Lançamentos

Lamborghini revela último Aventador com motor V12 aspirado a gasolina

Aventador Ultimae marca despedida do superesportivo com motor V12 aspirado de 780 cv e 73,4 mkgf; Lamborghini vai iniciar era eletrificada

Vagner Aquino, Especial para o Jornal do Carro

08 de jul, 2021 · 5 minutos de leitura.

Lamborghini Aventador Ultimae" >
Lamborghini Aventador Ultimae chega em versões cupê e roadster com inspiração nas configurações S e SVJ
Crédito: Lamborghini/Divulgação

Com a eletrificação dos carros, o ronco dos motores está com os dias contados. E a mais recente prova dessa estratégia vem da Lamborghini que, prestes a tornar toda a sua frota amigavelmente sustentável (a partir de 2025), lançou o último Lamborghini Aventador com propulsor V12 aspirado da história. Trata-se da versão Ultimae, que gera absurdos 780 cv de potência máxima. É o mais poderoso da marca sem uso de eletrificação.

Depois de dez anos ? quando lançou o LP700-4 ? a marca italiana traz a público o LP 780-4 que, como sugere a nomenclatura, carrega o propulsor montado longitudinalmente com 12 cilindros em V aliado a tração permanente nas quatro rodas. A princípio, a estreia mundial do modelo acontece hoje, no Goodwood Festival of Speed ? no Reino Unido. No total, serão produzidas 600 unidades (350 cupês e 250 roadsters).

Lamborghini Aventador Ultimae
Lamborghini/Divulgação

“O Aventador LP 780-4 denota a produção final, mais pura, atemporal e naturalmente aspirada do V12 Lamborghini”, disse Stephan Winkelmann, presidente e CEO da marca do touro.

De acordo com os dados divulgados pela montadora, o Ultimae vai de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e chega aos 355 km/h de velocidade máxima na configuração cupê. A versão roadster, que é um pouquinho mais pesada por causa dos mecanismos de abertura/fechamento do teto, acaba sendo uma fração de segundo mais lenta. A marca não especificou números.



Torque superior a 70 mkgf

Com uso extensivo de fibra de carbono em toda a carroceria (inclusive, no teto da versão conversível), o novo Aventador pesa 1.550 kg. É, contudo, 25 kg mais magro que o conhecido Aventador S. No quesito relação peso/potência, no entanto, são 1,98 cv/kg. Ainda em números: 73,4 mkgf de torque máximo a 6.750 rpm. O câmbio, afinal, tem sete marchas e realiza trocas de forma automática em até 50 milissegundos.

Ajuda ao piloto é o que não falta. A Direção Dinâmica Lamborghini (LDS), por exemplo, é uma delas. Sua atuação é calibrada para, assim, melhorar o desempenho em curvas fechadas.

Lamborghini Aventador Ultimae
Lamborghini/Divulgação

No Aventador Ultimae, homenagem ao desempenho do SVJ, com 10 cv a mais. Ajudam mecanismos como o esterçamento das rodas traseiras, bem como o controle de tração, que reconhece e adapta o carro às diferenças de aderência em superfícies com neve e gelo.

Estilo Lamborghini continua inconfundível

O estilo, no entanto, vem da versão S, que tem 740 cv. Tem para-choque dianteiro específico com função de melhorar a aerodinâmica, e linhas que direcionam o fluxo de ar para o resfriamento do motor e do radiador.

A asa traseira ativa tem três posições (fechada, performance máxima e dirigibilidade máxima). As rodas, todavia, têm 20″ e 21″ forjadas. São 18 cores para a carroceria e até as pinças de freio são personalizáveis em diversos tons ? há mais de 300 combinações possíveis.

Lamborghini
Lamborghini/Divulgação
Continua depois do anúncio

Da porta para dentro, também o mesmo design do Aventador S e couro Alcantara para todo lado. Da mesma forma, tem painel digital com tela em TFT personalizável, espelhamento com Apple CarPlay e até placa de identificação que enumera o carro.

O Brasil, a princípio, não terá vendas diretas do modelo. Preços não foram divulgados até o fechamento desta reportagem.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Argo 1.0 Flex
Oferta exclusiva

Fiat Argo 1.0 Flex