Notícias

Mini Cooper S 2021 ganha equipamentos e nova versão de entrada

Hatch premium da Mini estreia a versão Exclusive nas carrocerias de duas e quatro portas, com preços a partir de R$ 215 mil

Diogo de Oliveira, Especial para o Estado

22 de abr, 2021 · 5 minutos de leitura.

Mini Cooper S 2021" >
Mini Cooper S ganha a linha 2021 com nova versão de entrada Exclusive e o motor 2.0 turbo de 192 cv
Crédito:Mini/Divulgação

A Mini começa a vender no Brasil a linha 2021 do icônico Cooper S com algumas novidades. A principal é a nova versão de entrada, Exclusive, disponível com carroceria de duas e quatro portas. O hatch inglês concentra a atualização na lista de equipamentos, que cresceu. Com isso, o preço inicial agora é de R$ 214.990.

Essa é a tabela do Mini Cooper S Exclusive de duas portas. Ele é 16 centímetros menor que o de quatro portas. Ou seja, tem 3,82 metros de comprimento e 2,49 m de entre-eixos. No caso da versão de quatro portas, são 3,98 metros e 2,56 m, respectivamente.

Mini Cooper S 2021
Mini/Divulgação

Na linha 2021, o Mini Cooper S traz mais opções de cor para o teto. Dessa forma, a marca mantém a aposta na personalização. Além disso, a lista de itens de série é ampla desde a versão Exclusive. Nesse sentido, há teto solar panorâmico, sistema multimídia com tela de 8,8 polegadas sensível ao toque e rodas de liga leve de 17 polegadas. A versão de topo adiciona som da marca Harman Kardon, Head-Up Display e faróis adaptativos, entre outros equipamentos.

Para as mesmas versões, a diferença de preços entre a carroceria de duas e quatro portas é sempre de R$ 10 mil. Dessa forma, o Mini Cooper S Exclusive com quatro portas parte de R$ 224.990. Da mesma maneira, a configuração Top tem preço a partir de R$ 244.990 para a carroceria de duas portas e de R$ 254.990 para a de quatro portas.

Mini Cooper S 2021
Mini/Divulgação

Motor 2.0 turbo mantém 'pegada de kart'

Sob o comando da BMW, da qual faz parte, a Mini aposta na direção esportiva como trunfo desde o renascimento do Cooper, em 2000. Tanto que o carrinho é oferecido atualmente na versão Cooper S. O hatch tem tração dianteira e motor 2.0 TwinPower Turbo a gasolina que gera 192 cv de potência e 28,5 mkgf de torque. O câmbio Steptronic é automatizado, tem dupla embreagem e sete velocidades.

Recentemente, a marca inglesa anunciou a venda do Mini Cooper elétrico no mercado brasileiro. A novidade pode ser reservada e tem preço sugerido de R$ 239.990. Ou seja, é mais barata que o Cooper S com motor a gasolina. No visual, os dois carros são muito parecidos. Portanto as diferenças estão nos detalhes. O motor elétrico gera o equivalente a 184 cv e 27,5 mkgf. Porém, diferentemente da opção a combustão, na elétrica esse torque está disponível instantaneamente.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Marca será 100% elétrica em 2030

A atual geração do Mini Cooper estreou em 2013 na versão hatch de duas portas. No ano seguinte, chegou a de quatro portas. A marca vem fazendo atualizações na linha desde então. Porém, uma nova geração está a caminho. Contudo, o próximo Cooper ainda não terá linha 100% elétrica. A expectativa é de que a marca inglesa mantenha a oferta de modelos com motor a combustão até 2030.



Continua depois do anúncio