Primeira Classe Rafaela Borges

Up! agora é mais caro que o Polo

Com reposicionamento, Volkswagen Up! agora parte de R$ 50.270. Polo começa em R$ 49.990

Volkswagen Up!
Volkswagen Up! Preço inicial é de R$ 50.270 (Foto: Sergio Castro/Estadão)

O preço inicial do Volkswagen Up! agora é o mais alto entre os hatches compactos da linha Volkswagen. Anteriormente tabelado a partir de R$ 39 mil, aproximadamente, o carro agora começa em R$ 50.270.

Esse valor é mais alto que o do hatch compacto topo de linha da Volkswagen, o Polo. Ele parte de R$ 49.990. E nem dá para dizer que o motor é mais potente. Em suas versões de entrada, ambos usam o mesmo 1.0.

O posicionamento dos hatches da Volkswagen, aliás, está um tanto estranho. O Fox, sem o apelo de novidade do Polo, parte dos mesmos R$ 49.990.

Já o Gol, o carro de entrada da Volks, que passou recentemente por mudanças, começa em R$ 43.840.

A Volkswagen está promovendo uma simplificação em sua linha. O Gol, agora, só tem duas versões. O mesmo ocorre com o Fox (o que pode justificar o valor de entrada igual o do Polo).

No caso do Up!, o posicionamento pode parecer ainda mais confuso. É fato que, desde seu lançamento, o carro nunca teve uma aceitação muita alta no Brasil.

No segmento de entrada, o brasileiro é racional. O Up!, assim como o Mobi, é apertado, e praticamente não tem porta-malas.

Por muitos anos, o brasileiro comprou o Uno, com características semelhantes. Porém, ele tinha preço muito competitivo (era o carro mais barato do Brasil). Com a chegada do Mobi, a Fiat reposicionou o veterano, e não deu certo. Ele despencou no ranking de vendas (confira detalhes aqui).

 

VEJA TAMBÉM: OS CARROS MAIS VENDIDOS EM MAIO

 

Nova linha Up!

O Up!, agora, fica ainda mais caro que o Uno. Na verdade, a tabela está cerca de R$ 8 mil mais alta. Isso porque saiu de linha aquela que era a versão de entrada, Take Up!

Agora, a opção mais em conta é a Move Up!, e já com um bom pacote de equipamentos. O modelo sai de fábrica com ar-condicionado, retrovisores, vidros e direção elétrica e sensor de estacionamento traseiro.

Com o motor 1.0 turbo, a tabela vai a R$ 55.700. Há ainda as opções Cross (a partir de R$ 58.730) e Pepper (R$ 59.240 iniciais).

As versões Cross e Pepper têm apenas o motor 1.0 turbo.

Reposicionamento do Up!

Não dá mais para considerar o Up! um rival de Mobi e do Kwid. Para comparação, o preço do VW é superior ao Renault topo de linha (que sai por pouco menos de R$ 42 mil).

Em minha análise, a Volkswagen quer transformar o Up! em algo parecido com o Fiat 500. Um carro compacto, urbano e bem equipado. E de nicho (ou seja: com vendas baixas).

A Fiat tentou fazer isso com o Mobi, e não deu certo. Nos primórdios do carrinho, a ideia vendida na concessionárias da marca era de que o modelo tinha apelo de design, era para pessoas descoladas, guiadas pelo fator emocional na compra.

A montadora teve de recuar, no entanto. Primeiramente, essa ideia não convenceu o consumidor. Além disso, a Fiat tinha pretensões de altos volumes, não de fazer do Mobi um carro de nicho.

Hoje, ele foi reposicionado como o carro que realmente é: popular de entrada. Seu preço inicial é bem semelhante ao do Kwid, aliás. O Fiat parte de R$ 32.590 e o Renault, de R$ 32.590.

Com o Up! pode dar certo? Pode sim. O carro é mais moderno, tecnológico e, principalmente na versão turbo, agrada muito os entusiastas.

A estratégia é boa, mas desde que a VW esteja mesmo pretendendo transformar o Up! em carro de nicho. Atualmente, seus volumes já não impressionam. Em maio, somou 1.447 emplacamentos e foi apenas o 43º veículo mais vendido do Brasil.

Mas fica a dúvida: será que é justificada a produção local de um compacto de nicho? A conta fecha? Vamos aguardar os próximos passos da Volkswagen.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos