Você está lendo...
Picape 4x4 Jeep Gladiator chega ao Brasil com preço de RAM 3500
Lançamentos

Picape 4x4 Jeep Gladiator chega ao Brasil com preço de RAM 3500

Por R$ 499.990, picape Jeep Gladiator desembarca dos EUA e aposta na veia off-road e em tecnologias modernas; motor V6 a gasolina gera 284 cv

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

04 de ago, 2022 · 12 minutos de leitura.

Jeep
Jeep Gladiator chega ao Brasil apenas na configuração topo de linha Rubicon
Crédito:Vagner Aquino/Jornal do Carro

Assim como os SUVs, as picapes vivem um grande momento nas vendas no Brasil e no mundo. É tanto que, após um hiato de 30 anos, a Jeep voltou a apostar de novo no segmento. E acaba de lançar a Gladiator no País. O modelo vem ocupar o topo do segmento e parte de nada menos que R$ 499.990. O preço é próximo ao das picapes RAM, com valor na mesma faixa.

Vale lembrar que a Gladiator, produzida em Ohio (Estados Unidos), chegou às lojas de sua terra natal em 2019 - a apresentação foi em 2018. Entretanto, aqui, a marca quer vender 300 unidades até o fim do ano. A partir de hoje, as 222 lojas da Jeep no Brasil passam a comercializar o modelo, que desembarca apenas na versão de acabamento Rubicon (lê-se, Rúbicon). O nome vem de uma trilha off-road dos EUA que é considerada uma das mais difíceis do mundo.

Jeep/Divulgação

O longo atraso teve alguns motivos. Há o processo de tropicalização e os ajustes da engenharia local no motor. Afinal, a gasolina daqui é diferente da norte-americana e tem 27% de etanol na composição. Some-se a isso a crise dos chips e a alta demanda pela nova picape no mercado norte-americano, que teve milhares de reservas.

Wrangler com caçamba?

A Gladiator é mais que um Wrangler com caçamba, embora sejam irmãos gêmeos. Há vários detalhes distintos. Entretanto, só os mais atentos notarão, por exemplo, que a grade frontal, com as sete fendas tradicionais da Jeep, diferem por milímetros.

Jeep
Vagner Aquino/Jornal do Carro

No mais, a picape, que não tem concorrentes diretos, vem com os mesmo faróis redondos do irmão SUV. A iluminação é totalmente de LEDs.

Jeep Wrangler Série Especial 80 Anos
Jeep/Divulgação

No lado da tecnologia, se o conjunto grade/faróis remetem aos modelos do século passado (como o Jeep Truck, a primeira picape da marca, vendida entre 1947 e 1965), é bem ali no centro do conjunto que o modelo inova. A Jeep instalou a TrailCam.




Basicamente, trata-se de uma câmera instalada no topo da grade frontal para que o motorista enxergue os obstáculos à frente. E se sujar a câmera não tem problema, ela tem até esguicho de água para limpeza. Basta pressionar uma tecla na tela central.

Medidas e caçamba

Além da robustez que já está no sangue do Gladiator, suas medidas são para lá de generosas. Quando visto de lateral, seus 5,59 metros de comprimento causam espanto. Ainda em números, tem 43 graus de ângulo de entrada e 26 graus de ângulo de saída. Por fim, largura, altura e entre-eixos são de, respectivamente, 1,89 metro, 1,91 m e 3,49 m.

Jeep
Jeep/Divulgação

Pra ajudar a ter um vão livre do solo generoso, com 27 centímetros de altura, a picape vem com pneus de uso misto nas medidas 245/75 que, portanto, cobrem as rodas (pintadas na cor preta) de 17 polegadas. Atrás, ao contrário das demais picapes do mercado, suas lanternas são quadradas (o resto, é vertical). A iluminação também é feita por LEDs.

Vagner Aquino/Jornal do Carro

Vale ressaltar que a tampa da caçamba tem abertura em três estágios. O compartimento tem capacidade para 1.000 litros e quase 700 kg de carga. Já a capacidade de reboque é de 3.138 kg. No mais, tem iluminação por LEDs, quatro ganchos para amarração de carga e até tomada 220 volts - como as de residências.


Vagner Aquino/Jornal do Carro

Por dentro do Gladiator

E com um veículo desse porte (e preço), não dá para esperar menos que excelente acabamento e vasta tecnologia. A princípio, o Gladiator não tem material sofisticado, afinal, essa não é a proposta. Mas é bem acabado. Nota 10. Sem contar que o interior é lavável. Sujou? Água nele! Tudo escorre por pequenas aberturas no assoalho.

Jeep/Divulgação

Em relação aos sistemas, nem é preciso dizer que a picape tem controlador de velocidade adaptativo, assistente de ponto cego e alerta de colisão com frenagem automática, afinal, quem compra esse tipo de veículo quer botá-lo na terra.

Para isso, a central multimídia de 8,4 polegadas (com Android Auto e Apple CarPlay) tem sistemas como GPS próprio (não depende de sinal) e off-road pages. Esta última permite entender o funcionamento do carro, como inclinação e submersão (até 76 centímetros), por exemplo. Por fim, tem ar-condicionado dual zone com saídas traseiras e sistema de som Alpine, com 9 alto-falantes e caixa de som Bluetooth portátil.

