Você está lendo...
Top 10: elétricos com maior autonomia, segundo o PBEV do Inmetro
Notícias

Top 10: elétricos com maior autonomia, segundo o PBEV do Inmetro

Na lista dos veículos elétricos com maior autonomia, BMW continua no topo e destaca quatro modelos, com alcance de até 528 quilômetros

Vagner Aquino, especial para o Estadão

23 de out, 2023 · 4 minutos de leitura.

Publicidade

elétricos
Padronização para a autonomia declarada permitiu real comparação entre os concorrentes, pois cada fabricante utilizava o método de sua conveniência (WLTP, EPA e NEDC)
Crédito:Vagner Aquino/Especial para o Estadão

Embora os carros elétricos ainda não caibam direito no bolso do brasileiro (o mais barato custa quase R$ 120 mil), muitos têm se interessado por este universo. Afinal, poder recarregar as baterias em casa - como acontece nos celulares - e, de quebra, fazer das visitas aos postos de combustíveis coisa do passado são fatores que têm atraído cada vez mais adeptos. Mas, quantos quilômetros é possível rodar com um automóvel alimentado por eletricidade?



Para responder essa pergunta, o Jornal do Carro recorreu à última atualização da tabela do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Em julho, o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) incluiu lançamentos e novas versões de veículos, como Audi e-tron GT e BYD Dolphin. "Com a tabela, a sociedade conhece os modelos e versões com menor consumo em determinada categoria", afirma o presidente do Inmetro, Márcio André Brito.

elétricos
VAGNER AQUINO/ESTADÃO

Publicidade


Como é a medição?

O Inmetro, em janeiro, mudou as regras da tabela do PBEV. Agora, a aferição tem novo índice de autonomia dos carros elétricos. Afinal, reduz em torno de 30% o alcance declarado pelas marcas - antes, usava-se os ciclos WLTP, EPA e NEDC. De acordo com o órgão, a mudança objetivou fornecer um cálculo mais realista para a duração das baterias.

Mercedes-Benz
Mercedes-Benz EQE 300 (EUGÊNIO AUGUSTO BRITO/ESTADÃO)

Por causa da nova medida, alguns modelos sofreram queda drástica na autonomia. Antes da mudança, o posto de elétrico com a maior autonomia era do Mercedes-Benz EQE 300, com 645 km. No entanto, a tabela atualizada do Inmetro aponta que o modelo alcança até 369 km com uma carga, por exemplo. Desse modo, redução de 42,8%. Já o Volvo XC40, reduziu o alcance declarado de 420 km para 231 km - corte de 45%. Agora, o topo fica com o BMW iX xDrive 50. De acordo com o Inmetro, o SUV chega a 528 km de autonomia (ante os 630 km da tabela anterior).


elétricos
BMW iX (KRPIX/ESTADÃO)

Veja a tabela dos 10 modelos com maior autonomia, segundo o PBEV:

1º) BMW iX xDrive50: 528 km
2º) BMW i7 xDrive60: 479 km
3º) BMW iX M60: 431 km
4º) BMW i4 40: 422 km
5º) Mercedes-Benz EQS 450: 411 km
6º) Chevrolet Bolt: 390 km
7º) Ford Mustantg Mach-E GT: 379 km
8º) Chevrolet Bolt EUV: 377 km
9º) Mercedes-Benz AMG EQS 53 M: 373 km
10º) BYD Seal: 372 km

Siga o Jornal do Carro no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião