Híbridos
Montagem/Divulgação

Carros híbridos no Brasil: veja os 10 modelos mais acessíveis em 2022

Com diferentes tecnologias, carros híbridos mais acessíveis custam entre R$ 147.990 e R$ 279.990; Caoa Chery domina lista com quatro modelos

Por Vagner Aquino 19 de set, 2022 · 9m de leitura.

Todas as pesquisas recentes feitas no mercado brasileiro apontam para um aumento expressivo de carros híbridos nos próximos anos. Entretanto, ainda há poucos modelos disponíveis no País. Para se ter ideia, até julho desse ano, a Toyota era a única marca que produzia modelos híbridos flex por aqui. O Corolla sedã estreou em 2018 como o primeiro híbrido flex do mundo. Em seguida, três anos depois, a japonesa lançou o SUV Corolla Cross.

São justamente esses dois modelos que concentram, então, a maioria das vendas de veículos eletrificados no nosso mercado no acumulado de 2022. Mas essa história já começou a mudar em julho, após o lançamento das versões híbridas leves flex de Caoa Chery Tiggo 5X e Tiggo 7 Pro. Os dois SUVs feitos em Anápolis (GO) inclusive já começaram a se destacar nas vendas. Em agosto, foram os híbridos leves mais emplacados no País.

Mas essa mudança se intensificará a partir de 2023, sobretudo com a chegada de compactos com sistemas híbridos leves, como é o caso do novo Volkswagen Poloque acaba de ganhar reestilização. O hatch é candidato a estrear o inédito sistema híbrido leve flex e-TSI, de 48 volts.

híbridos
Kia/Divulgação

Mas, de volta à realidade de 2022, há poucas opções de híbridos. E todas elas com preços salgados. O mais barato no momento é o Kia Stonic. Por R$ 147.990, o crossover pequeno foi o primeiro da categoria no Brasil. Nele, o conjunto híbrido combina o motor Kappa 1.0 de 3-cilindros turbo GDI a gasolina a uma unidade elétrica conectada a uma bateria de 48V. Dessa forma, geram potência combinada de 120 cv e torque de 20,4 mkgf.

Híbridos partem de R$ 150 mil

Assim como os carros elétricos, os híbridos são caros. Depois do Stonic, temos Arrizo 6 Pro Hybrid e Tiggo 5X Pro Hybrid, da Caoa Chery. Eles custam R$ 159.990 e R$ 169.990, respectivamente. E trazem o mesmo conjunto híbrido, que une motor 1.5 TCI flex de 160 cv e 25,5 mkgf de torque, um alternador reforçado e uma bateria de 48V. O sistema alivia o motor a combustão em certas situações. Além disso, fornece 10 cv e 4 mkgf extras, e reduz o consumo.

Mais acima vem o Toyota Corolla Altis Hybrid, com preço de R$ 182.080. Sob o capô, o sedã traz o motor 1.8 VVT-i Flex de até 101 cv e 14,5 mkgf. O conjunto híbrido completo da japonesa tem outros dois motores elétricos, com 72 cv e 16,6 mkgf. A potência combinada é de 123 cv.

Toyota corolla
Toyota/Divulgação

5º mais barato e o mais vendido do mercado

Para fechar a lista dos cinco híbridos mais acessíveis do mercado brasileiro, temos de novo a Caoa Chery com o Tiggo 7 Pro Hybrid. A versão híbrida leve flex do SUV tem tabela de R$ 199.990. Na mecânica, traz o mesmo conjunto de Arrizo 6 Pro e 5X Pro Hybrid.

No mês de agosto, o Tiggo 7 Pro Hybrid foi, então, o híbrido leve mais vendido do País. De acordo com levantamento da Bright Consulting, consultoria do setor automotivo, o SUV emplacou 297 unidades no período, seguido do irmão Tiggo 5X, com 290 unidades.

híbridos
Reprodução/Caoa Chery

Em sexto lugar está o Toyota Corolla Cross, que traz, portanto, o mesmo conjunto do Corolla sedã e custa R$ 200.290 na versão XRV. Na sequência, vem recém-lançada nova geração do Kia Sportage. É o sétimo híbrido mais acessível, por R$ 224.990. Da mesma forma, traz conjunto híbrido leve de 48V. Nele, o motor 1.6 turbo a gasolina rende 180 cv e 27 mkgf.


Toyota Corolla Cross 2023 elétricos e híbridos
Toyota/Divulgação

Lexus

A Lexus, marca de luxo da Toyota, comercializa no País o SUV UX 250h Dynamic, outro modelo na briga pelo segmento de híbridos. Por R$ 267.990, combina um motor 2.0 quatro cilindros a gasolina com um elétrico. Assim, gera 184 cv e 20,2 mkgf. Ao volante, dá para selecionar o modo de condução entre Eco, Normal, Sport e EV (apenas elétrico).

híbridos
Lexus/Divulgação

A Mini também está na lista e oferece o Countryman SE All4. O híbrido plug-in sai por R$ 272.990. Com a promessa de percorrer até 57 km apenas com eletricidade, o SUV combina motores elétrico e a combustão (1.5 turbo 3 cilindros) para gerar 224 cv. São, respectivamente, 88 cv e 136 cv. O torque combinado é de 39,2 mkgf.


Por fim, para fechar a relação dos dez híbridos mais baratos do Brasil, temos de novo a Caoa Chery. Parte da recente ofensiva de eletrificação da marca, o Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid une o motor 1.5 turbo a gasolina de 147 cv e 22,4 mkgf a dois outros elétricos, de 170 cv. Assim, gera potência máxima de 317 cv. O torque chega a 56,6 mkgf. Só em modo elétrico, pode rodar até 77,6 km, diz a marca. O modelo já está disponível na rede.

Quem logo entrará na disputa pelo segmento é o BYD Song Plus. A marca chinesa abriu a pré-venda do SUV híbrido do tipo plug-in. Ele tem preço inferior ao do Tiggo 8 Pro, com tabela é de R$ 269.990. Mas só começa a ser entregue em dezembro. O conjunto híbrido combina um motor 1.5 aspirado a gasolina de 110 cv e outro elétrico de 132 KW – potência equivalente a 179,4 cv. O torque chega a 32,2 mkgf, com aceleração de zero a 100 km/h em 7,9 s.

Veja a lista dos 10 híbridos mais baratos do mercado:

1) Kia Stonic – R$ 147.990
2) Caoa Chery Arrizo 6 Pro – R$ 159.990
3) Caoa Chery 5X Pro Hybrid – R$ 169.990
4) Toyota Corolla Altis Hybrid – R$ 182.080
5) Caoa Chery Tiggo 7 Pro Hybrid – R$ 199.990
6) Toyota Corolla Cross XRV Hybrid – R$ 200.290
7) Kia Sportage – R$ 224.990
8) Lexus UX 250h Dynamic – R$ 267.990
9) Mini Countrymann híbrido-plug-in – R$ 272.990
10) Caoa Chery Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid – R$ 279.990

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Campo obrigatório
Cep inválido
CPF/CNPJ inválido
Telefone inválido
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.