José Antonio Leme

06/11/2020 - 7 minutos de leitura. Atualizado: 16/11/2020 | 14:14

Ducati Multistrada V4 é apresentada oficialmente

Nova Ducati Multistrada V4 usa uma nova versão do motor quatro cilindros em V da esportiva Panigale V4 e abandona comando desmodrômico

multistrada v4
MULTISTRADA V4 S É A VERSÃO MAIS COMPLETA Crédito: DUCATI
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Ducati está abrindo caminho para um novo momento. Depois de apresentar a esportiva Panigale e a naked Streetfighter com motor V4, é a vez de adotar a mesma estratégia na big trail Multistrada. A Multistrada V4 foi apresentada na Europa nas versões Multistrada V4 e Multistrada V4 S.

Antes de qualquer coisa, é importante frisar a quebra de paradigmas desse propulsor. A Ducati usou a mesma arquitetura do V4 Desmosedici Stradale, mas com uma enorme diferença. Batizado de V4 Granturismo, o motor da Multistrada V4 abandonou o uso do comando desmodrômico, uma característica de todos os motores da marca até aqui.



multistrada v4
DUCATI

Motor V4 Granturismo: adeus à tradição

Com a saída do comando desmodrômico, a Ducati adotou o conceito convencional de abertura e fechamento das válvulas por molas. O maior feito desse motor, segundo a Ducati é o longo intervalo de manutenção: 60 mil km. A marca diz que a experiência com o “desmo”, permitiu criar um sistema de mola que dure mais sem ajustes.

Com 1.158 cm³ e quatro cilindros a 90º, 16 válvulas, o V4 Granturismo entrega 170 cv a 10.500 rpm e 12,7 mkgf a 8.750 rpm. Ele tem ainda sistema de desativação dos cilindros traseiros para reduzir consumo e emissões e o calor nas pernas quando a moto está parada. Esse propulsor ficou 1,2 kg mais leve que o antecessor, que tinha apenas dois cilindros. Em termos de dimensões ficou 85 mm mais curto, 95 mm mais baixo e apenas 20 mm mais largo.

multistrada v4
DUCATI

O câmbio é de seis velocidades. A embreagem hidráulica é assistida e deslizante. Isso alivia para a acionar o manete e evita o travamento da roda traseira em reduções bruscas. Outra mudança em relação à tradição da Ducati é a adoção de um novo quadro, tipo monocoque de alumínio. O quadro de treliça é tradicionalmente o padrão das motos da Ducati.

DUCATI

Visual

Em termos de visual, ela está mais agressiva que a antecessora, mas mantém uma linha já conhecida. As laterais dão um aspecto mais robusto a Multistrada V4, mas nada super inovador.

Para quem quiser mais detalhes e visual esportivo há o pacote V4 S Sport. Ele inclui faixas brancas na pintura vermelha, para-lama dianteiro de fibra de carbono e escapamento esportivo da grife Akrapovic.

DUCATI MULTISTRADA V4 S SPORT / DUCATI

Multistrada V4: tecnologias

Como já estava disponível na antecessora, a Multistrada V4 traz um robusto pacote tecnológico. A Unidade de Medição Inercial (IMU) de seis eixos é a responsável por controlar diversos itens. Entre eles, o ABS Cornering (função curva), os controles de tração e anti-wheeling (evita que a moto empine).

São quatro modos de pilotagem: Sport, Touring Urban e Enduro. Cada um deles altera a intervenção de ABS e controles de tração e wheeling. Nos modos Sport e Touring são entregue os 170 cv de maneira diferente. A potência é reduzida para 115 cv nos modos Urban e Enduro. A entrega entre eles também é diferente.

Na versão Multistrada V4 S há adição de itens como luzes extras com função curva, assistente de partida em rampa e chave presencial. Outros itens exclusivos da variante mais completa são o quick-shift, para troca de marchas sem acionar a embreagem, controle de velocidade de cruzeiro, painel de TFT colorido de 6,5″ (na V4 é de 5″), protetores de mão e faróis de LEDs.

DUCATI

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Suspensão e freios

No caso da versão de entrada, os freios são da grife Brembo, mas em uma especificação mais simples. São discos duplos na frente de 320 mm e simples atrás de 265 mm e as pinças são radiais. Para a V4 S, os discos dianteiros são de 330 mm com pinças Brembo da linha M50 Stylema.

A suspensão segue a mesma receita. A V4 tem suspensão totalmente ajustável manualmente na frente e atrás com curso de 170 mm e 180 mm, respectivamente. Na V4 S há ajuste elétrico de pré-carga, retorno e compressão na frente e atrás. O curso é o mesmo.

As rodas de liga-leve tem 3″ x 19 polegadas na frente e 4,5″ x 17″ atrás. Se quiser, o consumidor pode pedir rodas raiadas, nas mesmas medidas, para a V4 S. Todos os pneus homologados para o modelo, por enquanto, são da Pirelli, da linha Scorpion.

DUCATI

Multistrada V4: moto com ACC e alerta de ponto cego

A Multistrada V4 S tem como opcional o sistema de radar para motos desenvolvido pela Bosch com radares na frente e na traseira. O primeiro serve para o controle de velocidade adaptativo (ACC), que mantém a distância e regula a velocidade sozinho entre 30 km/h e 160 km/h.

O segundo radar, na traseira, serve para o alerta de ponto cego. Os sinais ficam no painel e nos espelhos. Ele mostra veículos fora do seu ponto de visão ou se aproximando rapidamente atrás.

DUCATI

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais