Mercado

Novo Renault Kwid chega no 2º semestre com design indiano e motor 1.0 mais potente

Modelo de entrada da Renault terá mesmo design do Kwid indiano e receberá upgrade no motor 1.0 SCe para as novas leis de emissões

Diogo de Oliveira

03 de jun, 2021 · 4 minutos de leitura.

Novo Renault Kwid" >
Novo Renault Kwid 2022 estreia no segundo semestre com mesmo design do modelo indiano e motor 1.0 mais potente
Crédito:Renault/Divulgação

A Renault está com a agenda cheia de novidades até a metade de 2022. Tal como anunciou o CEO Luca de Meo em janeiro, a marca francesa vai atualizar todo o seu line up nacional. O primeiro a chegar será o SUV Captur, que estreia neste meio de ano com o novo motor 1.3 TCe turbo flexível. E para o 2º semestre, a marca trabalha na reestilização do Kwid.

O hatch de entrada estreou no Brasil em agosto de 2017 e está prestes a completar quatro anos de mercado. Assim, a Renault naturalmente trabalha na sua atualização. A novidade é que o Kwid terá as mesmas mudanças de estilo que foram feitas na Índia em 2019. Ou seja, a dianteira terá os faróis divididos em dois nichos, com as luzes diurnas no alto, como na Fiat Toro.

Design indiano

Como quase toda reestlização, as alterações estéticas serão leves, sem mudar tanto o estilo atual de pequeno utilitário. A Renault vai modificar a grade, que terá o estilo mais recente da marca e ficará unida aos faróis superiores. Estes deverão ganhar luzes diurnas de LEDs. Já o conjunto ótico principal ficará mais embaixo, junto às luzes de neblina.

Novo Renault Kwid
Renault/Divulgação

Atrás, as lanternas deverão manter as formas atuais, mas ganharão novo arranjo de luzes, com contornos de LEDs. Assim como na frente, o para-choques terá elementos verticais, contribuindo para dar essa impressão de maior altura. Da mesma maneira, o modelo deverá manter a versão aventureira Outsider, que foi flagrada em testes pela Quatro Rodas.

Cabine mais caprichada

Por dentro, o novo Renault Kwid não deve mudar muito, mas terá toques interessantes, como um novo volante, bem como materiais mais caprichados de acabamento. Também é esperado que o hatch traga uma nova multimídia, com maior conectividade e melhor resolução, além de conteúdos importantes, como controle eletrônico de estabilidade.

Novo Renault Kwid
Renault/Divulgação

Motor 1.0 mais potente

Há ainda uma mudança importante prevista na mecânica. Segundo a revista Quatro Rodas, o novo Kwid virá com a versão “High Spec” do motor 1.0 SCe flexível de três cilindros. No caso, o mesmo 1.0 flex já disponível na dupla Logan e Sandero, com até 82 cv de potência e 10,5 mkgf de torque. É um pouco mais do que os atuais 70 cv e 9,8 mkgf de torque.

Para subir de desempenho, o motor 1.0 SCe, portanto, adotará recursos ausentes na versão “Low Spec“. Ou seja, adotará duplo comando variável de válvulas e bomba de óleo variável. A Renault também vai recalibrar o câmbio manual de cinco marchas. Dessa forma, deixará o Kwid preparado para as novas regras de emissões do Proconve L7, previstas para 2022.



O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se