Vagner Aquino/Jornal do Carro

E é justamente ali, entre o painel e o console central, que a vida off-road se torna mais fácil. Há comandos por todos os lados. Um dos botões, por exemplo, opera o sistema off-road+, que atua, por exemplo, na aceleração da picape para transpor trechos difíceis. Sem contar o Crawl Ratio de 77:1. A grosso modo, o sistema aumenta em 77 vezes o torque de cada roda em situações extremas.

A mecânica

Por falar em torque, hora de detalhar o motor da Gladiator. Conhecida pela alta capacidade off-road, a marca escolheu um roteiro cheio de estradas esburacadas - ou com total ausência de asfalto - para lançar sua picape 4x4.

A Gladiator vem com motor 3.6 V6 Pentastar a gasolina que gera 284 cv e 35,4 mkgf. E mesmo entregando o torque máximo só aos 4.100 rpm, ela é forte e tem fôlego. E nada de gritaria ou de incômodo para quem está na cabine. De acordo com a Jeep, a picape chega aos 156 km/h de velocidade máxima. Até os 100 km/h, gasta 8,1 segundos.


Jeep
Vagner Aquino/Jornal do Carro

Mas independente de desempenho, o que importa aqui, de fato, são aptidões off-road. E isso, a Gladiator tem de sobra. Auxiliada pelo câmbio automático de 8 marchas, que tem bom escalonamento, a picape é dotada de tração 4x4 Rock-Track. Aqui, o negócio é raiz. Nada de botão giratório. Para trocar as posições, o motorista precisa recorrer à alavanca de transferência com 5 posições e relação de reduzida de 4:1, que fica ao lado da alavanca de câmbio.

Para trilhas pesadas

Durante o test-drive de lançamento, rodamos mais de 40 km no asfalto e trafegamos pelas cidades de Campina Grande e Cabaceiras, ambas na Paraíba. Apesar da imponência, não é tarefa fácil dirigir um veículo tão avantajado pelas ruas. Em compensação, no uso off-road, a Gladiator é parruda. E já nasce preparada para as trilhas mais pesadas.


Mas os auxílios eletrônicos também estão por todos os lados. Há bloqueio de diferencial Tru-Lok, barra estabilizadora dianteira com desconexão eletrônica e eixos Dana 44 dianteiro e traseiro. A suspensão dianteira é five-link com eixo sólido heady duty com molas helicoidais, barra estabilizadora oca com sistema eletrônico de desconexão. Atrás, mesmas características, exceto o sistema eletrônico de desconexão. Na prática, nada daqueles chacoalhões típicos de picapes médias. A Gladiator é mais firme.

O céu é o limite

Para fechar, merece destaque a configuração que a Jeep chama de "Open-Air Experience". A picape é o único modelo do mercado - junto com o Wrangler - que tem portas e teto removíveis.

Vagner Aquino/Jornal do Carro

E não é só. O para-brisa também rebate. Assim, o modelo deixa total sensação de liberdade para quem está a bordo. A picape, em síntese, vai além de conversível. Mas o processo não é tão simples. Todas as peças precisam ser removidas manualmente, com a ajuda de chaves (que vêm no carro). E remover a parte traseira do teto, inclusive, requer duas pessoas.

O lado ruim é se acostumar a dirigir (apenas no fora-de-estrada) sem os retrovisores. Todavia, a Jeep já pensou nisso e tem retrovisores extras na lista de acessórios exclusivos Mopar. Há 70 itens, no total. O Gladiator, por fim, pode vir em oito cores diferentes.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Prós

  • Sistemas 4x4 são de extrema importância para conquistar o nicho
  • Open-Air Experience é inédito no mercado e rende liberdade exclusiva
  • Funcionalidade por todos os lados, desde a câmera off-road à tomada 220 volts

Contras

  • Preço alto
  • Interior não empolga, só é funcional
  • Caçamba não tem revestimento

Ficha Técnica

Jeep Gladiator Rubicon

Motor

3.6 Pentastar, V6, gasolina

Potência

284 cv a 6.400 rpm

Torque

35,4 mkgf a 4.100 rpm

Câmbio

Automático com 8 marchas; tração 4x4 4:1 Rock-Trac Part-Time

Suspensão

Five-link com eixo sólido heavy duty com molas helicoidais e barra estabilizadora oca com sistema eletrônico de desconexão

Suspensão traseira

Five-link com eixo sólido heavy duty com molas helicoidais e barra estabilizadora oca

Pneus e rodas

245/75 R17

Comprimento

5,59 m

Altura

1,91 m

Largura

1,89 m

Distância entre-eixos

3,49 m

Tanque de combustível

83 litros

Capacidade de reboque

3.138 kg

Capacidade de carga

674 kg

Caçamba

1.000 litros/ 1,53 m (comp.)/1,44 m (larg.)/86 cm (alt.)

Peso (ordem de marcha)

2.261 kg

Altura livre do solo

27 centímetros

Ângulo de ataque

43 graus

Ângulo de saída

26 graus

Preço

R$ 499.990

Jeep Compass Longitude T270
Oferta exclusiva

Jeep Compass Longitude T270

Deixe sua opinião