Você está lendo...
Novo Chevrolet Bolt elétrico chega até setembro com visual futurista
Mercado

Novo Chevrolet Bolt elétrico chega até setembro com visual futurista

Após um ano de atraso, novo Chevrolet Bolt chega ao Brasil em breve com estilo mais moderno e o mesmo conjunto elétrico de 203 cv de potência

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

30 de jul, 2022 · 5 minutos de leitura.

Bolt
Há exatamente um ano, a GM confirmava exatamente a mesma informação: o lançamento do novo Chevrolet Bolt até setembro
Crédito:Chevrolet/Divulgação

Após muito atraso por causa da escassez de chips e de um recall de baterias, o novo Chevrolet Bolt, que teve pré-venda iniciada há exatamente um ano, está enfim a caminho do Brasil. Essa história já virou novela, mas, agora, parece que o próximo capítulo vai ao ar. A promessa é que o hatch elétrico reestilizado nos Estados Unidos em 2021 chegue por aqui ainda em agosto, com início das entregas até setembro.

À venda no País desde 2019 (estreou em 2016, nos EUA), o Bolt virá com estética e interior modernizados. Assim, o modelo traz o estilo mais recente dos carros elétricos da Chevrolet, e reinicia a ofensiva da marca da gravata na eletrificação dos veículos no Brasil.

Chevrolet Bolt
Chevrolet/Divulgação

O novo Bolt tem como destaques os novos faróis e lanternas, e a lista de equipamentos de série robusta, que tem, por exemplo, tela multimídia de 10,2". Já o conjunto elétrico do hatch feito em Orion (EUA) permanece igual. O motor gera 150 kW, o equivalente a 203 cv de potência, e um torque de 36,7 mkgf. Junto com ele vem um pacote de baterias de 65 kWh. Com ele, a autonomia, segundo a GM, é de até 416 km. O modelo pode recarregar em estações de carga rápida. Assim, leva 30 minutos para recuperar energia para percorrer 160 km.

Chevrolet Bolt
Chevrolet/Divulgação

Há, ainda, sistema One Pedal (freio e acelerador no mesmo pedal), o que permite recarga das baterias. Por fim, gasta-se 7,3 segundos na aceleração de 0 a 96 km/h.


Vantagens para quem já comprou

Com pré-venda no Brasil em julho de 2021, o novo Bolt vendeu todas as 20 unidades do primeiro lote em menos de 24 horas. O preço, na época, foi de R$ 317.000. Ou seja, R$ 50.000 a mais que o antecessor. Hoje, o valor está está indisponível no site da marca.

Os primeiros compradores do novo Chevrolet Bolt ganharam um carregador wallbox e a instalação do aparelho. A princípio, os clientes terão direito ao serviço de conectividade OnStar de graça. Além disso, terão m ano de Wi-Fi nativo, 14 meses de isenção de cobrança do tag Veloe e pacote Protect & Connect, com serviços como rastreamento.



Metas

Para intensificar a eletrificação de seus veículos no Brasil, a GM vai triplicar a rede de concessionários credenciados a trabalhar com carros elétricos. De início, a meta é chegar a 79 pontos. A expectativa é que o novo Bolt venha mais barato. Afinal, depois que retomou a produção em maio, a marca da gravata baixou o preço do hatch nos EUA. Hoje, o valor começa em US$ 31.500, o equivalente a cerca de R$ 164.000 na conversão direta e sem taxas.


GM Chevrolet Bolt EUV
Chevrolet/Divulgação

Além do hatch, a General Motors já confirmou a vinda, em 2023, do Bolt EUV (foto acima), que é a versão crossover. Por fim, os elétricos Blazer e Equinox também chegarão ao País entre a partir de 2024. Resta saber se, desta vez, o cronograma será cumprido.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier

Deixe sua opinião