Notícias

Cemitério de carros no deserto da Califórnia tem 15 clássicos da Porsche; veja as fotos

Diferentes versões do Porsche 928 estão largadas em um terreno após dono deixar os esportivos lá e nunca mais voltar para buscá-los

Redação, Com Bruno de Castro, especial para o Jornal do Carro

10 de out, 2021 · 3 minutos de leitura.

Cemitério Porsche" >
Vários esportivos da Porsche estão abandonados em terreno no meio do deserto da Califórnia (EUA)
Crédito:Steve Rhodes

Sob o clima seco do deserto da Califórnia (EUA), nada menos que 15 exemplares do Porsche 928 foram encontrados às ruínas. O proprietário dos clássicos, que hoje custam muito dinheiro, parece ter perdido o interesse em vendê-los ou mesmo em restaurá-los. É o que conta Steve Rhodes, o responsável pela descoberta, por meio de publicação em uma rede social.

Rhodes conta que estava em busca de um local para gravar um programa de televisão, quando, então, encontrou os clássicos da Porsche abandonados e dormindo ao ar livre. Os vários 928 redescobertos vão desde os primeiros modelos entregues pela fábrica de Stuttgart, com motor V8 de 4.5 litros, até os últimos de 5.0 litros.

Cemitério Porsche
Steve Rhodes

Segundo o relato de Rhodes, o dono dos modelos da Porsche é amigo do proprietário do terreno onde as relíquias estão abandonadas. Ele teria pedido para guardar seus veículos no local, mas nunca mais voltou.

Cemitério Porsche
Steve Rhodes

Um sucessor do 911

O Porsche 928, a princípio, foi feito para substituir o icônico 911. Entretanto, o modelo não obteve o mesmo sucesso. Com motor dianteiro e refrigeração a água, o esportivo surgiu com 240 cv de potência em sua primeira versão, mas chegou aos 350 cv na variante mais potente. O 928 foi feito pela marca alemã entre 1978 a 1995.



Rhodes afirma que, apesar do abandono, o terreno onde se encontram os esportivos da Porsche, na cidade de Moorpark, tem monitoramento por câmeras, bem como um grande portão na entrada. Ou seja, tem acesso restrito, para afastar curiosos e entusiastas do clássico - ou mesmo criminosos interessados em ficar com alguma das unidades.

Cemitério Porsche
Steve Rhodes

Apesar do longo tempo de exposição ao clima seco da região, a carroceria de aço galvanizado e os painéis de alumínio não têm sinais de corrosão. Por outro lado, a parte elétrica, um dos pontos fracos do Porsche 928, pode trazer problemas aos próximos proprietários. Isso se o dono um dia regressar ao local para buscar as joias da marca alemã.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se