Você está lendo...
Nova Renault Oroch: projeções mostram como picape pode ficar
Notícias

Nova Renault Oroch: projeções mostram como picape pode ficar

Picape média-compacta da Renault ganha projeção inspirada no irmão SUV Duster, recém-renovado; modelo deve chegar por aqui em 2027

Rodrigo Tavares, especial para o Jornal do Carro

28 de fev, 2024 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

Renault Oroch ganha projeção e fica parecido com irmão SUV Duster
Crédito:Kolesa.ru/Reprodução

Precursora do mercado das picapes médias-compactas no Brasil, a Renault Oroch segue em linha desde 2015, e sofreu uma atualização no desenho em 2022. Entretanto, com a renovação do SUV Duster na Europa, tudo indica que o modelo também será transformado, usando a picape conceito Niagara, apresentada no ano passado, como referência.

O novo modelo deve chegar no mercado nacional até 2027, e enquanto isso não acontece, novas projeções dão conta de como será a futura picape. O site russo Kolesa criou uma imagem que dá a capacidade de imaginar como será o destino da Oroch, aproveitando detalhes da terceira geração do SUV, apresentado no fim do ano passado.



Kolesa.ru/Reprodução
Kolesa.ru/Reprodução

Publicidade


Muito da dianteira do irmão SUV se aproveita, bem como a nova identidade visual dos faróis, de LED, em Y. Na lateral, chamam a atenção os apliques plásticos em preto, que contornam as caixas de roda, e a maçaneta das portas traseiras, que ficam camufladas na coluna C da picape. Contudo, existe a possibilidade de que o modelo tenha detalhes característicos próprios, fugindo um pouco da projeção, feita usando o Duster atual.

Tal recurso já aconteceu com outro Renault: o recém-lançado Kardian, que apesar de ter alguns elementos emprestados do Dacia Stepway europeu, tem detalhes únicos e exclusivos do modelo feito aqui. Não se descarta nem a ideia de um novo nome para a picape, no entanto.

Renault Oroch usará mesma plataforma do Duster

Contudo, a semelhança entre o Duster e a futura Oroch, além da possível aparência, está na plataforma. A picape contará com a unidade CMF-B, já usada no SUV, e promete mudar como o utilitário se comporta dinamicamente. Além disso, promete ser mais segura, uma vez que abandona a plataforma emprestada dos modelos Sandero e Logan, datada dos anos 2000.


Seja como for, falando em motor, o conjunto 1.3 turbo de 170 cv deve aparecer sob o capô. Entretanto, certamente com uma versão híbrida. Pagando mais, é provável a presença de uma versão híbrida-leve, junto da tração 4x4, por exemplo. Por fim, a futura novidade será uma concorrente a mais no atual universo de nomes como GM Montana, RAM Rampage e Fiat Toro.

O Jornal do Carro também está no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
BYD Dolphin Mini chega com preço acima do esperado, na faixa de HB20, Onix e Polo com motor turbo


Deixe sua opinião