Você está lendo...
Novo Peugeot 408 renasce com estilo crossover e versões híbridas
Mercado

Novo Peugeot 408 renasce com estilo crossover e versões híbridas

Com chegada aos mercados europeu e chinês prevista para 2023, novo Peugeot 408 vira SUV-cupê com desenho musculoso e versões eletrificadas

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

27 de jun, 2022 · 4 minutos de leitura.

Soluções como luzes diurnas em formato de presas e grade dianteira degradê são destaque no design do novo 408
Crédito:Peugeot/Divulgação

O Peugeot 408 já foi concorrente de modelos como Toyota Corolla e Chevrolet Cruze aqui no Brasil, mas acaba de ganhar novas formas. O antigo sedã médio foi transformado em um SUV, que é o tipo de carroceria que domina o mercado de carros na atualidade. Assim, chegará às concessionárias da Europa em 2023 completamente renovado, com desenho bem mais moderno, assistentes semiautônomos de condução e eletrificado.

A começar pelas medidas, o crossover com estilo fastback (de inspiração nos cupês) tem 4,69 metros de comprimento, 1,85 m de largura e 1,48 m de altura. A distância entre-eixos é de 2,79 metros. Já o espaço no porta-malas, que sempre foi generoso, vai de 536 litros até 1.611 litros. Neste último caso, com o banco traseiro rebatido.



Peugeot
Peugeot/Divulgação

Visualmente, o 408 segue o estilo dos demais modelos da marca do leão. Ou seja, o SUV-cupê tem grade em formato degradê com o novo logotipo da Peugeot. A identidade é representada pelas luzes diurnas de LEDs que fazem as "presas do leão" e descem pelo para-choques. Os faróis têm máscaras negras e são Full LEDs com ajuste automático.

Nas laterais, o novo Peugeot 408 conta com enormes rodas de liga leve de 20 polegadas com tom escurecido. A linha de cintura alta deixa a carroceria com aspecto bastante robusto, enquanto o caimento acentuado do teto dá o toque esportivo. Atrás, as lanternas seguem a temática e simulam as "garras" do leão. Entretanto, o estilo é mais moderno que, por exemplo, no 208 e no 2008. O conjunto óptico é mais estreito e tem os LEDs em diagonal.

Peugeot/Divulgação

Interior e versões

Da porta para dentro, o francês tem o tradicional i-cockpit 3D. A central multimídia de 10" fica no centro do painel. Já no console central, destaque para comodidades como teclas para mudança de marcha (do câmbio automático de 8 velocidades) e seleção dos modos de condução, bem como carregador wireless para smartphones. De acordo com a Peugeot, os sistemas de assistência à condução reúnem controle de cruzeiro adaptativo, alertas de tráfego cruzado e para presença de animais, pedestres e ciclistas, e monitoramento de ponto cego.

Por fim, o Peugeot 408 carrega sob o capô dianteiro o motor 1.2 Puretech Turbo (gasolina) de até 130 cv. Tem, ainda, as versões híbridas plug-in com 180 cv ou 225 cv. Há, portanto, a possibilidade de uma versão 100% elétrica (ainda não detalhada) chegar nos próximos meses. O crossover também deve chegar à China. Já o Brasil, por ora, parece fora dos planos. Contudo, poderá ser opção interessante para a gama de elétricos e híbridos da marca.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião