Primeira Classe Rafaela Borges

Brasil agora tem carro de luxo ‘made in China’

País de origem mudou, mas qualidade continua a mesma

SUV XC60
SUV XC60 Foto: Volvo

Um europeu luxuoso e queridinho dos brasileiros não é mais europeu. Pelo menos, não no mercado nacional. Estamos falando do SUV XC60, da Volvo, que, entra geração, sai geração, continua cativando o consumidor do País.

SAIBA MAIS

Querem adivinhar onde o SUV XC60 é produzido agora? Estados Unidos? Tá frio! Japão? Esquentou. Será que é a China? Exatamente!

O XC60 é o primeiro carro de luxo “made in China” à venda no Brasil. Antes, ele era fabricado na Bélgica. Além dessa fábrica, a Volvo tem uma outra planta europeia – que fica em seu país de origem, a Suécia.

VEJA TAMBÉM: OS CARROS DE LUXO MAIS VENDIDOS EM SETEMBRO

SUV XC60 chinês

O que muda na sua vida o XC60 oferecido no Brasil passar a vir da China? Absolutamente nada.

De acordo com informações da Volvo, o carro é igualzinho o belga. Idêntico. Sua fabricação na China é parte da estratégia da Volvo.

Agora, só serão feitos na Europa os carros destinados às vendas no próprio continente. Os XC60 entregues ao resto do mundo (inclusive aos mercados mais importantes, como o dos Estados Unidos) passam a ser feitos na China.

É uma boa estratégia. Afinal, o custo de produção na China bem mais baixo que na Europa. E, para quem não sabe, a dona da Volvo é chinesa.

Trata-se da Geely, uma das maiores montadoras do país asiático. A relação entre a marca chinesa e a sueca é muito mais profunda do que a da indiana Tata com sua controlada Jaguar Land Rover.

Nesse caso, a Tata é atua apenas como uma investidora, sem participar do dia a dia da montadora britânica.

Isso não ocorre no caso de Volvo e Geely. Há mais sinergia entre as duas montadoras. Tanto que a plataforma do XC40, desenvolvida pela sueca, será usada em carros da chinesa – a do SUV XC60 é exclusiva da empresa europeia.

No caso da Volvo, é bom ressaltar que o carro não é chinês de origem. Ele apenas é fabricado na China, que disputa com os Estados Unidos o posto de maior mercado automotivo do mundo.

Quase todas as marcas de luxo produzem carros na China. E produzem para o mercado local – que, no caso de modelos premium, é extremamente exigente. São modelos com qualidade igual aos feitos na Europa, em todos os casos.

Tendência

De acordo com o jornalista e especialista em automóveis Fernando Calmon, a produção de carros em geral – e de luxos também – na China (para exportação) é uma tendência. São dois os fatores que podem levar a essa nova realidade.

Em primeiro lugar, o governo chinês abriu mão de uma antiga regra que as montadoras tinham de aceitar para produzir no país. Não será mais necessário, dentro de dois anos, se associar a uma montadora local.

Além disso, a regra fiscal entre EUA e China deverá levar à transferência de algumas linhas de produção para o país asiático. A BMW, segundo Calmon, é uma das que deverão fazer essa transferência.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos