HR-V, WR-V, ZR-V… A nomenclatura dos SUVs da Honda é, de fato, uma sopa de letrinhas. Mas, além de decorar esses nomes, a ideia é entender a estratégia que a marca vai adotar daqui para frente. De acordo com o site indiano Autocar, a Honda planeja abandonar o projeto do sucessor do WR-V e investir em um novo SUV compacto. Isso porque, com o avanço do nível tecnológico do HR-V, a marca teme que se forme um abismo entre ambos os modelos. Algo, a princípio, inaceitável num mercado ávido por SUVs.

Por causa disso, a Honda desistiu do SUV subcompacto – chamado até então de ZR-V – para criar localmente um modelo com valor acessível. Afinal, nem mesmo a nacionalização do HR-V o deixaria com preço competitivo. O projeto em questão, a princípio, será desenvolvido para mercados emergentes e compartilhará plataforma com o sedã City. Os motores, portanto, também deverão ser os mesmos.

Novo SUV Honda
Honda/Divulgação

Aposta também para o Brasil

O novo SUV ainda não tem nome fechado. Pode-se manter ZR-V ou até mesmo aumentar essa sopa de letrinhas, trazendo a denominação SR-V, segundo especulações. O que se fala é que o modelo deverá chegar ao Brasil. Afinal, por aqui teria a meta de concorrer diretamente com Chevrolet Tracker, Hyundai Creta e Nissan Kicks, já que o HR-V – que já é mais caro – terá preço ainda mais salgado para enfrentar Jeep Compass e cia.

E acima do HR-V, pode ter, ainda, o modelo baseado no N7X Concept, concorrendo no segmento de SUVs com sete lugares (leia aqui).



Nesse sentido, como as novas gerações de City e HR-V serão produzidas no Brasil, há possibilidade de o novato ser montado nas fábricas locais da Honda. Afinal, Fit e WR-V já estão com os dias contados e, por fim, essa pode ser a peça-chave.

Honda
Honda/Divulgação

Nada de adaptação

O nome ZR-V veio, conforme divulgou a montadora, do foco na “geração Z” (jovem) e que nasceria da plataforma do sedã pequeno Amaze – não vendido no Brasil. Suas características de SUV seriam originais (não uma adaptação, como foi o caso do WR-V em relação ao Fit).

A intenção, no entanto, era apresentá-lo em maio deste ano. A imprensa japonesa, inclusive, apostava que o ZR-V chegaria ao Brasil ainda em 2021, com tamanho inferior a 4 metros de comprimento e gama moderna de motores e câmbios. Mas, pelo jeito, os planos caíram por terra. E, agora, a Honda corre para reestruturar sua gama de SUVs.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se