Você está lendo...
VW prepara nova picape na Argentina e pode trocar Amarok por Tarok
Mercado

VW prepara nova picape na Argentina e pode trocar Amarok por Tarok

Com novo investimento na Argentina, Volkswagen pode anunciar picape Tarok com plataforma e motor do SUV Taos; modelo será rival da Fiat Toro

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

15 de mar, 2022 · 6 minutos de leitura.

Picape Tarok
Tarok sai dos planos com a renovação da picape Amarok
Crédito:Divulgação/Volkswagen

Apresentada como protótipo no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, a picape Volkswagen Tarok voltou à pauta neste mês de março. Isso porque o CEO da montadora na América Latina, Pablo Di Si, anunciou um novo investimento na Argentina que envolve o segmento de SUVs e picapes. A notícia foi divulgada após uma reunião de representantes da VW com o governo argentino, na Casa Rosada, em Buenos Aires.

De acordo com as informações, o encontro foi essencial para a indústria automobilística do país, bem como para o mercado automotivo em geral. Contudo, não há muitos detalhes do que está por vir. Até o momento, o que se sabe é que a VW está se empenhando para investir na produção local de SUVs e picapes, e prevê uma novidade em breve.

''A Volkswagen é uma empresa que está investindo e crescendo na Argentina. Discutimos vários projetos de investimento, que estão amadurecendo, e possivelmente haverá anúncios importantes para Argentina, Volkswagen e toda a cadeia automotiva'', disse o Ministro de Desenvolvimento Produtivo na Argentina, Matías Kulfas.


Divulgação/Volkswagen

Vale dizer que o último investimento da montadora alemã no País foi de cerca de um US$ 1 bilhão, destinados, em grande parte, à produção do SUV Taos. Portanto, a expectativa é de que o foco será no segmento de picapes, que vem ganhando grande popularidade. E foi com as grandes promessas que surgiram os rumores da marca, finalmente, estrear a picape Tarok, feita sobre a mesma plataforma do Taos, a MQB-A1.

''Claro que não paramos por aí. Estamos conversando com o ministro há vários meses para fazer um possível anúncio, que estamos perto de fechá-lo, para continuar investindo em mão de obra, muita inovação e produção no país'', afirmou Di Si.




Será que vem?

Caso realmente chegue às lojas, a Volkswagen Tarok terá dimensões quase idênticas a Fiat Toro, com quem vai disputar mercado junto com Renault Duster Oroch e Chevrolet Montana. A largura, por exemplo, será a mesma do Taos (1,84 metro). Que por sua vez é a mesma da picape Fiat. O entre-eixos também deverá ter os 2,99 metros do modelo da marca italiana.

O motor possivelmente será o 1.4 TSI de 150 cv, também utilizado no SUV Taos, com transmissão automática de seis marchas. Além disso, a tração deve ser integral (AWD). Não há nenhuma confirmação, mas a Volkswagen também pode usar o 2.0 turbodiesel, que equipa a Amarok.

Picape Tarok
Divulgação/Volkswagen

O projeto da Tarok gerou grande expectativa na época de sua apresentação, entretanto, acabou congelado por causa da pandemia do novo coronavírus - e porque a montadora decidiu deixar as picapes de lado e focar no promissor mercado de SUVs, como o Taos. Então, agora seria um grande momento para apostar no utilitário.

Isto posto, abre-se caminho para a introdução da Tarok, afinal, a VW já está atrasada com esse projeto, que pode queimar no forno. A marca, inclusive, ficou para trás na categoria. A exemplo disso temos a Hyundai, que já lançou a Santa Cruz nos Estados Unidos.

E a Amarok?

Prometida para este ano, a Amarok 2023 está próxima de estrear e teve novos desenhos revelados pela Volkswagen. Com isso, o site Kolesa publicou projeções de como deve ficar a versão final. A próxima geração da picape vai dividir plataforma com a nova Ford Ranger e promete avanços tanto em estrutura quanto em termos de visual.


Amarok
Kolesa/Reprodução

Mas, cabe relembrar que a próxima geração do modelo da Volkswagen terá produção da Ford na planta de Silverton, na África do Sul. O objetivo é comercializar em países do Oriente Médio, Ásia e mercado norte-americano.

Até agora, a alemã ainda não confirmou a nova geração da picape no Brasil. Mas, de certo, o fará. Afinal, por aqui, os modelos a diesel ainda serão realidade por um bom tempo. E a nova geração da Amarok deve apostar no 3.0 V6 turbodiesel.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião