Redação:

Renault tem perdas de R$ 44 bilhões no primeiro semestre

Empresa fechou os primeiros seis meses do ano com perdas de US$ 8,5 bilhões, mas tem um plano de recuperação

renault
RENAULT Crédito: RENAULT

A Renault apresentou os dados de fechamento do primeiro semestre e o resultado não é bom. A empresa francesa teve perda de US$ 8,5 bilhões, cerca de 44 bilhões na cotação atual em conversão direta. Do total, a parceira de aliança, Nissan, foi a responsável por US$ 5,7 bilhões (cerca de R$ 30 bilhões).

No montante, US$ 5 bilhões (R$ 25 bilhões) são prejuízos e custos de reestruturação. Com a anúncio do balanço, as ações da Renault tiveram um mergulho de 8,8% no valor. No acumulado do ano, o valor das ações caíram 47%.

A Renault apresentou perdas operacionais de US$ 2,3 bilhões (R$ 11 bilhões), além de um consumo de caixa de US$ 7,6 bilhões de dólares (R$ 39 bi). Isso levou a empresa a aceitar ajuda financeira do governo francês, que emprestou dinheiro à companhia – cerca de US$ 5,9 bilhões.



Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Vender menos para lucrar mais

“A situação é sem precedentes, mas não é final”, disse o CEO da Renault, Luca de Meo em uma declaração. “Nos estamos totalmente dedicados a corrigir a situação por meio da disciplina que vai além de reduzir nossos custos. Preparando para o futuro, também significa construir uma estratégia de desenvolvimento e nós estamos trabalhando nisso ativamente”, completou.

Vale lembrar que a Renault anunciou o corte de cerca de 14.500 empregos ao redor do mundo, além de reduzir a capacidade de produção em 5%. Com isso a empresa espera reduzir custos em US$ 2,3 bilhões (R$ 12 bilhões) dos quais US$ 700 mi serão em economias feitas este ano.

O foco da companhia agora está no valor dos produtos e não no volume, estratégia semelhante a que adotou a FCA Fiat Chrysler no Brasil e também em outros mercados ao reduzir produtos e marcas, mas se tornando mais rentável com produtos de maior valor agregado.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais