Primeira Classe Rafaela Borges

Carros irritantes à venda no Brasil

Alguns são irritantes por completo. Outros têm características de tirar a paciência

Mercedes-Benz Classe C carros irritantes
Classe C Foto: Mercedes-Benz

Há carros irritantes por completo. E há carros com características que os tornam irritantes.

LEIA MAIS

Aqui, listei alguns carros que, em minha opinião, estão entre os mais irritantes à venda no Brasil. Há desde modelos populares até veículos das luxuosas Mercedes-Benz e Jaguar.

Os campeões no quesito carros irritantes são os hatches e SUVs. Isso ocorre, evidentemente, por serem parte dos dois maiores segmentos automotivos do País.

VEJA TAMBÉM: OS 20 SUVS MAIS VENDIDOS EM AGOSTO

 

Hatches que são carros irritantes

O Mobi é um dos principais integrantes da lista de carros irritantes. Ele praticamente não tem porta-malas. Além disso, seu motor de quatro cilindros é velho.

Outro senão do Mobi é a dirigibilidade ruim. Também está na lista de carros irritantes é o Argo, mas nesse caso não por vários motivos.

Há um detalhe irritante no excelente carro que é o Argo. Trata-se do motor 1.8 da versão de topo. Com ele, o modelo até anda muito bem.

 

CONHEÇA MEU PERFIL NO INSTAGRAM

 

 

Porém, o propulsor antigo tem consumo para lá de elevado. É até covardia o comparar com o ótimo 1.0 turbo de seu principal rival, o Polo.

O Sandero é outro hatch irritante. Apesar de espaçoso, a dirigibilidade ruim e a direção com muitas folgas são para tirar qualquer motorista do sério.

 

VÍDEO: TESTE DO NOVO JEEP WRANGLER NA TRILHA MAIS DIFÍCIL DO MUNDO

 

Há ainda o Fiesta. Ótimo carro, bom custo-benefício. Porém, diferentemente do que ocorreu com o EcoSport, o hatch mudou e manteve o problemático câmbio Powershift.

No novíssimo Yaris, o porta-copos é o ponto irritante. Só dá para colocar latinhas de refrigerantes. Quer levar uma garrafa de água? Ela fica caindo.

SUVs que são carros irritantes

O Renegade flexível está na lista. Apesar da suspensão independente na frente e atrás, do conforto e da aptidão off-road, seu motor 1.8 estraga o carro.

Mesmo propulsor que equipa o Argo, ele é gastão. E, diferentemente do que ocorre com o hatch, esse motor não faz o Renegade andar bem. O SUV é bem mais pesado.

Também são irritantes no Renegade o porta-malas pequeno e o espaço interno muito ruim.

O Kicks é bom de guiar, bem acabado e cheio de tecnologia. Porém, seu motor 1.6 fraco e o câmbio CVT ruim são um teste para a paciência até do mais calmo dos motoristas.

O Creta, porém, vence todos no quesito coisas irritantes. Sua central multimídia tem um sistema de alerta para radares. Até aí, tudo bem.

Porém, a cada aproximação de radar, ele abaixa o som do carro e leva eternos segundos para passar, com uma voz alta, a informação. Não seria mais fácil o bom e velho “radar reportado à frente?” Simples e eficiente.

Dá para desligar o sistema. O processo, porém, é complicado (a Hyundai teve se enviar um tutorial quando avaliei o carro).

No Equinox, não há alerta sonoros de aproximação de obstáculo. Em vez disso, o banco vibra, e acaba assustando o motorista.

Sedã

O Mercedes-Benz Classe C está precisando mudar de geração. Muitas coisas no sedã de luxo são irritantes.

A alavanca do câmbio na coluna de direção é irritante, bem como a ausência de porta-copos no console central.

Além disso, a central multimídia é muito difícil de usar.

Sistemas irritantes

O start-stop ajuda a economizar gasolina. Porém, o liga e desliga do motor pode ser irritante para algumas pessoas.

Por isso, a maioria dos veículos tem a possibilidade de desligar o sistema. Não alguns carros irritantes da Chevrolet.

Nas linhas Cruze, Equinox e Tracker, não dá para desligar o start-stop.

Os alertas sonoros de aproximação de obstáculos também são irritantes. Quase todos são, mas o dos carros da Jaguar conseguem ser ainda mais.

Além de o sistema ser muito sensível, quando o motorista o desliga ele liga sozinho de novo.

E vocês? Quais são os carros irritantes de suas listas?


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos